Pontos de Atendimento das regiões sul e sudoeste são destaque no Selo de Referência do Sebrae/PR
Antônio Menegatti

Durante Encontro Estadual realizado dia 14, nas Regionais do Sebrae/PR em Pato Branco, Cascavel, Ponta Grossa, Curitiba, Londrina e Maringá, o Sebrae/PR concedeu o Selo de Referência em Atendimento 2019 a 41 Pontos de Atendimento ao Empreendedor do Estado.

O objetivo do Selo é reconhecer a rede de parceiros pelo desempenho no atendimento aos empreendedores e empresários, na promoção da sustentabilidade e competividade dos pequenos negócios. Dos 43 Pontos de Atendimento do Paraná, 41 aderiram ao processo para obtenção do Selo e todos alcançaram a pontuação mínima necessária para receber a chancela.

O Ponto de Atendimento ao Empreendedor é uma iniciativa do Sebrae/PR e funciona em parceria com associações comerciais, sindicatos, cooperativas de crédito e Instituições de Ensino Superior. O objetivo é que estes espaços conectem os empreendedores (que pretendem abrir um negócio ou que já têm empresa consolidada) aos produtos e serviços do Sebrae/PR e seus parceiros. Os espaços levam orientações em áreas como acesso a mercados, melhoria em processos, inovação, tecnologia, aumento nas vendas, redução de custos e compras públicas.

“A rede de Pontos de Atendimento é importante porque ela atinge quase todo o Paraná levando soluções para as pequenas empresas. Em seis eventos simultâneos, reunimos os PAs e tratamos dos principais desafios e dos investimentos que estamos fazendo para oferecer o melhor serviço possível ao empreendedor paranaense”, detalha Julio Cezar Agostini, diretor de Operações do Sebrae/PR.

No Paraná, são 43 Pontos de Atendimento ao Empreendedor que, juntos, desenvolvem as atividades em 327 municípios. Em 2018, 22.795 empreendedores foram atendidos nos PAs do Estado. Os serviços mais procurados foram orientação (com 17.476 atendimentos); informação (com 8.788) e consultorias (com 2.877). Além disso, os Pontos também realizaram 348 oficinas, 169 palestras, 51 rodadas de negócios, 111 cursos, 65 seminários, 6 missões e 3 feiras. Na avaliação dos clientes referente ao período, os PAs obtiveram índice de 9,31 em satisfação geral e 8,69 de aplicabilidade nos conteúdos.

Regional Sul premiada
A avaliação para obtenção do Selo baseia-se nos quesitos Atendimento (Qualidade, Efetividade e Aplicabilidade; Atendimento ao Cliente e Estrutura Física), Soluções para Clientes (Soluções Diversificadas) e Gestão (Planejamento, Capacitação do Atendente, Cadastro de Clientes e Parâmetros Mínimos de Desempenho). Pontos de Atendimento que obtiveram entre 75 e 80 pontos receberam o Selo Bronze; de 81 a 90, o Prata; e acima de 91, o Selo Ouro.

Na Regional Sul, oito PAs aderiram ao processo para obtenção do Selo e todos alcançaram a pontuação mínima necessária para receber a chancela. Os Pontos de Atendimento ao Empreendedor de Capanema, Dois Vizinhos, Francisco Beltrão, Realeza, Santo Antonio do Sudoeste, São Mateus do Sul e União da Vitória foram qualificados com o Selo Ouro; Chopinzinho recebeu o Selo Prata.

O desempenho dos PAs da Regional Sul, com cerca de 30% dos Selos Ouro do Paraná, só foi superado pela Regional Oeste, com sede em Cascavel, com oito Selos Ouro e dois Selos Prata. No próximo ciclo, o PA de Pato Branco, na faculdade Mater Dei, também fará parte do programa – foi inaugurado em julho de 2018, depois que as avaliações começaram.

Francisco Beltrão
O PA de Francisco Beltrão teve 99 dos cem pontos possíveis na avaliação. Noely Maranho é agente de atendimento do Ponto de Atendimento há dois anos e explica que o objetivo é prestar serviços que sejam relevantes para os pequenos negócios.

“Trabalhamos para que os clientes fiquem satisfeitos e que tenham o PA como uma referência. Todos os meses, temos programação com cursos, oficinas e palestras para a capacitação dos empresários, colaboradores e aqueles que querem empreender”, conta Noely.

Fronteira
Para Ana Paula Tomazoni, agente do PA de Santo Antonio do Sudoeste, o selo Ouro foi a concretização de uma meta. “Depois de obter o Selo Prata em 2018, projetei a conquista do Ouro neste ano. Elaborei planejamento detalhado, com treinamentos, palestras, visitas às empresas e consultorias. Percebi, ao longo do ciclo, maior participação dos empreendedores nas capacitações. As pessoas estão buscando mais organização na gestão empresarial e diferencias de mercado”, avalia Ana Paula. O PA também atingiu 99 pontos.

Sul do Estado
O Sebrae/PR também concedeu o Selo Ouro para os dois PAs do Sul do Estado, de União da Vitória, localizado na Uniguaçu, e de São Mateus do Sul. “O Ponto de Atendimento de São Mateus do Sul foi inaugurado no final de outubro de 2017. Este foi o primeiro ano que pudemos participar do programa e já atingimos o Selo Ouro. É resultado de muito esforço para colocar em prática as estratégias definidas pelo Comitê Gestor do PA”, observa o agente Angelo Sirena Neto. No ano passado, o PA promoveu uma série de atividades como palestras, workshops, rodadas de crédito, seminário Empretec e o Mês do Empreendedor (em outubro).

Lista completa
Na categoria Bronze, foram reconhecidos os PAs de Curitiba – CIC - Positivo, Pinhais, Astorga e Ibiporã. Na Prata, os PAs de Telêmaco Borba, Campo Largo, São José dos Pinhais, Paranavaí, Goioerê, Campo Mourão, Maringá, Nova Esperança, Cambé, Londrina - Unifil, Santa Helena, Guaíra, e Chopinzinho foram reconhecidos. Os Pontos de Atendimento de Irati, Pitanga, Jaguariaíva, Guaratuba, Loanda, Cianorte, Andirá, Cornélio Procópio, Rolândia, Marechal Cândido Rondon, Medianeira, Laranjeiras do Sul, Cascavel - Amic, Cascavel - Acic, Assis Chateaubriand, Quedas do Iguaçu, Palotina, Francisco Beltrão, Dois Vizinhos, Realeza, São Mateus do Sul, União da Vitória, Capanema e Santo Antonio do Sudoeste conquistaram o Selo Ouro.

Ler 250 vezes

Itens relacionados (por marcador)

Entre para postar comentários
Top