Algumas cidades do Sudoeste têm crescimento desenfreado da COVID-19

Se no início, a cidade de Coronel Domingos Soares preocupou, agora com a situação controlada e praticamente todos os infectados recuperados, no momento, os municípios de Francisco Beltrão, Pato Branco, Capanema, Planalto e Dois Vizinhos apresentam aceleração na confirmação de casos de Coronavírus. De todas as cidades do Sudoeste, estas são que apresentam curva de crescimento do número de casos de COVID-19 mais acentuada.

Beltrão e Pato Branco seguem no mesmo ritmo de crescimento, sem apresentar retração desde o início do mês de Junho. Francisco Beltrão passou os 500 casos e Pato Branco segue no mesmo caminho, se aproximando de 500 casos. Cabe ressaltar que Beltrão e Pato Branco possuem população de cerca de 90 mil habitantes, e em relação as demais cidades da região, os números não assustam tanto.

No entanto, a maior preocupação está com as cidades de Capanema, com 18 mil habitantes e quase 400 casos confirmados e Planalto com 14 mil habitantes e quase 200 casos confirmados. A prefeitura de Capanema atenua a situação destacando que é a única cidade que fez testagem em massa na região. Dois Vizinhos, antes orgulhosa de não ser afetada pela COVID, viu sua situação mudar em menos de 30 dias. Passou de 13 para quase 200 casos, se colocando como a 6ª cidade mais afetada da região.

A situação mudou durante o mês de julho nos municípios de Coronel Domingo Soares, Clevelândia, Marmeleiro, Palmas e Barracão, que depois de passar por uma fase de contágio acelerado, conseguiram estabilizar a velocidade da disseminação do vírus em suas cidades. Alerta amarelo para Ampére, Mangueirinha, Nova Prata do Iguaçu, Realeza, Santo Antônio do Sudoeste e São Jorge D’Oeste que nos últimos dias entraram para a lista de mais afetados.

O único município do Sudoeste, sem registro de casos positivos, é Flor da Serra do Sul.

Ler 43 vezes
Entre para postar comentários
Top