Governo libera R$ 50 milhões para a área de saúde dos 399 municípios do Paraná

O governador Carlos Massa Ratinho Júnior e o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, liberaram, na segunda-feira (21), no Palácio Iguaçu, R$ 50 milhões para a saúde dos 399 municípios paranaenses.

Serão quatro áreas contempladas. Na vigilância em saúde, atendendo todos os municípios paranaenses, serão R$ 23 milhões. “Beto Preto tem sido um grande secretário e conhece muito bem a realidade da saúde por ser médico e ex-prefeito. Esse é o primeiro de uma série de grandes investimentos na área da saúde. Tivemos investimentos ao longo do ano, mas nesse formato abrangendo todos os municípios, é o nosso primeiro anúncio”, afirmou Ratinho Júnior.

Há recursos ainda que serão destinados para a aquisição de equipamentos da urgência e emergência de UPAs, Pronto Atendimento ou Pronto Socorro, além de Hospitais de Pequeno Porte, de Referência e Unidade Avançada do Samu. Isso representa 119 leitos de estabilização, com kits com desfibrilador e monitor multiparamétrico, ventilador pulmonar, etetrocardiógrafo digital, oxímetroportátil, aspirador portátil e carro de emergência e ambulância para o Samu, totalizando R$ 11,8 milhões para 73 municípios.

Regionalização – O governador destacou que o atendimento regionalizado é um dos objetivos da gestão. “A regionalização dos atendimentos de alta complexidade é uma prioridade. Queremos que o atendimento esteja próximo à pessoa debilitada, a exemplo do que fizemos em Pato Branco, no sudoeste, onde entregamos um equipamento para a radioterapia, evitando o deslocamento do paciente até Cascavel”.

Já em obras, o governo vai aportar R$ 10,1 milhões, destinadas a reformas, ampliação e construção de unidades de saúde, em mais de 20 localidades. Para a Operação Verão serão destinados R$ 5,1 milhões.
Operação Verão

O secretário Beto Preto explicou que a otimização dos recursos é a proposta de atuação do governo. “Aumentamos com muita responsabilidade os recursos e adiantamos valores. Na Operação Verão, por exemplo, nós aumentamos em R$ 900 mil o valor de investimento e liberamos o recurso agora, no mês de outubro. Agora as prefeituras têm mais tempo para organizar e contratar o que for necessário, chegando em dezembro e janeiro já com pleno atendimento no Litoral.”

Resultado

O compromisso de atender o Paraná de forma integral, em todas as localidades, foi outro ponto enaltecido pelo secretário Beto Preto, seguindo a determinação do governador. “Nós queremos dar uma outra visão à saúde do Paraná. Modernizando, ampliando e levando a saúde onde for necessário”.

Falando em nome dos 399 prefeitos, o presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), Darlan Scalco, reconheceu que os resultados das primeiras ações de governo já estão aparecendo, depois do corte de despesas, diminuição da estrutura de secretarias e ajuste do caixa. “Em dez meses de Governo, nós estamos recebendo recursos em todos os municípios. Tenho certeza de que isso é resultado da vontade do governo e da disposição em atender todos os municípios, sem distinção.”

 

Prefeitos enaltecem olhar regionalizado no direcionamento de recursos da saúde

Os prefeitos que participaram do evento no Palácio Iguaçu destacaram especialmente a atenção regionalizada do governo no direcionamento de recursos para a saúde. O prefeito de Campina da Lagoa, Milton Luiz Alves, disse que os repasses para os pequenos municípios confirmam o olhar diferenciado da gestão estadual. O município, que integra a 11ª Regional de Saúde, vai receber cerca de R$ 300 mil, entre obras e vigilância em saúde.

“Devemos aplicar na aquisição de um veículo e ampliação do posto de saúde. O prédio está sem reforma há 10 anos. Saúde é primordial e liberando um recurso destes, estão pensando no bem-estar do povo. A Secretária da Saúde, e o nosso governador, estão pensando nos municípios pequenos”, afirmou.

A dificuldade financeira encontrada por muitas prefeitos também será minimizada pelo pacote de anúncios feito nesta segunda-feira. Desafogar o caixa e ao mesmo tempo ampliar a oferta de serviços públicos à população também será uma das prioridades em Uraí, no Norte Pioneiro, cujo repasse será de pouco mais de R$ 91 mil.

“Nos dias de hoje, a saúde é fator mais importante de uma cidade, que muitas vezes têm recursos escassos. Este recurso vai atender a saúde de maneira geral, e também para a reforma no posto de saúde. Vamos guardar um pouco ainda de recurso livre para ajudar o caixa”, disse o prefeito Carlos Roberto Tamura.

Já para o Litoral, no município de Matinhos, que no período de temporada é o destino de mais de 500 mil pessoas, a Operação Verão vai aportar R$ 1,755 milhão somente na área de saúde. Segundo o prefeito Ruy Hauer Reichert, a parceria com o governo do Estado e o aumento de recursos para o período, é fundamental.

“Muito importante, porque no verão, principalmente, o município, como outros do Litoral, é a segunda residência dos paranaenses. Recebemos 500 mil pessoas nesta época. E nos períodos de pico, como o ano novo e o carnaval, chegamos a um milhão de pessoas. Sem esta parceria, não conseguiríamos receber todos estas pessoas”.

Com um total de R$ 812 mil para o município de Foz do Iguaçu, o prefeito Chico Brasileiro informou que pretende aplicar o dinheiro na construção de uma Unidade Básica de Saúde. Ações de alerta contra o mosquito da dengue também serão desencadeadas mais fortemente para alertar a população.

“Será construída a unidade de saúde numa região de muita vulnerabilidade social. Isso vai possibilitar implantar a estratégia de forma preventiva e de promoção de saúde. E o recurso da vigilância vamos intensificar ações contra a dengue. O governo tem dado total atenção para Foz do Iguaçu, até porque é uma região de fronteira e merece este apoio”, ponderou.

 

PRESENÇAS - Estiveram presentes na cerimônia no Palácio Iguaçu o vice-governador Darci Piana; o chefe da Casa Civil, Guto Silva; os secretários Sandro Alex (Infraestrutura e Logística) e Valdemar Bernardo Jorge (Planejamento e Projetos Estruturantes); o diretor de operações do BRDE, Wilson Bley; os deputados estaduais Hussein Bakri (líder do Governo), Marcel Micheletto, Soldado Adriano José, Alexandre Curi, Ademar Traiano, Jonas Guimarães, Nelson Luersen, Cantora Mara Lima, Delegado Fernando, Luiz Claudio Romanelli, Emerson Bacil, Paulo Litro, Wilmar Reichembach, Dr. Batista, Francisco Buhrer, Alexandre Amaro e Nelson Justus; o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, os prefeitos e secretários municipais de Saúde de mais de 200 municípios e servidores da Secretaria de Estado da Saúde.

Ler 69 vezes
Entre para postar comentários
Top