Projeto do Sebrae/PR e Seed, para levar educação empreendedora às escolas estaduais
Assessoria

Objetivo é estimular o desenvolvimento de competências empreendedoras em alunos da rede pública de todo o Estado; em Pato Branco, programa realizou formação para professores de 11 municípios das regiões Sudoeste, Centro Oeste e Extremo Sul

A parceria entre o Sebrae/PR e a Secretaria de Estado da Educação (Seed), para levar educação empreendedora a alunos dos ensinos Fundamental II e Médio de escolas públicas do Estado, teve início na região Sudoeste do Paraná.

De 5 a 7 de abril, 23 professores de escolas de 11 municípios - Pato Branco, Francisco Beltrão, Dois Vizinhos, Cruzeiro do Iguaçu, Coronel Vivida, Manfrinópolis, Marmeleiro e Rio Bonito do Iguaçu, da região Sudoeste, mais Laranjeiras do Sul, da região Centro Oeste; União da Vitória e Cruz Machado, do Extremo Sul do Estado - e representantes dos Núcleos Regionais de Educação (NREs) estiveram em Pato Branco participando das atividades do Despertar, programa de empreendedorismo direcionado para o Ensino Médio, no auditório do Sebrae.

A capacitação, com a facilitadora Lisbet Marcante Basso, de Pato Branco, teve 24 horas de duração e apresentou a metodologia e as atividades que serão vivenciadas pelos estudantes do contraturno escolar, a chamada jornada ampliada, ao longo do ano.

“A intenção é mostrar os comportamentos empreendedores para que os professores possam, depois, compartilhar os aprendizados em sala de aula com os jovens do Ensino Médio da rede estadual”, detalha Nézio José da Silva, gestor de Projetos da regional Sudoeste do Sebrae/PR.

Nézio observa que a capacitação do programa Despertar, iniciada em Pato Branco, deverá alcançar 400 alunos (20 turmas com 20 alunos) do segundo ano do Ensino Médio. “Os estudantes receberão os conhecimentos por meio de dinâmicas, atividades de campo e trabalhos em grupo relacionados ao empreendedorismo. Todo o processo de conhecimento será construído junto com os jovens”, diz o consultor do Sebrae/PR.

Além de Pato Branco, no mesmo período, foram realizadas capacitações com professores em Curitiba, Londrina, Maringá, Cascavel e Ponta Grossa. “O projeto de Educação Empreendedora com o Sebrae/PR vem somar a outras atividades semelhantes de empreendedorismo já realizadas pela Secretaria de Estado da Educação do Paraná. Como é um trabalho piloto, os resultados ainda deverão passar por avaliação, mas a expectativa é pela continuidade do projeto”, revela Marcos Irineu Krukoski, técnico pedagógico da coordenação de Educação Integral do departamento de Educação Básica da Seed, de Curitiba.

Vivências facilitam o entendimento

A capacitação do Despertar foi bem recebida pelos professores que participaram das atividades em Pato Branco. Docentes com mais ou menos tempo de profissão aprovaram a formação relacionada aos comportamentos empreendedores. “Para nós, professores, é muito importante buscar novos conhecimentos. E a metodologia utilizada, que alia a teoria à prática, é fundamental. Fica muito mais fácil de ensinar o empreendedorismo aos estudantes”, explica Ana Rita Grossmann, professora de História no Colégio Estadual Barão do Cerro Azul, em Cruz Machado, que tem três anos de profissão.

Deniza Inês Giongo Colferai, professora de Geografia do Colégio Estadual Arnaldo Busato, em Coronel Vivida, com 28 anos de experiência, elogia a metodologia empregada no programa Despertar. “São muitas dinâmicas, muitas atividades relacionadas ao empreendedorismo. O interessante é que estamos vivenciando tudo isso e depois vamos levar para as salas de aula”, completa Deniza.

O projeto

O convênio foi firmado no dia 14 de dezembro de 2015 pela secretária estadual de Educação, Ana Seres, pelo presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/PR, Edson Campagnolo, e pelo diretor-superintendente da entidade, Vitor Roberto Tioqueta. O objetivo do projeto-piloto é capacitar 320 professores de 64 escolas (duas de cada Núcleo Regional de Ensino), que trabalharão os conteúdos com 3,5 mil alunos do contraturno escolar, a chamada jornada ampliada, ao longo do próximo ano. A ideia é que o projeto seja estendido aos 399 municípios, nos anos seguintes.

Ler 1018 vezes

Itens relacionados (por marcador)

  • Projeto do JNT incentiva leitura de pais e alunos

     Assessoria

    O Jornal Novo Tempo, fundado e com sede administrativa em Santa Izabel do Oeste, filial em Frncisco Beltrão e com distribuição em diversos municípios da região, lançou com apoio das Escolas da Rede Municipal, um projeto inovador de incentivo a leitura de alunos e seus familiares.

  • Projeto de Anibelli Neto nomeia de Caito Quintana a Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu

    A Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu, entre os municípios de Capanema e Capitão Leônidas Marques, que será inaugurada na quinta-feira (dia 26) pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo governador Ratinho Júnior, levará o nome de “Deputado Caito Quintana”.

  • Evento tecnológico encanta as crianças

    No sábado, dia 16, a Escola Municipal Recanto Feliz do Caic, na Cidade Norte, sediou o primeiro evento tecnológico de 2019 organizado pela secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico da Prefeitura de Francisco Beltrão, fazendo parte de vários eventos que acontecerão no decorrer do ano. O projeto “Tecnologia nos Bairros” apresenta mostras e oficinas tecnológicas.

  • Preifeito Moacir Fiamoncini visita obra de cobertura entre escolas

    O Prefeito Moacir Fiamoncini, responsáveis pelo setor de engenharia do município, a Secretária de Educação Stela Miotto, diretoras e coordenadoras da Escola Municipal Bruno Santin e Colégio Estadual Guilherme de Almeida, e o responsável pela empresa vencedora da licitação, visitaram a cobertura para receber os veículos do Transporte Escolar e para o estacionamento de veículos dos funcionários das instituições, bem como, um calçadão para que os alunos aguardem o seu transporte entre o Colégio e a Escola.

  • Colégio Guilherme de Almeida é destaque no Ensino Médio em Tempo Integral, no Sudoeste do Paraná

    O Colégio Estadual Guilherme de Almeida - Ensino Médio Normal de Santa Izabel do Oeste vem se destacando pela importante atuação de sua equipe de profissionais da educação no Ensino Médio Integral, que foi implantado no início do ano de 2017, nos primeiros anos e será oportunizado de forma gradativa, até contemplar todas as turmas do período diurno em 2019.

Entre para postar comentários
Top