Começou a jornada do Ano Internacional da Agricultura Familiar

Deputado Assis do Couto

 

Na última quinta-feira (29), estive em Cascavel para o início da Jornada do Ano Internacional da Agricultura Familiar.

O seminário no Oeste foi o primeiro de uma série de cinco encontros regionais em todo o Paraná. Na região Sudoeste, o seminário acontece na próxima sexta-feira, dia 06 de Junho, em Ampére. Os encontros também acontecerão em Guarapuava, na região Centro, em Maringá, no Noroeste, e em Curitiba, reunindo os municípios da região Metropolitana. Estou programando minha agenda para participar de todos os quatro seminários restantes.

A jornada é organizada pela nossa Unicafes-PR (União de Cooeprativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária) e o conjunto de organizações Campo e Cidade.  O objetivo destes grandes encontros é aproveitar o ano de 2014, que a ONU (Organização das Nações Unidas) reconhece como o Ano Internacional da Agricultura Familiar para debater ações que reconheçam e valorizem nossa categoria. Além disso, é preciso pensar no futuro da agricultura familiar.

Este é um momento pra gente refletir sobre a nossa caminhada. Dar uma olhadinha pelo retrovisor para ver o que fizemos até aqui e refletir o que vai ser desta agricultura familiar para os próximos anos. Esta decisão da Organização das Nações Unidas de instituir o Ano Internacional da Agricultura Familiar precisa, pelo menos, nos ajudar a refletir esta questão: qual o futuro da agricultura familiar no Brasil.

E para este futuro, uma coisa é certa. A agricultura familiar não tem que ter medo do mercado. Não há como viver sem as trocas, sem a renda. O agronegócio, tão badalado, tão propagandeado, é uma agricultura de negócio. Nós não somos apenas negócios. Nós temos uma missão muito mais profunda que utilizar da terra e da mão de obra para gerar lucro. Nós temos uma missão e não somos agricultores apenas para negócio. Nossa missão é muito mais digna, honrosa, porque estamos neste País para alimentar uma nação.

Por isso, quero parabenizar neste espaço todas as cooperativas e entidades que promovem esta jornada. Parabenizar também o Luiz Possamai pela reeleição como presidente da Unicafes Nacional. O Luiz é um dos fundadores da Unicafes e tem todo o conhecimento necessário para conduzir os trabalhos da Unicafes em todo o Brasil e também da recentemente criada Unicopas (União Nacional das Organizações Cooperativistas Solidárias).

Também quero convidar todos os nossos agricultores familiares do Paraná, as pessoas ligadas à Cresol, aos sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, a participar dos seminários. No seminário de Cascavel, tivemos um público participativo muito grande, com a presença de muitos jovens. E eu tenho certeza que, assim como na região Oeste, vamos lotar os seminários por todo o Paraná.

 

Ler 1190 vezes

Itens relacionados (por marcador)

Entre para postar comentários
Top