O Amor e a Paciência
Divulgação

Caros leitores!

Hoje vamos falar sobre duas palavras que fazem parte do nosso cotidiano: amor e paciência.

Por falar em paciência, deixa te fazer uma pergunta: você está paciente hoje?
Caso não esteja, quero lhe dizer que dificilmente vai conseguir tirar proveito desta leitura. Sim, verdade!
Como bom leitor que és, tenho a plena certeza de que você entende o que estou querendo falar, ou não?
Então, quando nos dispomos a ler, isso tem a ver com paciência, ler tem a ver com vontade, ler tem a ver também com interesse. Você deve estar com todos estes aspectos à tona, certo?
Ótimo! Vamos agora iniciar nosso tema de hoje: “O Amor e a Paciência”. Não vamos falar do amor do “Titanic”, vamos falar de algo que você presencia na sua vida. Não gosto de falar do que imagino e sim do que observo como realidade.
Certamente já deves ter ouvido alguém suscitar a seguinte frase: “pare com isso, tenha paciência”. Pois é, você também já deve ter falado esta palavra em algum momento da sua vida. Acredito que tenha pedido para alguém ficar mais calmo, ter paciência.
Antes de falar mais sobre paciência, quero dialogar um pouco a respeito da palavra “amor”. Isso mesmo, não sou nenhum romancista mas tenho convicção que amor é uma palavra essencial para o relacionamento humano, e, infelizmente, está sendo deixado para trás assim como a paciência a todo tempo no convívio social. Neste momento, quem assume a liderança é a pressa, a desculpa. Isto mesmo! A desculpa de que não dá tempo, a desculpa de que assim que sobrar um tempinho eu lhe faço uma visita, mas antes tenho que terminar uns assuntos relacionados ao trabalho e depois, se o pai não estiver cansado, a gente brinca, tá bom filho?
O trabalho, os estudos, os amigos, a internet, e assim por diante...
Tudo precisamos, tudo temos que fazer, tantas coisas ao mesmo tempo, tanto que acabamos ficando confusos e em algum momento não se sabe mais o que é mais importante.
Quando não sabemos como usar nosso tempo forma organizada, colocamos o amor e a paciência num horizonte muito distante dos relacionamentos diários. A falta de paciência tem ocasionado desconfortáveis desentendimentos familiares, entre amigos e até mesmo no ambiente de trabalho. Parece que todos estão sendo consumidos pela pressa, pela vontade em fazer as coisas rapidamente, escravizados pelo tempo do relógio, sem muitas vezes analisar o que está sendo feito, se está certo, se está bem feito, se é com amor, se é com resultado. Com isso, o trabalhador preocupa-se em cumprir seu horário pré estabelecido e nada mais além disso. Dá graças a vencer o seu horário para sair pela rua olhando no seu celular as mensagens ou conversando pelo face, watts e outros canais de relacionamento. Neste contexto, a convivência familiar quase não ocorre em função sempre dos diversos compromissos do pai, da mãe ou até mesmo, dos filhos seja com cursinhos, na escola ou no grupo de amigos. E assim, o amor vai se esfriando e a base de tudo na sociedade denominada “família” acaba perdendo um de seus maiores valores: o amor.
Enquanto falamos de amor, pensamos na outra palavra denominada paciência. Da forma como se vive na atualidade ser paciente acaba tornando-se um desafio intrigante devido a velocidade como as coisas acontecem. Isto mesmo, velocidade da modernidade, que trazem de relance aspectos positivos e negativos.
Talvez você esteja pensando: “este escritor está viajando na maionese, dizer que a modernidade tem partes negativas”. Tenho certeza que quando coloca-se a refletir de forma mais aguçada e com “paciência” consegues entender que esta negatividade da qual falo está presente sim e cada vez mais forte. Quer ver lhe dar uma sinal disso: comece a observar as alterações nas leis humanas atualmente.
Outro sinal dessas mudanças que aparentemente são boas mas nos bastidores podem causar sérios problemas de relacionamento e convivência tem a ver com a internet. Se você tem computador em casa procure diferenciar duas coisas: se ele está conectado a internet ou se não está. Qual é o comportamento das pessoas que o estiverem usando no caso de estar conectado? Observe e tire suas conclusões. E qual o comportamento quando este equipamento está sendo utilizado mas não está conectado a rede? O certo é que dificilmente ligam o computador se ele não tiver acesso a internet (uma vez ligavam para trabalhar nele) e se estiver ligado e o sinal cair, a primeira coisa que se tem é a perca imediata da paciência, alguns até dizendo palavrões, desligando o computador ou outro equipamento conectado, xingando a Deus e todo mundo, sem contar que a partir deste momento, a pessoa muda até mesmo seu temperamento.
Estas pessoas acabam esquecendo da paciência e do amor como ferramentas poderosas de transformação de relacionamentos na busca por resultados melhores de vida. Posso afirmar que todas as nossas ações do dia a dia estão ligadas ao amor e a paciência, concorda? Você pode discordar, pois tem todo esse direito, afina, vivemos num país onde impera a “democracia”, certo? Então, esta coluna é um espaço para conversarmos e eu não sou dono da verdade absoluta, apenas, como escritor, expresso minhas opiniões com base naquilo que observo da realidade.
Quando falo que o amor e a paciência devem permear nossas atitudes todos os dias é porque eu acredito em pessoas que estão “cheias” disso. Que desejam semear o amor e para que isso aconteça elas precisam ter esta característica de ser paciente.
As coisas se resolvem mais facilmente quando temos calma, deixamos o ódio e a raiva de lado, deixamos a ansiedade que é vista como o mal do século de lado, deixamos os julgamentos que sempre fazemos do outro de lado, deixamos a inveja e a arrogância de lado, enfim, deixamos essas coisas que não nos edificam de lado, para dar lugar a paciência e o amor.
Faça tudo com amor!
Comece hoje mesmo a dedicar-se mais as suas tarefas diárias colocando amor nelas, fazendo-as com paciência.
Comece hoje mesmo a ter relacionamentos com sua família, parentes, amigos, colegas de trabalho, namorado(a), noivo(a) e esposo(a) usando mais amor, mais paciência, depois perceba os resultados que você irá colher disso.

Aproveitando sua visita a esta coluna, acesse meu site www.vanderleisilva.com.br e efetue seu cadastro, pois estarei sempre postando e enviando novidades importantes para o seu desenvolvimento, para a sua vida.

Abraço! Fique com Deus!


Fale comigo:
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


Vanderlei Silva
Palestrante, Ator e Coach
www.vanderleisilva.com.br

 

Ler 902 vezes

Itens relacionados (por marcador)

  • PAI: Esse Cara Tem Tudo a Ver!

    Hoje vamos falar sobre uma pessoa bastante especial, não por que neste mês estamos com um dia definido pelo calendário como sendo específico dele, mas porque este cara, de fato, tem tudo a ver.

  • Prezado leitor! (Trabalho em Equipe)

    Estou iniciando minha participação neste veículo de comunicação e estarei com você todas as semanas, mais precisamente, nos domingos.

Entre para postar comentários
Top