Nota dos Bispos sobre as concessões de pedágio no Paraná
Divulgação

Nós, Bispos do Paraná, reunidos em Assembleia, em Maringá, dias 13 e 14 de março, dialogamos sobre vários temas de interesse da população paranaense, dentre os quais, as Concessões Rodoviárias, mais conhecidas como pedágios.

Temos consciência de que as nossas estradas, depois do pedágio, dispõem de serviços de atendimento, apresentam melhores condições de tráfego, mais segurança e, consequentemente, houve redução de acidentes. No entanto, é perceptível para todos que os valores praticados nas praças de pedágio do Paraná são mais altos se comparados com estradas em que o contrato do pedágio foi assinado posteriormente. E isso interfere diretamente no “custo Paraná”. Nós Bispos, encorajamos para que haja um novo modelo de Concessão Rodoviária e não a Prorrogação dos atuais Contratos, como se está cogitando no Congresso Nacional; que haja uma nova licitação, justa, transparente, com a participação da sociedade civil, com auditorias públicas e finalmente com tarifas reduzidas, condizentes aos preços adotados em Concessões Rodoviárias recentes. Esperamos que este nosso apelo, que se une a outras manifestações da nossa sociedade, contribua para o bem do povo paranaense.

Maringá, 14 de março de 2017

Dom Francisco Carlos Bach – Bispo de São José dos Pinhas e Secretário da CNBB Regional Sul 2
Dom Geremias Steinmetz – Bispo de Paranavaí e Vice-Presidente da CNBB Regional Sul 2
Dom Mauro aparecido dos Santos – Arcebispo de Cascavel e Presidente da CNBB Regional Sul 2

Lido 1057 vezes

Itens relacionados (por tag)

Entre para postar comentários
Top