Setenta municípios do Paraná estão em epidemia de dengue
Divulgação

Os casos de dengue continuam a crescer no Paraná. O boletim semanal divulgado hoje pela Secretaria de Estado da Saúde registra 15.396 casos confirmados da doença; São 1.892 casos a mais que na semana anterior.

Os casos autóctones, adquiridos no município de residência dos infectados, são a maioria: 14.961, contra 435 adquiridos em outros estados e “importados” para o Paraná.

Setenta municípios estão em epidemia e sete aparecem pela primeira vez nesta relação: Capanema, Realeza, Rancho Alegre D´Oeste, Mandaguari, Jataizinho, Sertaneja e Palotina. Em alerta para a dengue estão mais 59 municípios.

O Paraná registra 17 óbitos confirmados causados pela dengue no período de junho de 2018 até agora. São quase 76 mil notificações realizadas neste período nas 22 Regionais de saúde do estado.

“A situação é grave e por isso reafirmamos que o apoio da população é fundamental”, explica Ivana Belmonte, coordenadora de Vigilância Ambiental da Sesa. “Com os índices elevados de infestação precisamos fazer uma busca minuciosa em todos os terrenos e quintais. Além de eliminar os criadouros que se formam em recipientes mais visíveis com água parada, como pratos de vasos de plantas, ralos descobertos e pneus velhos, temos que buscar também os locais menos visíveis, como telhados, nas antenas de TV e nas calhas; nos troncos ocos de árvores e nas caixas de água. O mosquito vai em busca de recipientes com água ou lixo acumulados”, afirma a coordenadora.

A Sesa segue apoiando os municípios nas ações de orientação e de busca ativa por focos e criadouros.

Ler 83 vezes
Entre para postar comentários
Top