Dissertação de mestrado comprova resultados do JAA

Pesquisa foi realizada por instrutora do SENAR-PR e aponta os resultados do programa Jovem Agricultor Aprendiz nos aspectos pessoal e profissional dos egressos

 

Há 14 anos que o programa Jovem Agricultor Aprendiz (JAA), uma iniciativa do SENAR-PR, repercute positivamente entre os jovens. Apesar dos relatos que destacam as boas experiências, sua eficiência ainda não havia sido comprovada cientificamente. Isso até agora! A agrônoma e instrutora do SENAR-PR, Lidiane Braga, realizou uma pesquisa inédita que avalia os impactos do programa entre os egressos. Resultado: o JAA tem atingido seu objetivo como ferramenta de aprendizagem rural.

 

O projeto “Influência do Programa Jovem Agricultor Aprendiz (JAA) no desenvolvimento humano e profissional de jovens” foi desenvolvido como dissertação do Programa de Mestrado em Agronomia pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) e apresentado à banca avaliadora no início de julho deste ano. Para alcançar os resultados, a pesquisadora aplicou questionários e/ou entrevistou 565 egressos do programa entre 2013 e 2017.

 

A pesquisa teve início em 2017, com apoio do SENAR-PR e da rede de instrutores do JAA. “O SENAR-PR autorizou a pesquisa e forneceu todos os dados que eu precisava. Também foi apresentado a outros instrutores do JAA, que auxiliaram no contato com seus egressos. Isso reforçou a questão do vínculo que é criado entre o instrutor e o participante. Foi um trabalho em conjunto”, destaca Lidiane.

 

A pedagoga e coordenadora do JAA, Regiane Hornung, avalia que os resultados da dissertação, além de comprovar a eficiência do programa, são importantes dentro do próprio SENAR-PR, pois contribui para a tomada de decisões futuras. “Em 2015 começamos a fazer uma avaliação de egressos dos programas do SENAR-PR. Esta pesquisa da Lidiane reforça o nosso trabalho. Com isso, podemos identificar o que devemos manter e também melhorias a serem feitas”, aponta Regiane, que esteve presente na defesa do estudo.

 

Ainda de acordo com a pedagoga do SENAR-PR, a instituição está implementando processos avaliativos de seus programas e ações para mensurar resultados, conforme estabelecido pelo Conselho Nacional de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas, por meio do Decreto 9.834 de 12 de junho de 2019.

 

Resultados

 

Para Lidiane, uma das principais conclusões do trabalho é em relação ao vínculo com o meio rural despertado entre os jovens. A partir dos dados levantados é possível constatar que o JAA tem conseguido que seus participantes encontrem uma conexão com o campo, ainda que estejam vivendo em meio urbano. Os resultados apontam que, no início do programa, cerca de 68% afirmam que têm vínculo com o campo.

 

Ao final, mais de 92% declaram que possuem essa relação. A autora da dissertação observa que isso funciona como um preparo para a sucessão familiar, pois o jovem começa a se interessas pelas atividades ligadas ao setor agropecuário e percebe que ali existe uma possibilidade de carreira profissional.

Ler 77 vezes
Entre para postar comentários
Top