Novo Mestrado na área de Medicina Veterinária é aprovado na UFFS
Programa conta com 14 docentes permanentes e outros três colaboradores/ UFFS/Ariel Tavares

O Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteia Sul (UFFS) aprovou o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em "Saúde, Bem-Estar e Produção Animal Sustentável na Fronteira Sul".

O ato normativo foi publicado na quarta-feira (29) e conclui mais uma etapa para a implementação do primeiro Mestrado do Campus Realeza, que é o 12º programa de Pós-Graduação da UFFS.

O novo Mestrado havia sido aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) em outubro de 2016, mas ainda falava a autorização do CONSUNI. "Os regimentos internos da UFFS preveem que todo curso de Pós-Graduação seja apreciado e referendado pelo Conselho nas condições em que foram propostos. A proposta de Mestrado em Medicina Veterinária, a ser implementado no Campus Realeza, é um anseio antigo do corpo docente. É o primeiro Mestrado acadêmico e, certamente, trará benefícios em forma de pesquisa para a agricultura familiar e para a saúde animal em região de fronteira", destacou o diretor do Campus Realeza, Antonio Marcos Myskiw.

O Mestrado terá duas linhas de pesquisa: a primeira em "Saúde, Diagnóstico e Bem-estar Animal na Fronteira Sul", destinada a pesquisas envolvendo aspectos clínicos, cirúrgicos, anestésicos, laboratoriais e suas diversas especialidades em animais domésticos e silvestres; a segunda em "Produção Animal Sustentável e Agricultura Familiar na Fronteira Sul", que irá abordar pesquisas sobre tecnologias relacionadas à produtividade das espécies de interesse zootécnico regional, envolvendo conceitos de sustentabilidade e sistemas integrados de produção animal, qualificando a produção familiar e a agroindústria.

Ao todo, o Programa conta com 14 docentes permanentes e outros três colaboradores. Deste total, 12 docentes estão lotados no Campus Realeza e os demais nos campi Laranjeiras do Sul e Cerro Largo. Os três docentes colaboradores são do Campus Realeza, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e The Ohio State University, nos Estados Unidos da América.

De acordo com a coordenadora do curso, Maiara Garcia Blagitz Azevedo, as aulas serão realizadas no prédio administrativo do Completo Hospitalar Veterinário. "O edital de seleção para o ingresso de mestrandos será publicado o mais breve possível, pois a previsão é que as aulas iniciem em agosto deste ano", completou.

Qualquer dúvida a respeito do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em "Saúde, Bem-Estar e Produção Animal Sustentável na Fronteira Sul" pode ser enviada para o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Lido 1044 vezes

Itens relacionados (por tag)

Entre para postar comentários
Top