Atlético é eliminado nos pênaltis pelo Rio Branco
Jogadores do Rio Branco comemoram a classificação dentro da Arena foto: Franklin de Freitas

O Atlético está fora da disputa da Taça Dionísio Filho, o primeiro turno do Campeonato Paranaense 2018.

A eliminação ocorreu com a derrota nos pênaltis por 6 a 5 para o Rio Branco, no domingo (dia 18) à tarde, na Arena da Baixada, na partida única da semifinal do torneio.

A final, em jogo único, no dia 25 de fevereiro (domingo), será entre o Rio Branco e o Coritiba, que eliminou o Foz na semifinal. O mando de campo é do Coritiba, que teve melhor campanha na primeira fase. O segundo turno do Paranaense será a Taça Caio Junior. Os campeões das duas Taças vão disputar a final do campeonato estadual.

Na decisão por pênaltis, acertaram para o Atlético: João Pedro, Ederson, Giovanny, Renan Lodi e Felipe Dorta. Os únicos a desperdiçarem foram Yago (goleiro defendeu) e Vitor Naum (trave). Converteram para o Rio Branco: Raul, Victor, Vandinho, Jhones, Thiagão e Marco Túlio. Só Fernando errou (goleiro defendeu). No jogo, o Atlético teve 73% de posse de bola e somou 20 finalizações contra cinco do Rio Branco.

NÚMEROS
A partida desse domingo era o duelo do melhor ataque da competição, o Rio Branco, com nove gols, e a defesa menos vazada, o Atlético, com um gol sofrido.

No Paranaense, o Atlético segue com a melhor campanha geral, com 4 vitórias, 3 empates e nenhuma derrota. O Rio Branco tem a sétima campanha, com 1 vitória, 5 empates e 1 derrota. Atlético segue invicto em 2018, com quatro vitórias e quatro empates). Desses jogos, sete foram com os aspirantes. Na Arena, o Furacão não perde desde 11 de novembro (1 a 0 para o Corinthians). São três meses e sete jogos de invencibilidade.

ESCALAÇÕES
O time de aspirantes do Atlético teve força máxima para a partida, inclusive com os retornos de Santos, Zé Ivaldo e Bruno Guimarães, que ficaram com a equipe principal para o jogo-treino com o Corinthians. O esquema tático era o 4-2-3-1 de sempre. A linha de três meias ofensivos tinha Yago (esquerda), Demethryus (centro) e João Pedro (direita). O Rio Branco, que também entrou completo na partida, usou o 4-1-4-1 para se defender e o 4-3-3 para atacar.

Lido 707 vezes

Itens relacionados (por tag)

Entre para postar comentários
Top