Próstata aumentada: como saber se a minha está do tamanho certo?
Divulgação

Pouca gente sabe que por volta dos 45 anos a próstata aumenta naturalmente de tamanho.

Esta condição, chamada Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP), atinge cerca de 14 milhões de brasileiros – de acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia – e não tem relação com o câncer de próstata. Porém, de acordo com especialistas, a HBP é a doença mais comum da próstata e prejudica a qualidade de vida do homem, afetando sua rotina e vida sexual, e por isso merece atenção.

"A HBP está relacionada ao crescimento natural da próstata que, com o tempo, acaba obstruindo parcial ou totalmente a uretra e provoca problemas urinários como jato fraco, gotejamento e sensação de esvaziamento incompleto da bexiga", explica o médico urologista e membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), Dr. Ravendra Moniz.

Para auxiliar no cuidado com a saúde masculina, o especialista listou dicas e curiosidades sobre a próstata aumentada:

1: conheça os fatores de risco

O principal fator de risco é o envelhecimento, mas genética, diabetes, obesidade e tabagismo também podem contribuir para o aumento da próstata. Ter uma vida saudável, com alimentação equilibrada, pode ajudar a diminuir as chances de apresentar a condição.

2: fique atento aos sintomas

Como o aumento da próstata pode causar transtornos urinários, a maioria dos sintomas estão relacionados a isso e começam silenciosos. O homem pode suspeitar de HBP caso tenha: dificuldade de urinar, fluxo urinário fraco, necessidade frequente ou urgente de fazer xixi, aumento da vontade de urinar durante a noite, entre outros.

3: faça check up anual e converse com seu urologista

Apesar do alerta para a realização do exame de prevenção, 51% dos brasileiros nunca foram ao urologista, segundo pesquisa da SBU. Para prevenir o surgimento dos sintomas, depois dos 40 anos de idade já é indicado ir ao médico regularmente. Além do histórico do paciente, devem ser realizados exame físico geral, urológico completo e exames laboratoriais.

4: conheça os tratamentos

Os casos mais leves são tratados com medicamentos enquanto os mais severos têm indicação cirúrgica. Mais de 30% dos pacientes precisam de cirurgia para reduzir o tamanho da próstata. O tratamento mais avançado no Brasil atualmente é a cirurgia a laser e não invasiva para próstatas de até 100g – uma próstata saudável tem o tamanho equivalente ao de uma noz e pesa cerca de 15 gramas.

A tecnologia consegue tratar uma próstata seis vezes maior que o normal, é mais rápida, evita sangramentos e não oferece risco para pacientes cardíacos. Além disso, o tratamento de vaporização da próstata por meio do laser reduz o tempo de internação e recuperação – o paciente tem alta em 24 horas.

Lido 318 vezes

Itens relacionados (por tag)

Entre para postar comentários
Top