Terça, 14 Julho 2020 08:38

Novo frigorífico de Umuarama gera 550 empregos

Escrito por

O empreendimento é uma iniciativa da C.Vale (Palotina) e da Pluma Agroavícola. O BRDE e as empresas negociam um financiamento de R$ 30 milhões para investimentos dos produtores rurais.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior conheceu nesta segunda-feira (13) o frigorífico Levo Alimentos, em Umuarama, inaugurado na semana passada, e destacou a geração de empregos no setor. O empreendimento é uma iniciativa da C.Vale (Palotina) e da Pluma Agroavícola (Cascavel), que investiram R$ 60 milhões na reforma e aquisição de novos equipamentos para a indústria (antiga Averama, desativada em 2016). Essa fusão deu origem à marca Plusval.

A indústria gerou 550 novos empregos de imediato para o abate de 60 mil aves/dia, mas estes números devem chegar a 2 mil postos de trabalho e 200 mil aves/dia nos próximos meses. O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e as empresas negociam um financiamento de R$ 30 milhões para investimentos dos produtores rurais na reforma e construção de aviários, que fornecerão matéria-prima para o frigorífico.

O govenador disse que Umuarama dá um novo salto com a abertura desse empreendimento, composto, ainda, de um depósito de cereais, matrizeiros de recria e produção, incubatório e uma fábrica de ração com capacidade para produzir 22 mil toneladas por mês. O arrendamento tem prazo de dez anos, podendo ser renovado.

“O Paraná é líder nacional na produção de frangos e as cooperativas estão investindo cada vez mais nessa estrutura e em tecnologia. É uma cadeia que gera milhares de empregos e será fundamental na retomada da economia depois da pandemia”, afirmou Ratinho Junior. “Estamos otimistas, discutindo novas formas de trazer investimentos ao Paraná, e contentes que as cooperativas estão apostando na geração de emprego”.

O governador também citou o crescimento de 6,9% da indústria alimentícia no Estado nos primeiros cinco meses de 2020, apesar da crise econômica, e disse que o setor é fundamental para manter empregos e o consumo no comércio. A produção avícola paranaense atingiu marca de 1,87 bilhão de frangos abatidos em 2019, aumento de 6,43% em relação a 2018.

REATIVAÇÃO – Esse é o segundo frigorífico da Averama reativado no Paraná. No final do ano passado foi retomada a produção da unidade de Rondon, também no Noroeste do Estado, por meio de uma parceria operacional com a Jaguafrangos, de Jaguapitã, que arrendou a unidade.

CORONAVÍRUS – A Levo Alimentos é um dos frigoríficos que segue todas as medidas de prevenção contra a Covid-19 recomendadas pela Secretaria de Estado da Saúde. Entre as medidas necessárias estão a adoção de um plano de contingência para prevenção, monitoramento e controle da transmissão do coronavírus, em articulação com a Vigilância Epidemiológica do município em que a planta industrial está instalada, e uso de equipamentos de proteção individual.

A Secretaria de Saúde vem atuando desde o início da pandemia em parceria com os diversos setores da sociedade para mitigar os impactos da doença. O Centro Estadual de Saúde do Trabalhador (Cest/Sesa) monitora diariamente os 300 frigoríficos de diversos tamanhos e que empregam mais de 100 mil pessoas no Paraná.

PR-323 – O governador também afirmou que a duplicação da PR-323 entre Paiçandu e Doutor Camargo, corredor de exportação de Umuarama, será concluída em dezembro. A intervenção na estrada tem uma extensão de 20,75 quilômetros, com investimento de R$ 78,7 milhões, e envolve um viaduto entre Água Boa e Doutor Camargo, uma trincheira, além de vias marginais em Paiçandu e Água Boa.

Para os próximos meses está prevista a licitação da duplicação de mais 6,3 quilômetros entre Doutor Camargo até aproximadamente um quilômetro antes da margem do Rio Ivaí. O projeto executivo já foi licitado e o custo estimado do investimento para a obra é de R$ 46 milhões.

A PR-323 vai integrar o novo Anel de Integração. O programa de concessões rodoviárias do Paraná será um dos maiores do País. O projeto deve incorporar ao Anel de Integração original de 2,5 mil quilômetros de rodovias federais e estaduais e pelo menos mais 1,3 mil quilômetros.

PRESENÇAS – Estiveram presentes o chefe da Casa Civil, Guto Silva; o secretário de Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes; o deputado estadual Soldado Adriano José; o prefeito de Umuarama, Celso Pozzobom; o presidente da C.Vale, Alfredo Lang; o presidente da Pluma Agrovícola, Lauri Paludo; e o gerente da Levo Alimentos – Umuarama, Rodrigo Francisco.

Ler 80 vezes
Entre para postar comentários
Top