Hospital Erastinho vai ampliar atendimento às crianças e adolescentes
Dálie Felberg/Alep

O deputado Michele Caputo (PSDB) destacou, na segunda-feira (31) na Assembleia Legislativa do Paraná, a inauguração do Hospital Erastinho, o primeiro hospital oncopediátrico do Paraná, que foi entregue na terça-feira, 1º de setembro.

“Na Secretaria Estadual de Saúde, enquanto secretário, fiz o primeiro convênio de aporte financeiro para erguer essa obra para o sistema de saúde do Paraná.” disse o deputado.

O novo hospital tem um espaço de 4,8 mil m² e faz parte do complexo do Hospital Erasto Gaertner, será destinada especialmente ao combate do câncer infanto-juvenil. "Essa obra não só ampliará e muito o atendimento da oncopediatria, como dará aquilo que as crianças e adolescentes precisam que é um atendimento integralizado, com consultas, exames, cirurgias, com especialista”, reiterou Michele Caputo.

A estimativa é dobrar a capacidade de atendimentos antes realizados na ala oncopediátrica do Erasto Gaertner. São 17 mil consultas, 500 cirurgias e 85 mil procedimentos em crianças e adolescentes por ano.

"A Assembleia Legislativa não deixou de participar deste momento histórico. Foram destinados R$ 2,5 milhões do orçamento da Casa como parte das ações de fortalecer o sistema de saúde nesse momento da pandemia da covid-19", lembrou Michele Caputo, coordenador da Frente Parlamentar do Coronavírus. O recurso serviu para a compra de equipamentos e mobiliários para o novo hospital.

Com a transferência da ala oncopediátrica, o espaço será ampliado para a instalação da nova unidade de transplante de medula óssea para ainda esse ano. Desde 2019, o hospital é o maior transplantador do Paraná e terá a sua capacidade aumentada em até 50% com a nova unidade projetada especialmente para esse tipo de atendimento.

Ler 46 vezes
Entre para postar comentários
Top