Semana Mundial da Amamentação
Divulgação

Por Fabiane Deitos

 

Comemorada de 1º a 07/08, a Semana Mundial da Amamentação tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância dos bebês menores de 6 meses receberem aleitamento materno. Pois, segundo os dados do Ministério da Saúde, apenas 41% dos menores são alimentados exclusivamente com leite materno.

 

Embora a taxa seja semelhante à média mundial, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), os números ainda estão abaixo das expectativas. Para a OMS o ideal seria que entre 90% a 100% dos bebês recebessem o alimento. Apesar de ser um ato natural, a amamentação deve ser incentivada pela família, profissionais de saúde e empregadores.

 

O bebê amamentado pela mãe recebe um alimento completo que supre plenamente as necessidades nutricionais. Em termos de composição, o leite materno é imbatível e, ainda, proporciona o contato físico e visual entre mãe e bebê e a transferência passiva de imunoglobulinas que auxiliam na imunidade. Quando a mulher amamenta, perde muito mais rapidamente o ganho de peso decorrente da gestação e é agraciada com a sensação de prazer e plenitude por cumprir plenamente o papel de mãe.

 

A estimulação deve ser, principalmente, nos 

primeiros meses de vida, quando o leite é o único 

alimento que o bebê vai receber. A amamentação pode ser mantida por tempo indefinido, 

dependendo da análise de cada caso e da condição de nutrição da criança. 

 

Ler 1897 vezes
Entre para postar comentários
Top