Paulo Litro garante recursos para revitalização da Avenida Rio Branco, em Ampére

Duas empresas de Toledo que ganharam licitações realizadas em 2014 e 2015 para a instalação de mantas aluminizadas nas coberturas de alguns ginásios municipais de Francisco Beltrão estão sendo punidas porque as instalações foram feitas de forma inadequada, ocasionando goteiras e outros problemas.

Elas foram multadas em valores que superam R$ 30 mil e também ficam impedidas por dois anos de participarem de licitações da prefeitura.

No ano de 2018 a administração municipal acionou a garantia contratual para que fossem feitos os reparos necessários, mas as empresas se recusaram a realizar o serviço. O prefeito Cleber Fontana abriu um processo administrativo e formou uma comissão para tratar do caso. Após analisar as argumentações das empresas, a comissão concluiu que elas descumpriram os contratos e determinou as penalidades. Foi apresentado recurso administrativo, mas a decisão da comissão foi mantida.

Agora as empresas serão notificadas e a multa poderá ser executada judicialmente se não for feito o pagamento, visto que os reparos foram realizados com recursos do município. O processo foi encaminhado para a Procuradoria Jurídica da prefeitura que deverá ingressar com solicitação judicial para a devolução dos valores pagos às empresas na época da colocação destas mantas, em 2014 e 2015.

Ler 48 vezes
Entre para postar comentários
Top