O novo passageiro da nau dos incoerentes

Ademar Traiano
Gustavo Fruet, durante o período em que foi deputado federal pelo PSDB (1998-2010), fez nome pelo combate ao Partido dos Trabalhadores, ao ex-presidente Lula e a suas práticas condenáveis.

Em 13 de julho de 2007, por exemplo, Fruet afirmou que “o presidente Lula está banalizando os atos de corrupção”. Completou afirmando que Lula estava “dando os piores exemplos para os jovens com as reiteradas manifestações de leniência com a corrupção”.

Em dezembro de 2010, Fruet afirmou que o “PAC sustentou o discurso oficial no governo Lula e foi a âncora da campanha da nova presidente. Mas a realidade mostra que é um estelionato”.

Ainda em 2010, Fruet estranhou a “história de sucesso” do filho de Lula. Lulinha era monitor de jardim zoológico. Tão logo o pai chegou a Presidência descobriu um insuspeitado tino empresarial e passou a desfrutar de um sucesso financeiro fulminante.

No dia 24 de maio último, o mesmo Fruet foi até Lula em São Paulo para pedir a benção para sua candidatura a prefeito de Curitiba em aliança com o PT. Sobre o passado de conflitos e denúncias ao PT e ao ex-presidente foi muito discreto. “Falei para ele (Lula) que, na ocasião, assumi a postura que o momento exigia: fui contundente na investigação, mas nunca entrei em desqualificação pessoal do presidente”, minimizou Fruet.

Esta evidente e chocante incoerência de Fruet, que passou de crítico hostil a amigo de infância dos petistas e de Lula, foi enfatizada no anúncio da escolha de Rubens Bueno (PPS) para vice de Luciano Ducci (PSB) para disputar a prefeitura de Curitiba. A palavra “COERÊNCIA” foi posta em destaque para se contrapor a reviravolta política e ideológica de Fruet.

O jornalista Celso Nascimento, que cultiva uma conhecida vendeta pessoal contra o governador Beto Richa (que apóia Ducci), decidiu assumir a defesa de Fruet em sua coluna de domingo (1) na Gazeta do Povo. Nascimento tenta sustentar a tese que a incoerência política não é exclusividade de Fruet e que Beto Richa padeceria do mesmo mal.

Para dar suporte a esse argumento, o jornalista enumerou algumas circunstâncias que demonstrariam a incoerência do governador. Nenhuma delas tem sequer sombra da gravidade daquelas envolvendo Fruet e o PT. Ainda assim, Nascimento teve de recorrer a informações inverídicas para tentar fundamentar seu raciocínio.

Celso Nascimento afirma, por exemplo, que Beto foi filiado ao PFL. Ora, o governador nunca foi filiado a essa legenda. Também garante que Beto Richa teria prometido em 2008 - com registro em cartório - ficar quatro anos na prefeitura de Curitiba. Tal registro nunca ocorreu. O que Beto registrou em cartório foi o seu programa de governo, que foi e vem sendo cumprido.

O ressentimento pessoal do jornalista contra Beto Richa, que é notório e antigo, e já teve desdobramentos na Justiça (em todos os casos Celso Nascimento foi derrotado), tem levado o jornalista perder a objetividade essencial ao bom exercício de sua profissão e se tornar o mais novo passageiro na “nau dos incoerentes” - uma embarcação imaginária que criou e na qual embarcou em sua coluna de domingo. O bom profissional do jornalismo deve prezar sempre pela independência e o compromisso com a verdade. Advogar por uma candidatura não é sinônimo de imparcialidade.

Ademar Traiano é deputado estadual pelo PSDB e líder do governo na Assembleia Legislativa.

Ler 1043 vezes

8 comentários

  • Link do comentário Gianni Fran Terça, 10 Julho 2012 16:58 postado por Gianni Fran

    Esses tempos o Gustafo Fruet deu uma entrevista pra revista Veja q ele disse que ele nunca pode negar a corrupção dos Mensalão. Mas ele não se juntou ao povo q foi condenado e sim a ala boa do partido! Oq mais tem pra falar de ruim do Gustavo?



    **sugestao**eh mto complicado comentar, podia usar o facebook né?

  • Link do comentário Igor Terça, 10 Julho 2012 14:03 postado por Igor

    Qualquer pessoa que vá contra o senhor Richa será por motivo de desentendimento pessoal? Isso não é necessário, pois é de conhecimento de todos que o político tem muitas falhas a serem apontadas. Só um exemplo foi a nomeação do superintendente do porto de Paranaguá, Airton Maron, feita para agradecer os tantos votos conseguidos para sua eleição ao cargo de governador por seu primo Alceuzinho Maron, hoje candidato a prefeitura da cidade de Paranaguá. Existem denúncias que apontam "contribuições" mesais de funcionários comissionados do porto para viabilizar a campanha de Alceuzinho. Tudo viabilizado pelo nomeação do senhor Richa.

  • Link do comentário Lia Zanetti Terça, 10 Julho 2012 12:31 postado por Lia Zanetti

    Pela lógica de vcs, quem é descendente de alemão é nazista...

  • Link do comentário EDUARDO MONTES Terça, 10 Julho 2012 12:29 postado por EDUARDO MONTES

    Jogo sujo é foda.
    Sério ,vamos parar para pensar:
    Fruet atacou apenas os esquemas de corrupção que acontecem em qualquer lugar do mundo, em qualquer instituição. No PT não seria diferente.
    ELE atacou o esquema e hoje é punido..quer dizer então que QUEM É COTRA um esquema de corrupção está errado?

    Mudaram os tempos, mudaram as pessoas, o partido PT é apenas uma base aliada, não novo partido do Fruet.

    QUEM ACREDITA NISSO PRECISA DE PSIQUIATRA..hahahaha

  • Link do comentário thiago Terça, 10 Julho 2012 10:52 postado por thiago

    Continuo votando no Fruet pois sei que ele na época fez seu trabalho, denunciou a corrupção do PT, mas que agora está unido a pessoas honestas e carrega na bagagem a educação que ganhou de seu pai Maurício. Corrupto tem em todo partido...fica a dica

  • Link do comentário cleiton Terça, 10 Julho 2012 10:50 postado por cleiton

    Querem é acha um motivo para jogar bombas contra o Fruet!! Simplesmente na época do mensalão ele criticou o PT assim como o Brasil inteiro, pois o mensalão foi uma piada e uma falta de ética, porén isso nao significa que agora se unindo ao pt...mais de 5 anos depois ele esteja de acordo e se tornou amigo dos corruptos....nada ver isso, pelo amor de deus!

  • Link do comentário Cristina Terça, 10 Julho 2012 10:47 postado por Cristina

    O fato do Fruet ter se unido ao PT não tem nada ver com o mensalão de 6-7 anos atrás. Naquela época, ele agiu coerentemente e conforme exigia seu cargo, denunciou os corruptos, os envolvidos no escândalo e como um bom político criticou o PT, por ele ser o partido dos envolvidos. Isso não significa que agora, aliado ao PT, Fruet concorde ou seja amigo dos corruptos os quais denunciou. Ele simplesmente se uniu ao partido que um dia criticou com razão, mas que agora está do seu lado de forma correta, ponto.

  • Link do comentário Mariana Lins Terça, 10 Julho 2012 10:03 postado por Mariana Lins

    Eu fico muito feliz de ver que a única queixa que vocês da oposição conseguem contra o Fruet é sua união com o PT. No partido de vocês há laranjas podres e boas, com certeza, e aposto que vocÊs não generalizam as pessoas e as idéias. Assim fez o Fruet, o PT não é só mensalão e corrupção, é idéias boas e é a voz do povo. Então como falar de incoerência se é isso que vem acontecendo diariamente na campanha do Ducci? O prefeito está desesperado entregando obras na cidade e prometendo mundos e fundos, mas já sabe que curitiba está de saco cheio de perder. O beto pode não ter registrado que ficaria quatro anos na pref. mas sabe que é isso que a cidade esperava dele, pois ao nos largar nas inconsequentes mãos do Ducci para assumir o governo ele perdeu muito da simpatia que ainda tinhamos por ele. Então gente, a campanha de vocês é puro ataque, o contrário da campanha do Fruet que tem ganhado a simpatia do povo por ser honesto. E não é esse tipo de crítica infundada que ele vai perder a admiração. Afinal vocês irão concordar comigo, vocês mudam de partido e de lado conforme os convém, então não podem abrir a boca para criticar ninguém não é?

Entre para postar comentários
Top