Imprimir esta página
Senado propõe mandato de 6 anos para prefeitos e eleições gerais em 2026

A proposta teve apoiamentos de parlamentares do MDB, DEM, PP, PDT, Republicanos, PSL, Podemos, PROS, PSDB e PSD

Senadores protocolaram na segunda-feira (18) a PEC n° 16/2020, que, além de adiar as eleições municipais de outubro de 2020, propõe mandatos de seis anos para prefeitos, vice-prefeitos e vereadores a fim de coincidir com as eleições presidenciais de 2026.

O texto assinado por 27 senadores autoriza “o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a adiar as eleições municipais de outubro de 2020, em caso de necessidade e fixa o mandato dos Prefeitos, Vice-Prefeitos e Vereadores a serem eleitos nessas eleições, a fim de que haja a coincidência de todos os pleitos a partir de 2026.”

A proposta teve apoiamentos de parlamentares do MDB, DEM, PP, PDT, Republicanos, PSL, Podemos, PROS, PSDB e PSD.

Não assinaram a PEC, que concede mandato de seis anos aos próximos prefeitos, os senadores do PT, Cidadania, Rede, PL, PSB e PV.

Vejam os senadores que querem mandato de seis anos para os próximos prefeitos e vereadores: Marcelo Castro (MDB/PI); Jayme Campos (DEM/MT); Ciro Nogueira (PP/PI); Eduardo Braga (MDB/AM); Weverton (PDT/MA); Mecias de Jesus (REPUBLICANOS/RR); Major Olimpio (PSL/SP); Romário (PODEMOS/RJ); Telmário Mota (PROS/RR); Eduardo Gomes (MDB/TO); Luis Carlos Heinze (PP/RS); Oriovisto Guimarães (PODEMOS/PR); Mailza Gomes (PP/AC); Izalci Lucas (PSDB/DF); Acir Gurgacz (PDT/RO); Marcio Bittar (MDB/AC); Dário Berger (MDB/SC); Luiz do Carmo (MDB/GO); Fernando Bezerra Coelho (MDB/PE); Confúcio Moura (MDB/RO); Zequinha Marinho (PSC/PA); Zenaide Maia (PROS/RN); Chico Rodrigues (DEM/RR); Rose de Freitas (PODEMOS/ES); Lasier Martins (PODEMOS/RS); Nelsinho Trad (PSD/MS); e Irajá (PSD/TO).

Por falar em adiamento das eleições deste ano, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da minoria no Senado, apresentou, na sexta-feira (15), uma Proposta de Emenda à Constituição que adia em dois meses as eleições municipais em decorrência das medidas para o enfrentamento da pandemia da Covid-19. Ao invés de ocorrer em outubro, o pleito ocorreria em 6 dezembro de 2020.

Ler 62 vezes
Entre para postar comentários