Imprimir esta página
Produtores de leite conhecem mudanças nas normativas
Assessoria

No dia 04, foi realizado no Centro Cultural Monsenhor Cestilio José Miotto, em Santa Izabel do Oeste, um seminário a respeito da produção de leite no país, com o palestrante Emerson Ferraza, médico veterinário e instrutor do Senar, que abordou sobre as novas normas que regem a produção, transporte e industrialização de produtos lácteos, principalmente do leite.

Participaram produtores do setor, técnicos, cooperativas e autoridades do poder legislativo e executivo do município.

O evento foi uma realização da Emater (Empresa Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural), Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), Administração Municipal de Santa Izabel do Oeste, Secretaria Municipal de Agricultura e Seab (Secretaria da Agricultura e do Abastecimento).

MUDANÇAS NO CENÁRIO LEITEIRO

O Brasil já foi um grande importador de leite, mas possui potencial para ser um grande produtor e exportador no futuro. Para isso, é preciso que os produtores evoluam e se adequem a mercados exigentes, como a Ásia e Europa.

Para isso, os produtores de leite e as indústrias devem seguir as instruções normativas 76 e 77. Essas normas tratam da produção de leite, boas práticas agropecuárias como o adequado controle na alimentação, qualidade da água, manejo dos animais, abordando as etapas desde a ordenha, refrigeração, transporte e recebimento na indústria.

“Quem atua nesse ramo terá que se adequar, é preciso se modernizar e isso não significa investir, mas trabalhar correto, da forma certa e na hora certa para melhorar a qualidade do produto.”, explica Ferraza.

Ler 143 vezes
Entre para postar comentários