Tsunami político e econômico
Tornou-se perigoso o fim de ano para a população brasileira. Época de festas, a sociedade se desliga um pouco mais do que já é, e aí o pessoal de Brasília (Congresso Nacional e Presidência da República) e das Capitais (Assembléias Legislativas) se tornam mais perniciosos à nação. Foi assim há dois anos quando quiseram se presentear com um aumento salarial abusivo. Ao contrário da comum passividade, a população reagiu e não permitiu. Isso não ocorreu por exemplo, com as Câmaras Municipais, que em alguns municípios deram bondosos aumentos salariais aos gestores públicos.
São as reiteradas decisões absurdas que têm feito a já desmoralizada classe política nacional a cair na descrença da população. Parecem vadios que, ao primeiro descuido, causam estragos. Agora querem presentear o povo brasileiro com um tsunami de vereadores, aumentaram os salários dos servidores federais (que serão pagos pela população, aconteça crise, dê estiagem, ou não), aumentaram o ICMS do combustível, do telefone e da energia elétrica e se deram aposentadoria “por prestação de (des)serviço à sociedade para deputados estaduais e funcionários de gabinetes dos deputados paranaenses.
Com a maior cara-de-pau, típica de malandros, alguns argumentam que não haverá aumento de despesas.  Não há Matemática no mundo que possa efetuar operação que zere o valor de despesa com o aumento de oito mil cargos de vereadores (pois além dos salários, precisam de gabinetes, de funcionários, de carro, de gasolina, de papel, de telefone, de cafezinhos, de computadores, de....), que aumente o ICMS do combustível, da energia e do telefone, que crie aposentadoria para deputados e servidores da Assembléia Legislativa do Paraná.
Além disso, espertalhões tentaram se utilizar da aprovação do fim da reeleição na CCJ para tentar dar um terceiro mandato ao Presidente Lula. Por sorte, o PMDB e o DEM perceberam a manobra. Vão acabar com a reeleição, mas sem terceiro mandato para Lula.
Incompreensível como pode um colegiado que tem por princípio básico representar o povo tornar-se seu principal algoz.  Nem a tão decantada democracia tem auxiliado a mudar mentalidade tão tacanha de administrar um país para pequenos grupelhos, que perdura e destrói este país há séculos. O Congresso Nacional tem usado e abusado da democracia para justificar suas decisões indecentes que envergonhariam quaisquer ditaduras. Depois, a reação vem, a aí começam a dizer que não é assim que se resolve e passam a dar aula de comportamento. Por causa de abusos, em algumas cidades a população tem quebrado delegacias, fóruns e órgãos públicos. Não dá para entender tanta passividade de todos diante de reiterados abusos dos representantes do povo.
Há ainda quem recebe estes algozes com brindes, com presentes e com festas. Festejar o quê? O assalto ao bolso do contribuinte? A contra-mão da crise que está quebrando o mundo e que agora, depois de muitos discursos enganadores, passou a ser admitida pela Presidência da República? Até quando vamos aceitar ser “vaquinha de presépio”?
Pense nisso. O Natal e virada de ano, significam vida nova, um novo tempo. Vamos fazer jus a esta virada!!!
Boas festas
Ler 4676 vezes
Entre para postar comentários
Top