Terça, 02 Abril 2013 13:45

Raio - X

Escrito por

Diplomata – O governo do Estado está ajudando a região na crise da Diplomata e junto com a Averama procura recolocar o Frigorífico nos trilhos.

Porém, a suspensão do pagamento do seguro-desemprego de ex-funcionários do frigorífico Diplomata, de Capanema, motivou o deputado federal Assis do Couto (PT) a solicitar mais uma audiência com representantes do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Em dezembro do ano passado, o parlamentar apresentou outros problemas trabalhistas relacionados à empresa ao secretário-executivo da pasta. Dia 21, a reunião foi com o diretor do Departamento de Emprego e Salário, Rodolfo Torelly, e com o coordenador-geral do Seguro Desemprego, Márcio Borges. Segundo o advogado dos ex-empregados, Nilceu Natalino Cavalheiro, os benefícios foram suspensos porque a Diplomata não recolhia o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) dos funcionários. Mas o diretor Rodolfo Torelly esclareceu que "o pagamento do seguro-desemprego não está vinculado ao recolhimento do FGTS". "Os trabalhadores não podem ser duplamente penalizados: primeiro pela empresa que não recolheu o FGTS e depois pelo governo, sem o pagamento do seguro", comentou Assis. O diretor do ministério assegurou que os pagamentos devem ser retomados esta semana.

 

Capanema – O Ponto de Atendimento ao Empreendedor, de Capanema, localizado na ACEC, realiza nos dias 15 e 16 de abril, no horário das 19h às 23h, curso para quem quer ser empresário, coordenado pelo Sebrae. Os empresários que já estão em atividade, também podem aperfeiçoar o seu lado empreendedor. O investimento é de R$ 50. Os temas são: Dimensão do saber conhecer: obter informações, técnicas e procedimentos para planejar seu negócio; Dimensão do ser/conviver: refletir sobre as características indispensáveis aos empreendedores; Dimensão do saber fazer aplicação: coletar informações no mercado para aplicar no planejamento do futuro negócio; Realizar análise de viabilidade do negócio; Elaborar o Plano de Negócio; e, Tomar decisões sobre o futuro negócio.

 

Corredor Rodoviário - Governador Beto Richa autorizou os estudos para a implantação do corredor ligando as BRs 163 e 153. Trabalhos devem ser iniciados em maio e serão investidos R$ 10,2 milhões na elaboração de projetos que definirão trechos que precisam ser duplicados ou receber terceiras faixas, além de trincheiras e pontes. Novo corredor passará por 12 municípios ao longo de 287 quilômetros de rodovias. Os primeiros estudos ficarão a cargo do DER e deverão ser concluídos no início de 2014. As rodovias a serem avaliadas são: PR-182, PR-483, PR-180, PR-280 e PR-158. As estradas cruzam os municípios de Realeza, Santa Izabel do Oeste, Ampére, Pinhal de São Bento, Manfrinópolis, Francisco Beltrão, Marmeleiro, Renascença, Vitorino, Pato Branco, Mariópolis, Clevelândia e Palmas.

 

Paraná doador - Na Assembleia Legislativa, o Secretário da Fazenda, Luiz Carlos Hauly disse que o Paraná tem sido sistematicamente prejudicado em sua receita pelo governo central, ressaltando esperar que os ministros paranaenses ajudem a liberar mais recursos para o Estado. Ele ressaltou que o Orçamento da União prevê investimentos de apenas R$ 806 milhões no Paraná neste ano.

 

Mais uma - A Câmara dos Deputados começa a analisar projeto de lei que cria mais uma infração de trânsito. Apresentado pelo deputado federal Marcelo Almeida (PMDB-PR), o projeto de lei 5225/2013 acrescenta ao artigo 185-A do Código de Trânsito Brasileiro a infração de "deixar de realizar manobra de conversão obrigatória, à esquerda ou à direita, de acordo com a sinalização e quando estiver na faixa exclusiva destinada à conversão". Quando aprovado o projeto, esta passará a ser uma infração média, com aplicação de multa de R$ 85,13 e inclusão de quatro pontos na Carteira de Habilitação. Atualmente, esta manobra não é tipificada como infração de trânsito. Muitos motoristas, inclusive, aproveitam as faixas destinadas à conversão à direita ou à esquerda para ultrapassar outros veículos que formam filas em faixas para seguir em frente. Como esta é uma manobra que contraria a sinalização de trânsito (horizontal e vertical), Almeida defende a criação da nova infração. "Por definição, as placas de regulamentação são imperativas e a sua desobediência configura uma infração. Nesse caso, existem as placas regulamentadas de vire à esquerda (R-25) e vire à direita (R-25b), mas não existem as infrações. É isso que queremos corrigir", justifica o deputado. Almeida lembra que a sinalização horizontal, com a faixa branca contínua acompanhando a conversão desejada pela engenharia de tráfego, deve ser acompanhada pelas placas R-8 ou R-8b (Proibido Mudar de Faixa de Trânsito, à esquerda ou à direita), para melhor orientar os motoristas e tipificar a infração.

 

Coagro - Os membros dos conselhos de administração e fiscal, gerentes de divisão e gerentes de unidades da Coagro - Cooperativa Agroindustrial em reunião dia 21 março, em Capanema, definiram os locais onde serão instaladas as futuras agroindústrias da entidade, conforme o cronograma de investimentos apresentado durante a Assembleia Geral Ordinária realizada dia 31 de janeiro. Segundo o presidente da Coagro, Sebaldo Waclawovsky, inicialmente discutiu-se o “Projeto Leite”, que prevê a ampliação da capacidade de produção de queijos na unidade em Capanema — gerida em parceria com a Central Frimesa — de 45 mil litros/dia para 80 mil litros/dia. Após a apresentação do projeto de expansão, definiu-se que, antes de colocá-lo em prática, será efetuado, ainda este ano, um investimento na ordem de R$ 500 mil na ampliação da capacidade de fornecimento de água e das lagoas de tratamento dos efluentes, além da aquisição de um novo tanque de estocagem e, na sequência, os investimentos para aumento da produção. Dentro deste projeto está a implantação de uma fábrica de rações com capacidade para 5 toneladas/hora, utilizando 500 sacas de milho por dia, que deverá ser instalada junto à unidade da Coagro em Capanema, produzindo rações ensacadas e a granel para gado leiteiro, com investimentos em torno de R$ 3 milhões, sendo que as obras devem ter início ainda este ano.

 

Corrida eleitoral – A nível de Brasil, a presidenta Dilma é candidatíssima à reeleição e já organiza a sua base eleitoral. O PSDB vai de Aécio Neves, o PSB terá Eduardo Campos. Marina Silva está solidificando a REDE para ser candidata a presidente. Outros nomes devem surgir por partidos nanicos. Mas no principal, são estes os nomes que devem disputar o eleitorado brasileiro. No Paraná, alguns chegama dizer que talvez não aconteça, mas a disputa será polarizada entre o Governador Beto Richa (PSDB) e a ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann (PT). O senador Roberto Requião tenta convencer o PMDB de que deve ser candidato, mas a maioria, liderada pelo deputado Osmar Serraglio, deve ir de Beto Richa. O PDT não sabe com quem vai. Parte (Augustinho Zucchi, Edgar Bueno e Fernando Scanavaca), vai de Beto Richa, outra parte, quer Gleisi e ainda uma terceira via, prefere Eduardo Campos (PSB) para presidente ea candidatura própria de Osmar Dias para governador. Como o senador Alvaro Dias será candidato ao Senado Federal pelo PSDB, o caminho de Osmar está complicado, que deve optar por uma candidatura à Câmara Federal e ficar, no mínimo, quieto, abrindo caminho para a reeleição de Beto. É o jogo político que está fervendo nos bastidores.

 

Ovo sem imposto - O governo do Paraná vai pedir à bancada do Estado no Congresso a apresentação de uma emenda incluindo o ovo de galinha na cesta básica na medida provisória que zera o Pis/Cofins dos alimentos. Segundo maior produtor do País, depois de São Paulo, o Paraná quer incentivar o consumo de ovos.

 

Ringue eleitoral - O clima de eleição antecipada entre PT e PSDB não se limita à corrida presidencial. No Paraná, o governador tucano Beto Richa e a ministra-chefe da Casa Civil, a petista Gleisi Hoffman, travam disputa pela hegemonia no Estado. Gleisi ampliou sua agenda na região, nos últimos meses, entregando recursos de programas federais diretamente aos prefeitos. O governador contra-ataca, marcando eventos nas mesmas cidades, alguns dias antes.

Ler 782 vezes
Mais nesta categoria: « Raio-X Raio-x »
Entre para postar comentários
Top