Dois ministros e o Sudoeste

Deputado Assis do Couto

 

Na semana passada, em Brasília, estive com dois ministros do governo Dilma:

Ricardo Berzoini, da Secretaria de Relações Internacionais, e Neri Geller, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Nas duas conversas, tive a oportunidade de falar aos ministros um pouco mais sobre nosso projeto para aproximar a Embrapa do sudoeste do Paraná. Não só a Embrapa, mas todo o conhecimento que esta empresa possui precisam estar disponíveis e relacionados à agricultura familiar na nossa região.

A conversa com o ministro Berzoini, no Palácio do Planalto, foi produtiva. Falamos sobre a aprovação da emenda de bancada que passa de R$ 25 milhões para construção do Centro de Transferência de Tecnologia em parceria com a Embrapa, em Francisco Beltrão. E, como presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, apresentei o plano de trabalho da comissão para este ano ao ministro. O mesmo plano foi debatido e aprovado pelos deputados que fazem parte do colegiado, durante a reunião da comissão na quarta-feira (09).

Na comissão, para este ano, teremos algumas prioridades legislativas, que vocês podem conferir na página do mandato na internet (www.assisdocouto.com.br) relacionadas a cinco grandes eixos temáticos. São eles: Mulheres, Direito à Memória, à Verdade e Justiça, Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional, Diversidade e Combate ao Preconceito, à Violência e à Intolerância e, por último, mas não menos importante, a os Direitos Humanos Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais.

Já com o ministro da Agricultura, Neri Geller, a conversa teve como foco principal o projeto de aproximação da Embrapa com a região. E o ministro garantiu apoio total ao projeto. Tanto, que já está convocada uma reunião do ministro, com assessores do MAPA (Ministério da Agricultura e Pecuária) e Embrapa para a próxima segunda-feira. O ministro quer entender melhor o projeto, saber o que foi definido na audiência pública que realizamos em Francisco Beltrão, para avançarmos no pagamento da emenda de bancada e construção do Centro.

*

Além de contar um pouco aos leitores deste jornal da minha atuação em Brasília, não posso deixar de também usar este nosso espaço semanal de comunicação para parabenizar os 50 anos do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) de Ampére. Estive celebrando junto com os agricultores, pouco antes de me juntar aos participantes da Assembleia Geral da Unicafes-PR, em Francisco Beltrão.

Depois, estive em Pinhão para participar de mais uma assembleia da Cresol. Nos últimos dois meses, estive presente no máximo de assembleias que minha agenda permitiu. Isto para saber um pouco mais como vão as cooperativas e conversar com os cooperados. E neste caminho, na próxima segunda-feira, estarei em Curitiba. Lá, vamos debater com entidades ligadas à agricultura familiar uma pauta unificada para o ano de 2014, reconhecido pela ONU (Organização das Nações Unidas) como Ano Internacional da Agricultura Familiar.

Por isso, se alguém tiver alguma sugestão, pode entrar em contato comigo através das redes sociais ou mesmo pela página do mandato na internet. Cada sugestão é bem-vinda e necessária para compormos, juntos, esta pauta.

 

Ler 1344 vezes

Itens relacionados (por marcador)

Entre para postar comentários
Top