Projeto sobre Ervas Medicinais começou a ser debatido na Câmara
Assessoria

Na Sessão Ordinária de ontem, segunda-feira, dia 18 de abril,

entrou em debate na Câmara de Francisco Beltrão o projeto da vereadora Daniela Celuppi (PT) que prevê a criação de uma lei incentivando o uso de ervas medicinais na rede pública de saúde do município, por meio do programa “Qualidade de Vida com Medicinas Tradicionais e Práticas Integrativas em Saúde”.

A lei determina a execução do programa em hospitais, postos de saúde da rede pública, escolas municipais e ações nas praças, ruas, avenidas e outros locais públicos, com a coordenação da secretaria municipal de Saúde, que deve orientar, organizar e estimular práticas e atividades de promoção de saúde, através das medicinas tradicionais, homeopatia, alimentação saudável, plantas medicinais e práticas corporais e meditativas.

Também entrou em pauta em pauta um projeto do executivo relacionado a desafetação de áreas institucionais para o programa habitacional denominado de Habitabem. Na semana passada este projeto gerou polêmica, principalmente em relação a um terreno do município localizado no bairro Marrecas, onde já existem duas casas edificadas. O projeto foi retirado de pauta e recebeu alterações. O terreno do Marrecas foi retirado da matéria. Agora o projeto volta a ser analisado nesta segunda-feira.

Requerimento da vereadora Maria de Lourdes Pazzini (PMDB) solicita melhorias e serviço de limpeza permanente na praça central de Francisco Beltrão. Lourdes reclama que a praça principal da cidade está em situação precária e de abandono. O vereador Roberson Artifon Fiera (PT) pede limpeza, reparos e colocação de drenos na travessa Las Palmas e ruas Santa Rosa e São Cristóvão, no bairro Pinheirinho, para resolver o problema de escoamento da água em períodos de chuvas. Roberson relatou que várias vezes os moradores já pediram a melhoria na prefeitura, mas até agora nada foi feito.

Homenagens

Nesta semana a Câmara também organiza duas solenidades para a entrega de Moções de Aplauso. Ontem, segunda-feira (18), após a sessão, recebeu a moção Luis Wulff, como forma de reconhecer os relevantes serviços prestados no setor de bovinocultura de leite de Beltrão e da região. A proposição é da vereadora Daniela Celuppi (PT) e foi aprovada por unanimidade. Hoje, terça-feira, dia 19, também após a sessão, será vez de Benito Zanin receber a placa de Moção de Aplauso para reconhecer o seu trabalho na política, formação religiosa, ações comunitárias e no esporte. A iniciativa é do vereador Aires Tomazoni (PMDB) e também recebeu aprovação unânime.

Ler 774 vezes

Itens relacionados (por marcador)

Entre para postar comentários
Top