IFPR-Capanema define representantes no SE2PIN 2018

O Instituto Federal do Paraná – Campus Capanema realizou nesta quinta-feira (20/09) o IV Seminário de Iniciação Científica de Capanema (SICCAP), evento em que os estudantes puderam apresentar à comunidade local os resultados de projetos de pesquisa e extensão concluídos ou em andamento.

Os trabalhos foram avaliados por comissões de professores e técnicos, que selecionaram as iniciativas que irão representar o Campus no VII Seminário de Extensão, Ensino, Pesquisa e Inovação (SE2PIN), que acontecerá em Londrina no próximo mês.

Ao todo, nove trabalhos irão representar o Campus Capanema. Na categoria IFTech, destinada a projetos de inovação tecnológica, foram escolhidos os projetos "Smart Vent - Ventilação Inteligente de Aviários de Pequeno Porte", defendido pelo estudante André Dengo, e "Irrigação Inteligente de Hortas", apresentado por Guilherme Bressan. “Ambas as iniciativas têm um compromisso com o desenvolvimento sustentável e buscam encontrar soluções para problemas enfrentados pelos pequenos produtores rurais”, explica o professor Edimaldo Fialho, orientador dos projetos.

O projeto “Criação de um Banco de Sementes no IFPR– Campus Capanema: uma estratégia de resgate e conservação da biodiversidade na agricultura familiar” foi selecionado na categoria Apresentação Oral, reservada a pesquisas em fase de conclusão. De acordo com Camila Rossi, estudante responsável pela defesa do trabalho, trata-se de uma iniciativa com forte teor social. “Além da diversificação da produção, nosso objetivo é fornecer maior autonomia aos pequenos agricultores atendidos. Até o momento catalogamos aproximadamente 50 espécies de sementes e dispostos de 33 amostrar para distribuição”, afirma a discente.

As outras seis vagas foram distribuídas entre os alunos da modalidade Pôsteres, na qual foram apresentados trabalhos em fase inicial ou em andamento. Na área Multidisciplinas, foi selecionado o projeto "Criação de um livro, oficinas, mostras e palestras de Arduino nas escolas para incentivar o interesse dos alunos ao tema", defendido por João Henrique Bonan. A pesquisa "Saúde e Segurança no Trabalho: a produção agropecuária em Capanema – PR e seus desafios", defendido por Ani Tais Witt foi escolhido na área "Ciências Humanas e Aplicadas", enquanto a discente Ana Cristina Budel foi selecionada na área de Ciências Exatas e da Terra com o trabalho "O desenvolvimento de uma agricultura biodinâmica: orgânica, saudável e sustentável em pleno século XXI, realizada por agricultores que utilizam como base o Calendário Lunar."

Também foram classificados na categoria Pôsteres os projetos "Gestão Ambiental nas Cooperativas do Município de Capanema", de Gustavo Martins; "Incentivando o desenvolvimento regional por meio da divulgação da robótica nas escolas da região de Capanema", de Augusto Pilati; e "Quais as formas de violência intrafamiliar? É possível evitar?", de Jéssica de Col. Os discentes selecionados e seus orientadores seguirão para Londrina, onde apresentarão seus trabalhos no SE2PIN entre os dias 16 e 19 de outubro.

Atrações Culturais

O IV SICCAP contou ainda com atividades paralelas. O Núcleo de Arte e Cultura (NAC) realizou uma Oficina de Empatia como parte das iniciativas de conscientização do Setembro Amarelo, campanha nacional de prevenção ao suicídio. Por meio de vídeos, músicas e também do diálogo, a iniciativa convidou os participantes à reflexão. “Trata-se de uma estratégia lúdica a partir da qual convidamos os participantes a se colocar no lugar de outras pessoas e também pensar sobre sua saúde física e mental. Nosso objetivo é demonstrar que, diante das dificuldades, devemos sempre procurar amparo tanto profissional, quanto das pessoas que nos amam”, assinala a professora Daniela Silvestrin, diretora do NAC.

Além disso, no intervalo da tarde, foi promovida uma apresentação de danças típicas do Rio Grande do Sul como forma de celebrar o Dia do Gaúcho. A coordenação ficou a cargo da estudante Nataly Knapp, vencedora do concurso de Primeira Prenda – Categoria Adulta, no concurso realizado pelo Centro de Tradições Gaúchas Sentinela da Fronteira, e contou com estudantes de Capanema e Planalto. “Foi uma oportunidade para celebrar nossa cultura. O SICCAP é um evento científico, mas também artístico”, explicou a aluna. Além das apresentações, foi realizada uma exposição sobre a cultura gauchesca.

O SICCAP foi encerrado com uma palestra proferida pelo professor Marcelo Estevam, Pró-Reitor de Pesquisa, Extensão e Inovação do IFPR. “O incentivo à pesquisa e extensão são alguns dos pilares do Instituto. É importante despertar o interesse dos jovens para esses campos, a fim de continuarmos a desenvolver projetos de inovação que vão ao encontro das necessidades da população”, destacou em sua fala.

Texto: Celso Fernando Claro de Oliveira

Fotos: Celso Fernando Claro de Oliveira e Daniela Silvestrin

Lido 163 vezes

Itens relacionados (por tag)

Entre para postar comentários
Top