Projeto de Anibelli Neto nomeia de Caito Quintana a Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu

A Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu, entre os municípios de Capanema e Capitão Leônidas Marques, que será inaugurada na quinta-feira (dia 26) pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo governador Ratinho Júnior, levará o nome de “Deputado Caito Quintana”.

Em dezembro de 2018, a obra também foi inaugurada pela governadora Cida Borghetti. A Usina foi construída nos Governo Beto Richa e Cida Borghetti. Para a reinauguração, um forte esquema de segurança para o Presidente e um número limitadíssimo de pessoas foram autorizadas a acompanhar a cerimônia, que terá público totalmente restrito.

A proposta foi apresentada na Assembleia Legislativa pelo deputado Anibelli Neto, do MDB, e, quando lida em plenário, recebeu o apoio de todos os deputados.

Na terça-feira a proposta de Anibelli, que teve como relator o deputado Nelson Justus, do DEM, foi aprovada por unanimidade na Comissão de Constituição e Justiça, e irá, agora, à apreciação do plenário.

Anibelli justifica a proposição lembrando que Caito Quintana, que faleceu em janeiro deste ano, foi um dos políticos paranaenses que mais lutou pela implantação e construção da Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu.

Assim – disse – dar o nome do ex-deputado à Usina “é um justo reconhecimento a uma pessoa que sempre lutou e se dedicou em benefício da população paranaense”.

A Usina está instalada no trecho final do rio Iguaçu, entre os municípios de Capanema e Capitão Leônidas Marques e recebeu R$ 2,3 bilhões em investimentos.

Com 350 megawatts (MW) de potência instalada, essa hidrelétrica pode produzir energia suficiente para atender mais de um milhão de pessoas. A Copel detém 30% de participação na Usina Baixo Iguaçu.

 

Ler 308 vezes

Itens relacionados (por marcador)

Entre para postar comentários
Top