Uso de máscaras será obrigatório na ALEP
FreePik

Para garantir a segurança dos trabalhos durante a pandemia do novo Coronavírus, a partir de quarta-feira (22) todos os funcionários e prestadores de serviço que circulam pelas dependências da Assembleia Legislativa do Paraná serão obrigados a usar máscaras de proteção individual.

O anúncio foi feito pelo primeiro secretário da Casa, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PSB), durante a abertura da sessão plenária remota de terça-feira (14). "A todos que acessam o prédio da Assembleia Legislativa, um ato decidido pela Comissão Executiva, torna obrigatório que todos os servidores e parlamentares, além das empresas terceirizadas, atender à recomendação da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde com o uso de máscaras de proteção contra o coronavírus. As máscaras serão fornecidas após aquisição do produto no mercado e as empresas terceirizadas serão obrigadas a fornecer aos seus funcionários", explicou o deputado.

Romanelli destacou ainda que na possibilidade de falta das máscaras, cada funcionário ou prestador será cobrado a usar máscaras feitas de pano ou material equivalente. "Como já está bem descrito pela instrução normativa publicada pelo Ministério da Saúde. Temos algumas pessoas ainda circulando pela Assembleia Legislativa, há um agravamento previsto para as próximas semanas e toda cautela é necessária. Já adotamos estas medidas para o funcionamento das sessões plenárias virtuais no Plenário, mas estendemos a todos os gabinetes e todos que circulam pela Casa. Circulou pela Assembleia, é obrigatório o uso das máscaras", frisou. "Há ainda um prazo razoável para a regulamentação do ato, até o próximo dia 22 de abril", concluiu o parlamentar.

Essa é mais uma medida de reforço à prevenção ao coronavírus adotada na Assembleia Legislativa. Segundo o presidente da Casa, deputado Ademar Traiano (PSDB), não há nenhum registro de que “algum servidor tenha sido positivado com o Covid-19”.

Prorrogação - A iniciativa se soma a publicação do Ato da Comissão Executiva (nº 321) que prorroga por mais 14 dias a dispensa do comparecimento pessoal às dependências da Assembleia os servidores, efetivos e comissionados, adidos, integrantes do Gabinete Militar e terceirizados com idade acima de 60 anos, gestantes e lactantes, além de pessoas com doenças crônicas e comorbidades. Ou seja, todos que estiverem no previsto grupo de risco, estarão dispensados do trabalho presencial até o dia 28 de abril. A norma leva em consideração o avanço das infecções da Covid-19 no Paraná e considera portaria publicada pelo Ministério da Saúde.

Termômetros - Ainda, para que qualquer risco de contaminação seja evitado, a Assembleia Legislativa checa a temperatura de quem entra no prédio. Todos os acessos da Casa são monitorados por profissionais com termômetros e pessoas com temperatura corporal acima de 37,5º graus são orientadas a voltar para casa. As medidas foram tomadas como forma de e prevenção e de combate à COVID-19.

Sessões virtuais - A Assembleia Legislativa do Paraná foi a primeira do país a disponibilizar um aplicativo para que os deputados estaduais possam realizar as votações dos projetos também de forma remota. Desde o dia 23 de março, os parlamentares têm realizado sessões plenárias de modo virtual. “Os deputados estão participando da sessão remota, de forma intensa, interagindo bastante. A nossa equipe de tecnologia de informação com a equipe técnica construiu uma solução tecnológica para a votação remota. Uma grande inovação. É utilizado o mesmo sistema do painel eletrônico da Assembleia, o que garante muita segurança na manifestação do voto do deputado. Para a utilização de um aplicativo na votação, a Assembleia do Paraná foi a primeira”, afirma o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB).

“Estamos rompendo paradigmas. Essas modalidades que estamos adotando aqui serão muito úteis na dinâmica quando passar essa crise do coronavírus. É um grande avanço e devemos à eficácia da nossa diretoria de TI”, completou o primeiro secretário da Mesa Executiva.

Ler 119 vezes

Itens relacionados (por marcador)

  • Traiano diz que cooperação entre poderes coloca o Paraná no caminho certo contra a Pandemia

    O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB), ressaltou na terça-feira (14), durante uma reunião virtual realizada com os chefes dos Poderes do Estado, a importância da colaboração entre as instituições constituídas para trabalhar na luta contra a pandemia causada pelo novo coronavírus.

  • Traiano revela atuação para socorrer o menino Valentim que sofre de uma doença rara de tratamento muito caro

    O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB), revelou durante a sessão Plenária remota, que vem atuando nos bastidores para ajudar a família do menino Valentim de Santi Maciel, de Marmeleiro, de 8 meses, que sofre de Atrofia Muscular Espinhal (AME), uma doença degenerativa rara e luta para não perder os movimentos do corpo para o resto da vida.

  • Prefeituras receberam quase R$ 20 milhões a menos em ICMS no semestre

    Gestores estão cortando despesas para enfrentar momento de crise nas contas públicas.

     

    Da assessoria/Amsop

    Apesar do aumento nos repasses de ICMS às prefeituras da região em junho, o primeiro semestre do ano terminou com queda de R$ 19,6 milhões nas transferências do imposto. Os meses com pior resultado foram abril e maio, quando a redução foi de 33% e 40%, reflexo da redução da atividade econômica em função das medidas de combate ao coronavírus.

     

    Os repasses de ICMS aos 42 municípios do Sudoeste totalizou R$ 261 milhões entre janeiro e junho deste ano, valor menor que os R$ 280 milhões do mesmo período de 2019, segundo levantamento feito pela Amsop (Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná). E as transferências do imposto são apenas uma das que as prefeituras recebem do governo do Estado e Federal para custear despesas e realizar investimentos e que também foram afetadas. A arrecadação própria dos municípios (com IPTU, ITBI, ISS...) foi reduzida.

     

    A União está complementando parte do FPM e aprovou o repasse de dois auxílios emergenciais a estados e municípios, mas somente uma parte destes recursos chegou às prefeituras.

     

    Corte de gastos e cumprimento das obrigações

  • Sudoeste do Paraná tem mais de 481 mil eleitores

    A Justiça Eleitoral divulgou dados referentes ao mês de maio de eleitores que já estão aptos a votar nas eleições municipais de 2020.

  • 215 pessoas morreram em decorrência da Covid-19 no Paraná

    Nesta quinta-feira foram divulgados mais dez óbitos, o maior número registrado em um único informe epidemiológico, desde o início da pandemia, há 81 dias. Estado tem 327 novos casos e total é agora de 5.820 diagnósticos.

Entre para postar comentários
Top