Sexta, 24 Mai 2013 10:58

Raio-X

Escrito por

O prejuízo – Uma operação do Ministério Público prendeu oito suspeitos de fraudar quase R$ 3 bilhões em impostos.

 

O grupo empresarial, que atua no ramo de processamento de soja e tem unidades espalhadas pelo interior de São Paulo, é acusado de comprar créditos tributários gerados por empresas de fachada e com isso conseguia sonegar em média R$ 100 milhões por ano. Quatro empresários produtores de soja, três servidores públicos da Secretaria da Fazenda de São Paulo e um advogado foram presos em operação do Ministério Público contra uma quadrilha que promoveu um rombo de R$ 2,7 bilhões. Foram apreendidos computadores, documentos, quase R$ 1 milhão e barras de ouro.

 

Corrupção x Tornado -O valor que o MP apurou até agora, na corrupção somente do grupo empresarial de processamento de soja, dá para recuperar e sobra dinheiro, todo o estrago causado pelos tornados, nos Estados Unidos da América, nesta semana. O subúrbio de Oklahoma City foi devastado por um enorme tornado que atravessou a região de Moore na segunda-feira dizimando quarteirões de casas e deixando pelo menos 24 mortos e cerca de 240 feridos. Casas, escolas e um hospital viraram escombros depois que o tornado atravessou a região da cidade de Oklahoma com ventos superiores a 200 km/h, deixando um rastro de destruição de 23 km de comprimento e 2 km de largura. O Governo americano estima que serão necessários cerca de R$ 2 bilhões para reconstruir a região afetada, menos do que um grupo de pessoas retirou dos cofres públicos no Brasil, agindo em cinco estados. Imagine só se somarmos tudo o que é corrompido no Brasil!? Dá para reconstruir um Estados Unidos inteiro.

 

 

Devassador – O tornado que atingiu Oklahoma, na região central dos Estados Unidos, liberou uma energia de oito a 600 vezes superior à bomba atômica de Hiroshima, no Japão, segundo diversos meteorologistas consultados pela Associated Press. A maioria dos especialistas fez estimativas mais próximas da ponta final. A estimativa da energia liberada foi feita com base em 1 hora de vida do tornado. Harold Brooks, um pesquisador meteorológico da Laboratório Nacional de Grandes Tempestades, disse que esse é um percurso longo para um tornado comum, mas não é incomum para um tão violento. Menos de 1% dos tornados ocorridos nos EUA são tão violentos, ou cerca de dez por ano, disse ele. Acredito que todos os casos de corrupção já evidenciados no Brasil são bem violentos contra a população brasileira. São várias bombas atômicas disparadas contra a economia nacional, é devassador.

 

Vem corte por aí (crise)  – Os ministérios do Planejamento e da Fazenda anunciaram o corte de R$ 28 bilhões nos gastos do orçamento de 2013. O tamanho do contingenciamento consta do Relatório Bimestral de Receitas e Despesas relativo ao segundo bimestre do ano. “Para garantir o cumprimento da meta de superávit primário, o relatório indica a necessidade de redução de R$ 28,0 bilhões nas despesas, sendo R$ 5,0 bilhões em obrigatórias e R$ 23,0 bilhões em discricionárias”, diz o documento divulgado pelo ministério do Planejamento. Segundo o texto, “o cenário de crise internacional levou o governo a adotar e manter medidas de estímulo à economia que, neste momento, levam à redução na arrecadação e ao aumento das despesas”. O governo reduziu a previsão de receitas totais em R$ 67,794 bilhões. Com isso, a estimativa de receita total, que na Lei Orçamentária de 2013 era de R$ 1,253 trilhão caiu para R$ 1,185 trilhão. A previsão de receita não administrada caiu R$ 19,817 bilhões e das receitas administradas, foi projetada uma queda de R$ 47,976 bilhões.

 

Desequilibrado  – O 1º vice-presidente da Câmara, deputado André Vargas (PT-PR), disse que as declarações do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, sobre o Congresso são “lamentáveis” e demonstram seu despreparo para conduzir um dos poderes da República. “Essas declarações são de alguém que não tem apreço pela democracia brasileira. Aqui todos foram eleitos. São opiniões de alguém que não tem equilíbrio e não está em condições de presidir o Supremo”, disse Vargas, que, está em exercício na Presidência da Câmara, pois o presidente Henrique Eduardo Alves está em visita oficial aos Estados Unidos. André Vargas afirmou também que o ministro é responsável pelos desentendimentos entre o Legislativo e o Judiciário. “Ele é o fator da crise entre os poderes; se hoje nós temos uma crise, a causa se chama Joaquim Barbosa”, declarou. André Vargas, no entanto, fez questão de frisar que as críticas são apenas de Joaquim Barbosa e não representam a opinião de todo o STF. 

 

Declarações  – Durante uma palestra para estudantes de Direito em uma faculdade privada de Brasília, Joaquim Barbosa disse que o grande problema do Brasil é que o Congresso é totalmente debilitado e dominado pelo Executivo. O presidente do Supremo também criticou os partidos brasileiros, que, para ele, “são de mentirinha” e não representam os eleitores. Em relação a essas declarações, Vargas lembrou que foi o próprio STF que suspendeu a análise de um projeto de lei no Congresso que limitaria a criação de novas legendas. “Foi exatamente o Supremo Tribunal Federal que interditou a votação de um projeto de lei [PL 4470/12, aprovado no mês passado pela Câmara] de mais de um ano, em uma violência jamais vista, que visava justamente evitar a proliferação de partidos”, argumentouBarbosa”, declarou. André Vargas, no entanto, fez questão de frisar que as críticas são apenas de Joaquim Barbosa e não representam a opinião de todo o STF. 

Apoio nacional Não há nada errado em falar a verdade, mesmo que isso fira o ego de alguém. O trabalho dos três poderes deve estar voltado à nação e ao povo e não aos seus próprios interesses. Está na hora de passar este país a limpo. Não entendo o esperneio dos políticos pelas declarações do ministro Joaquim Barbosa. Ele não falou nada além da verdade. Veja por exemplo o PT, que deixou de lado a ideologia ao agrupar-se a Sarney, Collor, Renan, Maluf, Henrique Alves, Jader Barbalho e vários outros para chegar ao poder. Outro exemplo recente foi a MP dos Portos, onde ficou bem evidenciado como funciona a tal “ideologia”. O Joaquim é corajoso. Pena que fica no discurso e não na prática. Como diz o Tite: “Fala Muito”!!!

 

Verdade - Olhando de perto, o presidente do STF disse uma verdade que incomoda os partidos e seus donos. Há partidos que são propriedade de políticos ou de pessoas. Os exemplos são muitos. Aqui na região ocorre isso. É um balcão de negócios. Dirigentes partidários repassam o partido em troca de votos e de negociatas nas esferas municipais, estadual e federal. Tem partido que é formado por um grupo de 5 pessoas (Comissão Provisória) e que se colocar um candidato, não faz os cinco votos, mas negocia em condições de igualdade com quem tem trabalho partidário sério (se existe seriedade, acho que sou mais Joaquim).

 

Conta única – O governador Beto Richa quer centralizar a arrecadação para melhor controlar os gastos públicos. É uma manobra que visa dar melhores condições de gestão e que está sendo repudiada por quem gosta de colocar a mão no pote. Se o tesouro é um só, por que distribuir o dinheiro em vários locais, geralmente longe dos olhos de quem deve gestionar e fiscalizar. Simplificar é muito importante, pelo menos acaba com os cabides de empregos.

 

 

Bolsa Família  – O tumulto, e até mesmo o pânico, que tomou conta da população após boatos do fim do programa assistencialista Bolsa Família é a prova cabal do fracasso desse tipo de política. Se, após nove anos de programa – 11 se forem incluídas as bolsas do governo FHC –, se consegue apenas um fim da miséria cartorial e uma população amedrontada, está provado que o programa visa distribuir miséria e não construir riqueza. 

 

Ler 762 vezes
Mais nesta categoria: « Raio-X Raio-X »
Entre para postar comentários
Top