Com superávit orçamentário de R$ 6,6 milhões, Prefeitura já teria recursos para o 13º do funcionalismo
Secretário de Finanças, Luiz Geremia, apresentou as metas fiscais do ano em audiência pública na Câmara de Vereadores Leandro Czerniaski/Imprensa PMFB

Da assessoria
Durante a audiência pública que apresentou as metas fiscais da Prefeitura de Francisco Beltrão entre maio e agosto, o secretário de Finanças, Luiz Geremia, destacou o superávit orçamentário do período para exemplificar o equilíbrio financeiro do governo municipal.

 

Desde o início do ano, a Prefeitura acumulou um superávit orçamentário de R$ 6,6 milhões, montante que seria suficiente para pagar o 13º salário de todo o funcionalismo municipal e que ocorrerá em dezembro. “Esse dinheiro é um importante indicador e demonstra equilíbrio financeiro da gestão, que mesmo tendo arrecadado menos que o previsto conseguiu diminuir as despesas e fazer essa economia, que garante o pagamento do 13º salário dos servidores”, afirmou Geremia. O superávit é a diferença entre os recursos arrecadados e gastos pela Prefeitura desde o início do ano.
A audiência pública aconteceu ontem (segunda-feira 28) na Câmara de Vereadores, junto com a prestação de contas da Saúde, e foi acompanhada por representantes de entidades e vereadores. Os dados apresentados mostraram ainda que o Município está investindo mais que o mínimo exigido em educação e saúde (27,99% e 23,26% da Receita Corrente Líquida, respectivamente) e que as dívidas de curto e longo prazo estão sendo reduzidas. O Prevbel já contabiliza quase R$ 60 milhões e os repasses à Câmara estão sendo feitos em dia.

Gestão mantém investimentos prioritários
Para o prefeito Antonio Cantelmo Neto, os números apresentados são reflexos do modelo de gestão adotado desde 2013 no governo municipal e que permite investimentos mesmo em períodos de maior dificuldade econômica. “Nosso modelo administrativo sempre busca poder fazer mais com menos e reduzir gastos superficiais, elegendo prioridades e mantendo investimentos, tudo isso com acompanhamento técnico. Isso permite que Beltrão tenha uma situação financeira mais confortável que outros municípios e possa continuar investindo em áreas prioritárias para passar por este momento delicado da economia sem afetar demais a população”, afirma o prefeito Cantelmo Neto.

Orçamento de R$ 225 mi para 2016
O secretário de Planejamento, Gervásio Kramer, também entregou à Câmara o Orçamento do Município para 2016, com previsão de R$ 225 milhões, valor 11% maior que o deste ano. O aumento é em virtude da melhoria no índice de repasse do ICMS, de transferências federais e o incremento de receitas próprias, como o IPTU e ISS. Feito com base no Plano Plurianual e no Orçamento Participativo, o Orçamento agora será votado pelos vereadores.

Lido 626 vezes

Itens relacionados (por tag)

Entre para postar comentários
Top