Terça, 16 Abril 2013 14:12

Raio-x

Escrito por

Contra a impunidade – A Adjori-Brasil – Associação dos Jornais do Interior do Brasil, da qual o Jornal Novo Tempo é filiado através da Adjori-PR e que tem a vice-presidência ocupada pelo diretor deste periódico, Sérgio Jonikaites, em reunião mantida em Brasília, dia 10, defende publicamente a derrubada da PEC 37. P

Pois na condição em que se apresenta, é um atentado à liberdade e à democracia, inviabilizando qualquer investigação contra o crime organizado, desvio de verbas, corrupção e abusos cometidos por agentes do Estado violando os direitos humanos. A aprovação da PEC 37 institui no Brasil a impunidade. Por isso, os jornais do interior do Brasil se posicionam terminantemente contra este atentado ao direito conquistado na defesa do interesse comum.

 

Golpe – A cada dia surge um novo golpe na praça. Um dos recentes, é de supostas empresas que ligam para empresários dizendo que estão trabalhando no registro de marcas e patentes. Ao oferecerem o suposto serviço de encaminhamento da documentação junto ao INPI – Instituto Nacional de Registro de Marcas e Patentes, dão um prazo demasiadamente curto para você decidir e solicitam um valor de pagamento em boleto de R$ 800,00. Estas pessoas estão bem informadas, pois o mercado exige que você tenha marca registrada. O Jornal Novo Tempo tem a sua marca registrada e o processo é mais ou menos lento, mas conseguimos. Tivemos a assessoria de uma empresa, mas todo o contato foi feito por e-mail e telefone, sem muita pressa explicando todos os detalhes.

 

Golpe 1 – Para não cair no golpe, pois muitas empresas estão correndo atrás da sua marca, orientamos que os empresários busquem informação na sua Associação Comercial e Empresarial, ou então, na Cacispar, que contam com indicações de empresas que trabalham no ramo. Ligue inicialmente na sua entidade local, na Associação Comercial e se não tiver sucesso, busque a Cacispar, pelo fone: (46) 3524-8052. Se a sua marca for registrada ninguém pode usá-la. A marca Jornal Novo Tempo somente poderá ser usada por nós. Outro que usar, é picaretagem.

 

Planejamento – Em contato com Secretarias de Estado e com Ministérios, recebemos a informação de que poucos municípios paranaenses estão preparados com equipe de planejamento para buscar recursos. Tanto o Governo Federal, quanto o Governo Estadual, trabalham sob projetos. Ofício não quer dizer nada, a não ser, uma mera intenção. Se os prefeitos encaminharem os projetos dizendo o que querem, onde aplicar os recursos, qual a participação do município e a importância do projeto, os governos, tanto estadual quanto federal, irão direcionar o pedido para o Ministério ou Secretaria e verificar em qual programa o projeto se encaixa. Então, quem quer aproveitar a gama de recursos que serão destinados pelos governos estadual e federal, pois todos sabem que antes das eleições, são abundantes, e não é compra de votos, somente uma oportunidade, trate de acionar suas equipes de planejamento, e rápido.

 

Planejamento 1 – Alguns municípios da região se destacam na organização e estão cravando bons projetos nos governos federal e estadual. Na questão estadual, o município de Santa Izabel do Oeste está sendo exemplo para outros municípios no encaminhamento de projetos. A equipe do prefeito Moacir Fiamoncini está sendo solicitada a auxiliar outros municípios. Fiamoncini destacou no início do ano que a primeira atividade da sua administração seria o de planejar as ações para todo o seu mandato, especialmente, para este primeiro período de dois anos (2013-2014) para aproveitar a abertura de torneiras dos governos. Os resultados serão ótimos.

 

Adjori-Brasil – Estivemos em viagem de preparação do Congresso Nacional de Jornais do Interior do Brasil. A previsão é de o Congresso aconteça em outubro deste ano, em Brasília, com a participação de mais de mil jornais de todo o interior brasileiro. Numa das reuniões, com o Chefe do Gabinete da Casa Civil da Presidência da República, Leones Dall’Agnol, tivemos também a presença do Assessor Especial da Casa Civil da Presidência da República, o ex-prefeito de Realeza, Eduardo André Gaievski. A Adjori-Brasil recebeu sinal verde para definir o projeto do Congresso que terá palestras, treinamentos, cursos e troca de informações entre os jornais de todos os estados brasileiros. O Estado do Paraná terá participação decisiva na organização e concretização do evento.

 

Dívidas - O número de consumidores que quitou suas dívidas em atraso atingiu recorde nos primeiros três meses do ano, segundo levantamento da Serasa Experian. No período, 7,2 milhões deixaram de ficar inadimplentes, um aumento de 4,3% em comparação com o mesmo período do ano passado. A pesquisa mostra que cada consumidor teve que regularizar entre três e quatro dívidas, de janeiro a março, para deixar a lista de inadimplentes. De acordo com a Serasa, os juros reduzidos e o baixo nível de desemprego no país motivaram a redução nas dívidas. A pesquisa foi realizada com base no número de CPFs retirados do cadastro de inadimplentes da empresa. O excesso de operações de crédito nos anos de 2010 e 2011 levou os níveis de inadimplência a máximas recordes no meio do ano passado e reduziu a procura por novas contratações. Consumidores endividados priorizaram o pagamento dos débitos e evitaram contrair novas dívidas. Os bancos também adotaram postura mais conservadora e diminuíram a oferta de crédito no período. Nos últimos meses do ano passado, com a priorização do pagamento de dívidas, os índices de inadimplência iniciaram uma trajetória de recuperação. Com maior renegociação de dívidas, houve leve melhora na procura por crédito após o período de recuo no ano passado. A demanda por crédito cresceu no primeiro trimestre, um sinal de que consumidores já encontram mais espaço para novas dívidas.

 

Corrupção - O programa “Fantástico”, da TV Globo, mostrou na noite de domingo, detalhes das investigações da mega operação realizada há alguns dias pelo Ministério Público Federal, em parceria com a Polícia Federal, na qual 101 pessoas foram presas em 13 estados, por suspeita de crimes como lavagem de dinheiro, superfaturamento, venda ilegal de documentos e vários outros tipos de golpe. Entre os casos que vieram a público e que foram mostrados pela reportagem do “Fantástico” estão o de venda de carteiras de habilitação para dirigir ônibus e caminhões, assim com venda de certificado para que pessoas possam transportar cargas perigosas sem fazer curso nenhum, e também prefeituras suspeitas de superfaturar shows de nomes conhecidos da música brasileira. O programa percorreu algumas das cidades onde a farra com dinheiro público levou diversas pessoas à prisão. “O que é de estarrecer é justamente essa sede, essa vontade de ir em cima de recursos, de verbas vindas da sociedade, do povo, por pessoas inescrupulosas no ambiente do patrimônio público”, diz Oswaldo Trigueiro, presidente do Conselho Nacional de Procuradores Gerais.

 

Casa & Construção – A V Feira Casa & Construção começou ontem, terça-feira, dia 16, e se estende até o sábado, dia 20. O evento setorial será uma vitrine do potencial da arquitetura, engenharia, móveis, imobiliárias, design, equipamentos, decoração, máquinas e serviços que integram a cadeia produtiva da construção civil. A Casa & Construção 2013 é uma realização da Associação Comercial e Empresarial de Pato Branco (ACEPB), Sebrae/PR, Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pato Branco, Associação Regional de Engenheiros e Arquitetos de Pato Branco (AREA-PB), Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Paraná (CRECI-PR), com apoio do Sindicomércio e Faculdade Mater Dei. O ingresso para todos os dias da feira custa R$ 5,00. O estacionamento está tabelado em R$ 5,00. Nas áreas externas e internas dos pavilhões do Centro Regional de Eventos de Pato Branco, 55 empresas apresentam novos produtos e serviços para a cadeia produtiva da construção civil, o que projeta um cenário de bons negócios para empresas dentro de um ambiente de inovação. 

 

Jogo limpo – O prefeito de Realeza, Milton Andreolli e sua equipe administrativa, disponibilizam hoje à tarde, na Prefeitura Municipal, todos os documentos solicitados por alguns vereadores. O prefeito Milton destaca que não são documentos sobre a atual administração e sim, dos anos de 2012, 2011, 2010 e 2009, da administração do prefeito Eduardo Gaievski. “Como todos os processos e aquisições foram feitos de forma limpa e transparente, com os serviços contratados e produtos adquiridos colocados à disposição da população, não há o que temer. O jogo é limpo e os documentos estão à disposição dos vereadores e da população. Tudo o que foi adquirido, respeitou-se o princípio da transparência, por isso, não temos nada a temer. Aliás, mesmo os documentos não solicitados por hora, estão à disposição de todos os munícipes, que podem ter acesso a qualquer tempo”, destaca o prefeito Milton.

 

R$ 500 bilhões – Até ontem, segundo o impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) atingiu a marca de R$ 500 bilhões arrecadados pelo governo em impostos federais, estaduais e municipais desde o início do ano. Em 2012, a cifra foi alcançada 17 dias depois, em 2 de maio. Só o Estado de São Paulo arrecadou R$ 47,5 bilhões. A União responderá por R$ 380,4 bilhões dos R$ 500 bilhões. “A soma do montante de impostos arrecadados no País desde o lançamento do painel, de 2005 até agora, é assustadora. Mais de R$ 9 trilhões arrecadados em oito anos”, comentou, em nota distribuída à imprensa, o presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Rogério Amato. A ACSP informou que, com o total arrecadado no País nos últimos oito anos, é possível, por exemplo, comprar 114,8 milhões de ambulâncias equipadas ou ainda construir 264,1 milhões de casas populares de 40 metros quadrados.

Ler 772 vezes
Mais nesta categoria: « Raio-x Raio-X »
Entre para postar comentários
Top