Sábado, 27 Julho 2019 11:07

Linha de crédito apoia modernização do setor de comunicação

Escrito por
Linha de crédito apoia modernização do setor de comunicação Assessoria

A Secretaria de Estado da Comunicação Social e Cultura reúne neste fim de semana empresários, jornalistas, publicitários e profissionais da área de comunicação para discutir a necessidade de transformar jornais e sites em plataformas de conteúdo mais dinâmicas e adaptadas ao mundo virtual.

O Workshop Digital 4.0, realizado no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, tem a parceria da Associação dos Jornais Diários do Interior do Paraná (ADI) e da Associação dos Jornais e Revistas do Paraná (Adjori-PR).

No evento, aberto nesta sexta-feira (26), a Fomento Paraná apresentou uma linha de crédito especial para apoiar veículos de imprensa no contínuo processo de modernização de suas atividades. O programa incorpora novos itens nas possibilidades de crédito e pressupõe linhas customizáveis para atender a necessidade dos tomadores do empréstimo.

O financiamento é destinado a quem precisa investir ou ampliar suas atividades mantendo ou gerando novos empregos. Podem ser financiados, por exemplo, projetos de modernização dos jornais, migração de mídia, construção ou melhoria de portais de internet, além de capital de giro associado.

O secretário de Comunicação Social e Cultura, Hudson José, explicou que é papel do Estado oferecer mecanismos para que as empresas possam investir mais, adaptar seus negócios às novas demandas da sociedade e, nesse caso, atuar como plataformas ainda mais decisivas para o processo democrático.

“São linhas para que os veículos de comunicação adquiriram equipamentos, hardwares e softwares para que possam ter o que há de mais avançado disponível aos seus leitores e anunciantes”, afirmou o secretário.

RESPOSTA RÁPIDA - Hudson José também destacou que a transformação digital é parte de um processo inevitável e irreversível, que vem atingindo as redações dos jornais em todo o mundo. Ele ressaltou que o objetivo da discussão e do acesso a crédito com juros reduzidos é que as empresas possam responder rapidamente, e com mais precisão, as exigências de consumo dos leitores.

“O Workshop Digital 4.0 tem como objetivo atualizar os veículos para que eles estejam estruturados para as novas demandas que os cidadãos têm buscado para se atualizar. Pensar na notícia, mas, ao mesmo tempo, em opções de diversão, gastronomia e cultura”, disse o secretário. “Estamos contribuindo para que os veículos melhorem as suas performances e consigam ter mais relevância e importância junto aos cidadãos”.

CRÉDITO - A Fomento Paraná é a instituição financeira de desenvolvimento do Governo do Estado que apoia os empreendedores paranaenses de todos os portes, inclusive os veículos de comunicação, com financiamentos de baixo custo. A taxa de juros é uma das melhores do mercado, a partir de 1,10% ao mês.

Podem ser financiados até R$ 500 mil, de acordo com o porte, a capacidade de pagamento e a ausência de restrições cadastrais. Para o segmento de imprensa, a Fomento Paraná oferecerá condições personalizadas nas operações, como aquisição de softwares, por exemplo.

A instituição financia projetos de investimento e capital de giro para empreendedores da indústria, comércio e setor de serviços. Desde 2011, contratou R$ 1 bilhão em financiamentos para empresas de micro, pequeno e médio porte em todo o Estado. São 32 mil empreendimentos beneficiados em cerca de 300 municípios de todas as regiões.

Box 1
Workshop discute transformação digital da imprensa

A necessidade de transformação dos veículos impressos em plataformas digitais é o principal tema do Workshop Digital 4.0, que acontece durante o fim de semana no Museu Oscar Niemeyer.

O evento é organizado pela Associação dos Jornais Diários do Paraná (ADI) e pela Associação de Jornais e Revistas do Paraná (Adjori) e conta com apoio da Secretaria de Estado Comunicação Social e Cultura.

O presidente da ADI, Nery José Thomé, disse que o Workshop Digital 4.0 apresenta conceitos e novos modelos de gestão que devem ser disseminados no interior, onde as atualizações costumam ser mais demoradas. A associação reúne vinte jornais diários.

“Queremos melhorar a produção jornalística e os setores comerciais. Entender como viabilizar essa mudança cultural, que é mundial e representa um obstáculo para o modelo de negócio, é fundamental para garantir a relevância dos jornais dentro das suas comunidades”, afirmou.

Thomé disse que o objetivo é apresentar soluções com apoio de especialistas e levar aos jornais e portais novas ferramentas, tecnologias e técnicas de jornalismo para o formato digital. “A proposta é melhorar os nossos conteúdos para o mercado de publicidade e anunciantes que usam cada vez mais as plataformas digitais. Vamos conversar com agências, grupos de mídia, todos nos ajudando a formar produtos digitais melhores”, completou o presidente da ADI.

O presidente da Adjori, Elizio Siqueira, afirmou que o Workshop Digital 4.0 representa um marco para quebrar paradigmas no mercado jornalístico. A associação reúne 150 semanários, quinzenários, mensais.

“Quase todos os jornais e revistas associados já investem no meio digital há algum tempo. Mas precisamos investir mais para melhorar os nossos portais e, principalmente, aperfeiçoar a comercialização deles”, ressaltou.

PROGRAMAÇÃO – Neste sábado, a especialista em Comunicação Digital Marina Andrade abordará o tema “conteúdo digital”; o diretor da agência de marketing iProspect Gustavo Macedo falará sobre “otimização de conteúdo”; e o professor Marcello Budolla abordará os temas “o veículo de comunicação virou publisher” e “monetização de formatos digitais”. O professor Alexandre Weiler fecha o workshop no domingo com a palestra “modelo de negócio – Canvas".

A abertura, nesta sexta, contou com uma palestra do presidente da Celepar, Alan Costa, especialista em tecnologia e revolução digital de negócios públicos e privados.

Ler 104 vezes
Entre para postar comentários
Top