Mais de um milhão de alunos retornam às escolas da rede pública estadual
Hedeson Alves/SEED

As aulas na rede estadual de ensino, que começaram 0ntem, quarta-feira (15), movimentaram mais de um milhão de estudantes nas 2,1 mil escolas de todas as regiões do Paraná.

Para fazer o planejamento pedagógico, professores e funcionários já haviam iniciado os trabalhos na segunda (13) e na terça-feira (14).

Neste ano, há novidades para professores e estudantes. Quase a metade da rede estadual de ensino está passando por reformas do programa estadual Escola 1000, que destina R$ 100 mil a mil escolas para melhorias. Além disso, os professores receberam o pagamento das progressões e promoções, junto com o salário de janeiro. “Tudo foi organizado para receber nossos estudantes. Transporte, merenda, transporte, repasses do Fundo Rotativo”, disse a secretária de Estado da Educação, professora Ana Seres.

As aulas na rede estadual de ensino começaram na quarta-feira (15) e encerram em 20 de dezembro, conforme a legislação, que prevê 200 dias letivos e 800 horas/aula no ano. Para o recesso de julho, as aulas terminam no dia 14 e serão retomadas no dia 26 do mesmo mês.

O retorno às escolas marca também o reencontro entre estudantes, professores e funcionários. “O primeiro dia é diferente, os alunos estão ansiosos para saber quem serão os professores e também para rever os amigos. Aproveitamos esse primeiro contato para passar algumas orientações como o uso do uniforme, horários”, contou a diretora Tânia Vilkas, do Colégio Estadual Newton Ferreira da Costa, em Curitiba.

O colégio possui cerca de 500 matrículas dos ensinos fundamental e médio. Para os alunos do 3° ano do ensino médio, o primeiro dia de aula é um momento diferente porque marca o início de uma etapa importante. “Esse ano vamos fazer o Enem e vestibulares, então a expectativa é que agente tenha uma boa preparação, sem greve ou interrupção das aulas”, disse o estudante Guilherme Vicentin Zilneyk, de 16 anos.

Seu colega, Daniel Banes Vinci, também de 16 anos, pretende fazer o vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR) no final do ano. “Espero ter uma boa preparação, que os professores possam dar o máximo de conteúdo possível para chegarmos bem preparados para o vestibular”, disse Daniel.

A expectativa dos estudantes do 2° ano do ensino médio, Maria Eduarda Borges, de 15 anos, e Matheus Felippe Assunção, também de 15 anos, é colocar em prática os projetos do Grêmio Estudantil, formado no ano passado no colégio. “Temos muitas ideias para esse ano que vão melhorar o ambiente escolar”, lembrou Maria. “Algumas dessas ações visam a preparação do Enem como a formação de grupos de estudos preparatórios”, disse Matheus.

FORMAÇÃO CONTINUADA
Os dias 2 de junho e 6 de outubro são destinados às atividades de formação continuada, previstas no programa Minha Escola Tem Ação (Meta), que prevê a formação continuada a todos os profissionais da educação, e tem como objetivo fortalecer a gestão escolar, melhorando a qualidade da educação pública e reduzindo os índices de evasão escolar.

Lido 814 vezes

Itens relacionados (por tag)

Entre para postar comentários
Top