Celebrar ou não as datas comemorativas na escola?

Comemorar ou simplesmente lembrar? Valem as duas opções para as escolas que trabalham as datas comemorativas do ano com as suas crianças. Existem especialistas que não apoiam a proposta, mas vivenciando a escola no dia a dia, afirmo o quão valiosa ela é.

Ao trabalhar de maneira pedagógica e contextualizada as datas comemorativas com os alunos, enfatizamos a importância das mesmas no meio social que vivemos. É preciso sintonia entre o currículo e as datas destacadas. De forma bem pontuada pela equipe pedagógica, e escolhendo os momentos mais significativos para a comunidade em que a escola está inserida, a prática também é uma forma de fazer com que as crianças levem adiante a nossa cultura e história.

Citando o exemplo do Dia dos Pais que se aproxima, acredito que a escola deve esclarecer e trabalhar algumas questões como: o que é este dia para os filhos? E para os órfãos? E para adotivos? E que mudanças a estrutura familiar apresenta hoje? Trata-se de uma data que a instituição pode aproveitar para mostrar a importância da figura paterna e o respeito aos pensamentos, atitudes e condutas ensinados. Seja em comemoração ao Dia dos Pais, das Mães ou das Crianças, o mais valioso é celebrar o resgate da família, estrutura de maior valor para nós seres humanos.

É também função da escola lembrar outras datas festivas, como Dia da Árvore, Dia do Enfermeiro, Dia do Carteiro. Assim, conseguimos fixar nas crianças o valor das profissões, do meio ambiente e da realidade que nos cerca. Datas históricas como o Dia de Tiradentes trazem um resgate de papéis, mostram a importância das figuras históricas de nosso país. Já datas como Festa Junina remetem ao folclore, aos nossos costumes. Todas são referências de vida que precisamos ter, que fazem parte das nossas raízes. Assim, o trabalho pedagógico fica mais gostoso e contextualizado, com sentido para professores, alunos e para toda a sociedade.

*Esther Cristina Pereira – diretora da Escola Atuação, de Curitiba, e Diretora de Ensino Fundamental do Sinepe/PR (Sindicato das Escolas Particulares do Paraná)

Ler 2055 vezes
Entre para postar comentários
Top