Dança para idosos afasta doenças e proporciona alegria
Assessoria


Assessoria

Todas as terças-feiras o Centro de Convivência dos Idosos de Santa Izabel do Oeste tem um cenário diferente, o local é o retrato da alegria e da diversão.

Aproximadamente 300 idosos participam da matinê que começas às duas horas da tarde, o número é alto por que o encontro é tão bom, que além dos vovôs e vovós de Santa Izabel, os velhinhos de municípios próximos são visitantes que sempre aparecem.

Os encontros são gratuitos e todos organizados pelo município, além de dançar e colocar o papo em dia, eles também recebem o lanche da tarde para a diversão ficar completa.

“A dança é revigorante, eles estão sempre animados e quando por algum motivo não tem a matinê, eles ficam muito sentidos”, comentou a coordenadora dos idosos, Ramaieli Leceux.

“Participam nas terças-feiras os idosos com idade a partir de 50 anos, até mais de 80, para eles é uma alegria, nós fazemos os encontros com carinho, pensando no bem estar deles, para que interajam uns com os outros, façam amizade e movimentem-se, os benefícios são incalculáveis”, ressaltou a secretária de assistência sócia, Alice Fiamoncini.

BENEFÍCIO DA DANÇA PARA OS IDOSOS

Um estudo divulgado há alguns anos no ‘International Journal of Neuroscience’ apontou que o movimento da dança, além de melhorar a depressão, também melhora o estresse psicológico por meio da regulação dos níveis de serotonina e dopamina no corpo.

O estudo também apontou que a dança, por meio da música, permite a expressão do corpo e possibilita a libertação de emoções reprimidas, afastando os sentimentos de isolamento característicos da depressão.

Já um estudo com participantes da terceira idade, publicano no ‘New England Journal of Medicine’, demonstrou que dançar frequentemente ajuda a evitar os efeitos da doença de Alzheimer e outras formas de demência.

Ler 1670 vezes

Itens relacionados (por marcador)

Entre para postar comentários
Top