Imprimir esta página
Governo nomeia mais 141 servidores concursados para a Saúde

Objetivo é ampliar e aprimorar os serviços ofertados. Convocação para a posse e exercício é dos cargos de Promotor de Saúde Profissional e Promotor de Saúde Execução, nas suas respectivas funções, do Quadro Próprio dos Servidores da Secretaria de Estado da Saúde – QPSS.

O Governo do Estado nomeia mais 141 aprovados em concurso público para atuação na Secretaria da Saúde. Os novos servidores foram aprovados no concurso referente ao edital número 73 de 2016. As nomeações constam em seis decretos - 6.518, 6.523, 6.539, 6.540, 6.541 e 6.542 - todos publicados no Diário Oficial do Executivo do dia 14 de dezembro de 2020.

O secretário da Saúde, Beto Preto, afirmou que a convocação desses servidores vem num momento oportuno. “Nossa gestão quer ampliar os serviços, melhorar e aprimorar o que já ofertamos e por isso esses novos servidores são muito bem-vindos. Fizemos esse movimento para as convocações com todo o apoio do governador Ratinho Junior para preencher o quadro. Neste momento de pandemia, o reforço de pessoal é valioso”, afirmou.

A convocação da Secretaria da Saúde para a posse e entrada em exercício é dos cargos de Promotor de Saúde Profissional e Promotor de Saúde Execução, nas suas respectivas funções, do Quadro Próprio dos Servidores da Secretaria de Estado da Saúde – QPSS.

O diretor-geral da Secretaria, Nestor Werner Junior, disse que o chamamento dos aprovados é importante porque auxilia a renovação dos quadros da Secretaria. “Com o decorrer dos anos há servidores que se aposentam, outros deixam o serviço na Secretaria e precisamos repor a mão de obra”, disse ele.

Os aprovados serão informados sobre o local para apresentação de documentos e posse. Com o concurso encerrado, a Secretaria inicia a etapa de dimensionamento e análise de cargos para iniciar o planejamento de um novo concurso

HORAS EXTRAS - A Secretaria da Saúde também informou nesta terça-feira (15) que estão mantidas as horas extras praticadas pelos profissionais da saúde junto aos Hospitais Universitários (HUs) no período da pandemia da Covid-19.

“A Secretaria da Saúde trabalhou intensamente com a Secretaria de Fazenda e Casa Civil, por meio da Comissão de Política Salarial do Paraná, para que pudéssemos ter condição de pagar as horas extras dentro da legalidade da recomendação do Tribunal de Contas do Estado e, neste momento, reafirmamos que o compromisso está mantido”, disse o diretor-geral Nestor Werner Junior.

“Entendemos a relevância dos serviços prestados pelas universidades, pelos hospitais universitários e, principalmente, pelos profissionais da saúde”, salientou o diretor. Segundo ele, o trâmite deste pagamento será oficializado nos próximos dias, seguindo os processos de legalidade requeridos pelos órgãos de controle do Estado. “Nossos hospitais continuarão com todos os leitos abertos e atendendo o paranaense nessa pandemia num movimento muito forte de apoio à comunidade”, confirmou Nestor Werner Junior.

Ler 91 vezes
Entre para postar comentários