⁣Paraná lança sistema pioneiro no país para monitorar doações de sangue
Acessoria

O Paraná lançou na segunda-feira, 2, um novo sistema de controle para monitorar as doações e transfusões de sangue no Estado.

O sistema, desenvolvido pela Secretaria de Saúde e Celepar, é pioneiro no país e garante mais segurança para doares e aos serviços prestados. “Desde 2011, o governo valoriza ao extremo toda a hemorrede e o sistema Hemepar", disse Michele Caputo Neto, secretário estadual.

A primeira versão do SHT surgiu em 1989 e revolucionou o processo de controle feito pelos hospitais e bancos de sangue na época em que emitiam boletins diários e mensais feitos à mão. Com esta nova versão, os profissionais que atuam na área poderão fazer o controle e acompanhamento das doações e transfusões realizadas pelos serviços de hemoterapia e serviços de saúde de forma mais aprimorada.

Para o coordenador de Vigilância Sanitária Estadual, Paulo Costa Santana, esse sistema vai ajudar na fiscalização. “Garante a qualidade de todo o ciclo do sangue e disponibiliza dados para que possamos fazer análise estatística, o que facilita a detecção de casos de doenças transmitidas por sangue” afirmou Santana.

O sistema é inovador no país e traz novas características que facilitam a vida dos usuários, tais como um link direto com o site da Anvisa para notificações de reação transfusional; acréscimo da informação nome da mãe e documentos, reduzindo o número de homônimos; e uma ferramenta para consulta de doadores impedidos em coletas externas, onde não há conexão com a internet ou em casos de contingência quando há falhas.

Dados preliminares mais recentes do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná mostram que, este ano, o Paraná registrou cerca de 400 mil tentativas de doações, que resultaram em aproximadamente 200 mil coletas.

Lido 108 vezes
Entre para postar comentários
Top