Imprimir esta página
Projeto de aluna do ensino público começou a tramitar na Assembleia
Assessoria

O projeto da aluna Ingrid Ribeiro Serafim de Souza, de 16 anos, que venceu - no último dia 16, uma disputa entre 31 proposições elaboradas por estudantes da rede pública estadual de todo o Paraná - começou a tramitar dia 23, na Assembleia.

O projeto de Ingrid, produzido com a orientação do professor Márcio Rogério Penachio, do Colégio Itacelina Bittencourt de Cianorte, trata da instituição do programa Geração Atitude, segue agora para CCJ. Se o projeto vier a ser aprovado na Assembleia, o Geração Atitude será realizado todos os anos na terceira semana de novembro para estudantes do ensino médio, da rede pública e privada do Estado do Paraná. O programa, que tem como objetivo educação para o exercício da cidadania, vai proporcionar aos estudantes informações sobre o funcionamento do Executivo, Legislativo, Judiciário e Ministério Público, e constará do Calendário Oficial de Eventos do Estado do Paraná.

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), que colocou o projeto de Ingrid para tramitar, foi um dos deputados que encamparam a proposição da estudante. Os outros signatários do Projeto de Lei foram os deputados Plauto Miró (DEM), 1º secretário da Assembleia, Ademir Bier (PMDB), 2º secretário e Jonas Guimarães (PMDB), vice-presidente. Para Traiano, a tramitação na

Assembleia de um projeto elaborado por uma aluna, “é uma demonstração eloquente da nova abertura para a sociedade pela qual passa a Assembleia. Queremos arejar a política e permitir a participação dos jovens idealistas na atividade”. A estudante Ingrid Ribeiro Serafim de Souza, disse que está muito alegre com a seleção de seu projeto e afirmou que a política no Brasil vai melhorar a partir do engajamento dos jovens.

O projeto de Ingrid, estudante do Colégio Itacelina Bitterncourt de Cianorte, que institui o “Geração Atitude” em um programa a ser realizado no Paraná todos os anos, para estimular a participação dos jovens na política, trouxe os 31 alunos e 31 professores-orientadores de todo o Paraná para Curitiba. Pela proposta de Ingrid o programa será usado para o exercício da cidadania e iniciação na política para estudantes do ensino médio da rede estadual de ensino.

Atualmente, o “Geração Atitude”, é um projeto ligado ao Movimento Paraná Sem Corrupção, uma parceria entre Assembleia Legislativa, Ministério Público do Paraná, Tribunal de Justiça, Secretaria de Estado da Educação e Governo do Estado. Participaram do programa, em que foi anunciado o projeto vencedor, e responderam perguntas dos estudantes, o procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacóia, o promotor do Ministério Público do Paraná, Eduardo Cambi, os deputados Jonas Guimarães (PMDB), o 1º secretário da Assembleia, Plauto Miró (DEM) e o 2º secretário da Assembleia, Ademir Bier (PMDB).

O anúncio do projeto vencedor foi feito em um evento festivo no Plenarinho da Assembleia que permitiu que os estudantes fizessem perguntas livremente ao presidente da Assembleia, aos promotores e aos deputados. O evento foi animado por bandas e cantores, o Ondas Duo, de Xando Bocão e Jefferson Sassá; o Nomads, banda de Rock formada por Angélica Bueno, Averando Bueno e Pedro Guimarães; o Flowema, integrado por Hullio, Erlon Evaldo, Léo e Luiz Fernando Feltran; a dupla sertaneja William & Renan e o músico Danilo Dyba, vencedor do The Voice Brasil de 2012.

Ler 856 vezes

Itens relacionados (por marcador)

  • Prefeituras receberam quase R$ 20 milhões a menos em ICMS no semestre

    Gestores estão cortando despesas para enfrentar momento de crise nas contas públicas.

     

    Da assessoria/Amsop

    Apesar do aumento nos repasses de ICMS às prefeituras da região em junho, o primeiro semestre do ano terminou com queda de R$ 19,6 milhões nas transferências do imposto. Os meses com pior resultado foram abril e maio, quando a redução foi de 33% e 40%, reflexo da redução da atividade econômica em função das medidas de combate ao coronavírus.

     

    Os repasses de ICMS aos 42 municípios do Sudoeste totalizou R$ 261 milhões entre janeiro e junho deste ano, valor menor que os R$ 280 milhões do mesmo período de 2019, segundo levantamento feito pela Amsop (Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná). E as transferências do imposto são apenas uma das que as prefeituras recebem do governo do Estado e Federal para custear despesas e realizar investimentos e que também foram afetadas. A arrecadação própria dos municípios (com IPTU, ITBI, ISS...) foi reduzida.

     

    A União está complementando parte do FPM e aprovou o repasse de dois auxílios emergenciais a estados e municípios, mas somente uma parte destes recursos chegou às prefeituras.

     

    Corte de gastos e cumprimento das obrigações

  • Sudoeste do Paraná tem mais de 481 mil eleitores

    A Justiça Eleitoral divulgou dados referentes ao mês de maio de eleitores que já estão aptos a votar nas eleições municipais de 2020.

  • 215 pessoas morreram em decorrência da Covid-19 no Paraná

    Nesta quinta-feira foram divulgados mais dez óbitos, o maior número registrado em um único informe epidemiológico, desde o início da pandemia, há 81 dias. Estado tem 327 novos casos e total é agora de 5.820 diagnósticos.

  • Paraná investe R$ 23,3 milhões em equipamentos para escolas

    As 2,1 mil escolas da rede estadual receberão mais de 550 mil cadeiras, mesas, talheres em inox, pratos, banquetas, armários, mesas-refeitório, refrigeradores, além de climatizadores que estão sendo destinados para unidades de regiões mais quentes do Estado.

  • Copel investe R$ 20 milhões na modernização de Centro de Operação

    Projeto permitirá que o sistema passe a comandar de forma remota e centralizada as usinas, subestações e linhas de transmissão de energia da Companhia.

Entre para postar comentários