O outono em três atos: Frio, saúde e tendências
Divulgação

Depois de um verão com temperatura altas e clima seco, esta semana inicia o outono, com temperatura mais amena e menos chuva.

A transição de estações traz noites mais longas e nevoeiros frequentes pela manhã.

 

Mais frio do que o normal

Apesar do verão de calor histórico neste ano, não será um outono atípico. Mas a estação será mais fria do que as dos anos anteriores.  Segundo a Simepar, a partir da segunda quinzena de abril, o risco climático de geadas aumenta nas regiões mais altas do Estado (Palmas, Guarapuava e Inácio Martins). Em maio e junho o risco abrange todas as regiões do Paraná.

O boletim climático divulgado nesta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as temperaturas tendem naturalmente a apresentar redução no decorrer da estação, mas neste ano o frio deverá ser intenso e com geadas precoces. 

Em maio, a temperatura mínima vai cair ainda mais do que o esperado nesta época,

 

Saúde

Devido a mudança de clima, a entrada do outono requer alguns cuidados com a saúde. Além do frio, a queda na umidade do ar e o aumento da poluição possibilitam a ocorrência de reações alérgicas, tais como rinites e conjuntivites. Frequentemente, as pessoas permanecem em ambientes fechados, o que ocasiona a transmissão de viroses, como resfriados, gripes e suas complicações, como faringites, sinusites e pneumonias, entre outras. Crises de asma também costumam ocorrer quando há mudanças súbitas de temperatura (mais de 10 graus no mesmo dia).

A dica é manter o ambiente arejado, e acima de tudo muito liquido. Seja de água, chás, sucos naturais ou água de coco. A alimentação deve ser mais leve e balanceada e vale salientar a importância da vacina contra a gripe, que deve ser feita todos os anos, em maiores de seis meses de idade. Outra dica para os dias muito secos é colocar umidificadores nos ambientes, ou toalhas molhadas e bacias com água nos quartos para aumentar a umidade do ar. A higiene também é importante. É preciso evitar o acúmulo de poeira  na casa e nos móveis, limpando sempre com pano úmido. Também é preciso manter as mãos limpas e a pele do corpo hidratada.

Nesse período, também ficamos mais carentes de Vitamina D, devido à tendência de dias mais nublados. Por isso, aproveite o sol do outono, já que os raios solares nesta época do ano são menos nocivos à pele. Mas não deixe de usar protetor.

 

Em alta

Estampas de animais, transparências, rendas, linhas verticais, xadrez, jeans e a cor cinza serão as tendências do outono. 

– O xadrez é uma das peças que nunca saem de moda, podendo ser usado em camisas e vestidos – explicam 

estilistas.

O couro e as franjas também estarão em alta. As franjas aparecem pincipalmente em saias com barras recortadas, que conferem bastante movimento às peças. Sempre presente no inverno, o couro aparece revisitado em modelagens estilo alfaiataria.

 

Unhas 

Estarão em alta tons fechados e sóbrios – roxo escuro e vermelho por exemplo – e brilho controlado. Um dos efeitos que prometem é o duocromático, com tons prateados combinando com cores escuras. Os nudes não saem de mora, e aparecem em tons mais puxados para o chocolate e o cinza.

 

Cabelo

Entre as principais tendências de cores de cabelo para o outono inverno 2013/2014, imperam os tons naturais, resultando numa coloração de cabelo menos artificial. Tons terra, dourado e acobreado estarão em alta. De fora, ficam os vermelhos e os bordeaux, que dão lugar aos tons intensos de cobre, com o loiro avermelhado e o castanho acobreado.

 

Ler 1620 vezes

Itens relacionados (por marcador)

Entre para postar comentários
Top