Brasil diz “não” à proibição de comercialização de armas e munição
http://www.jornalnovotempo.com.br/images/fotos/Capa2005102880047.jpg A proibição do comércio de armas de fogo e munição no Brasil foi rejeitada por quase dois terços dos eleitores. O “não” recebeu mais de 60% dos votos válidos. O “sim” teve o reforço do presidente Lula e da Igreja Católica, mas não convenceu o eleitorado brasileiro e levou de goleada, especialmente na região Sul. Com o melhor índice de 92,77% em Bom Sucesso do Sul (próximo de Pato Branco) e o pior índice em Saudade do Iguaçu de 76,41 o sudoestino seguiu o raciocínio nacional e votou contra a proibição de comercialização de armas e munição realizada no domingo. Confira nesta edição os resultados do 3º referendo da história do Brasil em cada estado, em cada capital e dos municípios do Sudoeste do Paraná.
Ler 847 vezes
Entre para postar comentários
Top