Alunos doam cabelo para confecção de perucas e produzem livros e materiais para crianças em tratamento de câncer
Acessoria

É PRECISO SE DOAR, É PRECISO SEMEAR O AMOR


Em julho desse ano a professora Mayra Alonso do Centro de Convivência de Santa Izabel do Oeste, criou o projeto “UM ATO DE AMOR”, com o objetivo de proporcionar alegria ás crianças e adolescentes que estão em tratamento na UOPECCAN (Hospital do Câncer de Cascavel). Para isso, com o apoio dos professores e coordenadores do Centro de Convivência, os alunos passaram a escrever cartas, fizeram cartões, desenhos, marcadores de páginas, dobraduras de animais para contação de histórias, dedoches (fantoches de dedos), um livro de história com personagens, além das cartas de apoio escritas para as famílias dos pacientes.
Mais que alegrar o dia dessas crianças e fortalecer com palavras de carinho a fé dessas famílias, a campanha também teve coleta de cabelos para confeccionar perucas. Cada família dos alunos do Centro de Convivência recebeu um bilhete explicando como funcionaria a doação e foi assim que a corrente do bem cresceu. Além dos alunos e familiares do Centro de Convivência, os pais, professores e estudantes do 1° ano integral e das turmas do curso de Formação de Docentes do Colégio Guilherme de Almeida também ajudaram no projeto.
“Nos bilhetes explicamos como fazer a doação, que o cabelo deveria ter no mínimo 15 centímetros e deveria ser amarrado com borrachinhas. Foi uma surpresa quando começaram a chegar, as pessoas pediram para participar, recebemos muitas doações, até quem não quis cortar o cabelo todo doou uma mecha e com várias já é possível confeccionar uma peruca. Foi gratificante ver tanta gente querendo participar e ajudar o próximo, foi um momento em que trabalhamos sentimentos e empatia”, comentou a professora Mayra Alonso.
O projeto contou com a parceria do CRAS e da Assistência Social de Santa Izabel do Oeste. As confecções dos materiais começaram em julho e todo o material produzido e os cabelos doados foram levados para Cascavel na semana anterior, quando foi comemorado o dia das crianças, para dar um pouco de alegria e cor na vida dessas desses baixinhos que passam por um momento tão difícil.
“Ajudar ao próximo, certamente é um ato de amor e solidariedade, que todas as pessoas deveriam adotar, pois a ajuda não dói, nem machuca, muito menos fere, de modo contrário, apenas engrandece os seres humanos que a praticam.”

Lido 174 vezes
Entre para postar comentários
Top