Em noite de golaços, Flamengo vence o Bahia com autoridade e sobe na tabela
WALMIR CIRNE/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Arrascaeta, Ribeiro e Pedro têm grande atuação em triunfo por 5 a 3. Tricolor baiano vacila muito defensivamente

O atual campeão deu as caras no Brasileirão. Com muita movimentação, intensidade e entrosamento no ataque, o Flamengo colocou o Bahia na roda e venceu com autoridade em Pituaçu. Em noite inspirada, Pedro, duas vezes, Arrascaeta, duas vezes, e Everton Ribeiro construíram um placar cheio de golaços. Rodriguinho, Élber e Daniel diminuíram no 5 a 3 da noite desta quarta-feira, pela sétima rodada do Brasileirão.

Na tabela
Com o resultado, o Flamengo pulou para os 11 pontos. Sábado, o adversário é outro nordestino: o Fortaleza, às 17h (de Brasília), no Maracanã, pela oitava rodada. Já o Bahia caiu para a 12ª posição e visita o Inter, domingo, às 16h, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Primeiro tempo
O primeiro tempo foi tão bom que merece um relato muito além de uma simples descrição dos cinco gols. Intenso e ligado, o Flamengo fez 45 minutos de manual ofensivamente. Envolvente, criou muitas chances e teve o trio Pedro, Arrascaeta e Everton Ribeiro inspirado. A defesa do Bahia facilitou muito as ações, é verdade, mas foram 45 minutos de muita qualidade do atual campeão brasileiro.

Pedro duas vezes botou os cariocas na frente aproveitando vacilos na saída de bola e muito espaço, mas o Bahia não se rendeu. Muito participativo, Rodriguinho diminuiu com um belo gol. Golaço mesmo, porém, foi o terceiro do Flamengo em linda troca de passes até o peixinho de Arrascaeta. Bem na troca de passes, o Bahia seguiu tentando e Elber fez o segundo em falha de Gabriel Batista.

Segundo tempo
O Flamengo sequer deu tempo para o Bahia pensar em reação no segundo tempo. Começou arrasador. E quando Everton Ribeiro e Arrascaeta estão em grande noite, fica difícil para qualquer adversário. O capitão acertou lindo chute após drible em Zeca para fazer o gol aos dois. Quatro minutos depois, o uruguaio tabelou com Pedro Rocha e fez o quinto. Passeio.

Apesar da desvantagem e dos vacilos da defesa, o Bahia seguiu buscando o ataque através da construção de jogadas com a bola no chão. Rodriguinho chegou a deixar Élber em boa condição, arriscou também chute de fora. Nada que mudasse o placar.

Maestros
Gols, assistência, tabelinhas, muita movimentação e qualidade de sobra. Fica complicado segurar o Flamengo quando Arrascaeta e Everton Ribeira se unem para fazer tudo isso que foi relatado. E foi o que aconteceu em Salvador. A dupla de meias viveu uma noite de gala e conduziu o Flamengo ao triunfo.

Apesar da desvantagem e dos vacilos da defesa, o Bahia seguiu buscando o ataque através da construção de jogadas com a bola no chão. Rodriguinho chegou a deixar Élber em boa condição, arriscou também chute de fora. Nada que mudasse o placar.

Maestros
Gols, assistência, tabelinhas, muita movimentação e qualidade de sobra. Fica complicado segurar o Flamengo quando Arrascaeta e Everton Ribeira se unem para fazer tudo isso que foi relatado. E foi o que aconteceu em Salvador. A dupla de meias viveu uma noite de gala e conduziu o Flamengo ao triunfo.

Vacilou muito...
Se o Flamengo teve uma noite bem articulada no setor ofensivo, a defesa do Bahia facilitou muito a missão. Foram erros infantis de passe, posicionamento e marcação. Uma noite para esquecer de quase todos os defensores. Teve vacilo de Lucas Fonseca, Zeca, Anderson...

 

Ler 62 vezes
Mais nesta categoria:

« Estreia com derrota.
Entre para postar comentários
Top