Tragédias no Sudoeste
Sérgio Jonikaites

Redação JNT

 

O mês de dezembro começou com tragédias nas rodovias da região, nos lagos e em residência.

No último dia do mês de novembro, a região contabilizava mortes violentas e trágicas. Na segunda-feira, 02/12, um acidente na Rodovia PR 483, próximo de Ampére, na localidade de Linha São Thomaz, por volta das 16h30, uma colisão frontal envolvendo os veículos Gol placas AOE 2830, de Ampére, conduzido por Vilmar Lazarin, 52 anos, o veículo Gol placas MCY 2140, de Francisco Beltrão conduzido por Gilmar Fraga Vargas, 30 anos, o veículo Fiesta, placas AVH 8869, de Ampére conduzido por Elizete Massolo, 50 anos, e um Caminhão Trator Scânia, placas AGN 9615 de Planalto, conduzido por Sidnei Marcelo Ritter, 38 anos, resultou em danos de grande monta nos veículos Gol, de média monta no veículo Fiesta e pequena monta no caminhão e ferimentos leves em Vilmar Lazarin e Marli Blodoff Lazarin, condutor e passageiro do veículo Gol, em Elizete Massolo e Valdecir Alves Branco, condutora e passageiro do veículo Fiesta e ainda resultou na morte de Vilmar Fraga Vargas, condutor do veículo Gol.

Vilmar Lazarin e sua esposa Marli ficaram presos entre as ferragens e foram retirados pelos Bombeiros voluntários de Ampére e conduzidos ao Hospital Santa Rita, em Ampére. O corpo de Vilmar Fraga Vargas foi encaminhado ao IML de Francisco Beltrão.

Uma grande fila de veículos se formou nos dois sentidos até que os envolvidos fossem atendidos e a retirada dos veículos que ficaram sobre a pista.

 

Atropelamento

Por volta das 20h de segunda-feira, 03/12, um atropelamento na Rodovia PR 281, entre Santa Izabel do Oeste e Realeza, resultou na morte da pedestre Liana Alves de Deus. O veículo envolvido foi uma Camionete F 1000, placas HUA 5162, de Realeza, conduzida por Ermínio Bellé, 80 anos. O corpo foi encaminhado ao IML de Francisco Beltrão. Informações dão conta de que a pedestre era andarilha e a documentação é de origem de Curitiba.

Neste ano de 20134, a Polícia Rodoviária do sudoeste, região da 6ª Cia BPRv de Pato Branco já registrou até segunda-feira, 03/12, 1.180 acidentes que resultaram em 86 vítimas fatais e 935 feridos. Alguns destes feridos foram a óbito depois de receberem atendimento médico.

 

Criança de três anos cai em poço e morre

Uma criança de três anos, residente no Bairro Padre Ulrico, em Francisco Beltrão, morreu afogada segunda-feira, 03/12, ao cair dentro de um poço ao lado da casa da família. NSR brincava nas proximidades da casa e quando a família percebeu o seu desaparecimento fez buscas e junto com populares a encontraram no poço. Após ser retirada, junto com uma equipe do SAMU, foi removida a casa hospitalar numa tentativa de reanimá-la, mas não foi possível. Uma tia cuidava da menina e de outras crianças, enquanto os pais estavam no trabalho.

 

Afogamento em praia artificial

O jovem Kenner Preus, 19 anos, residente em Realeza, perdeu a vida por afogamento na praia artificial de Nova Prata do Iguaçu. O fato ocorreu no sábado, 30/11, mas o seu corpo foi encontrado somente no domingo, 01/12.

 

Duas mortes no rio Iguaçu

Em Capanema, no rio Iguaçu foram registradas duas mortes por afogamento. Delmar Nesk, 38 anos, e Vanderlei Pobram, 23 anos, foram pescar na quarta-feira, 27/11, em um pequeno barco e acabaram caindo nas águas do rio Iguaçu. O incidente ocorreu na comunidade de Linha Esmeralda. O Corpo de Bombeiros encontrou o corpo de Vanderlei no domingo, 01/12, na comunidade de Linha Cristo Rei. Até ontem, o corpo de Delmar não havia sido encontrado.

Nos últimos dias, foram registradas cinco mortes por afogamento na região. 

 

Pescador encontra corpo

Uma pessoa morta, com o corpo em decomposição, foi encontrada nas margens do rio Iguaçu, em Rio Bonito do Iguaçu, na noite de sábado, 30/11. O homem aparenta ter uns 50 anos de idade, trajava bermuda jeans e camisa azul.

 

Pedestre morre atropelado por moto

Vítima de acidente ocorrido na madrugada de sábado, 01/12, na avenida Júlio Assis Cavalheiro, em Francisco Beltrão, o pedestre Atalíbio da Luz dos santos, 50 anos, conhecido pelo apelido de “Índio”, morador na comunidade de Seção São Miguel e que catava latinhas, acabou entrando em óbito ao ser atropelado por uma moto conduzida por Jerri Adailson Rodrigues que sofreu ferimentos graves.

 

Vítima não resiste

A jovem Ana Maria Valensuelo, 27 anos, não resistiu aos ferimentos e entrou em óbito, na madrugada de sexta-feira, 29/11. Ela estava internada na UTI, em Pato Branco depois de sofrer ferimentos graves em um acidente na BR 158, em Coronel Vivida. Ana Maria era de Chopinzinho e no acidente também se envolveu um irmão dela, Carlito Valensuelo, 19 anos. Os dois tiveram uma perna amputada cada um. Eles conduziam uma moto e se envolveram em acidente com uma Camionete Ranger, de Barracão.

 

Vigia é assassinado

João Idalécio de Oliveira, 59 anos, foi assassinado na madrugada de quinta-feira, 28/11. Ele trabalhava como vigia no Parque Alvorada. O autor ou autores se utilizaram do próprio cacetete do vigia para agredi-lo e matá-lo. O seu corpo foi jogado nas águas do rio Marrecas que passa nos fundos do Parque, local de grande visitação e de lazer.

A Polícia investiga o caso que é tratado como latrocínio, roubo seguido de morte, já que não foi encontrado dinheiro na carteira da vítima. O fato gerou indignação por parte da população que cobra por mais segurança no local e por melhores condições em estrutura para atender os visitantes. Alguns equipamentos da Academia da terceira idade apresentam danos pelo tempo, banheiros públicos em péssimas condições, inclusive sem porta, constrangendo quem utiliza e falta de pessoal para cuidar do patrimônio público que constantemente são depredados por atos de vandalismo.

 

Ler 3127 vezes
Entre para postar comentários
Top