Tarde de campo no interior reúne beneficiários da habitação rural
Com o objetivo de mostrar que é possível transformar positivamente a realidade rural com organização e trabalho em grupo, foi realizado no dia 21 de novembro, no interior de Salto do Lontra uma tarde de campo para os beneficiários com a construção de casas rurais através do Programa “Caprichando a Morada”.
Os agricultores familiares foram motivados a melhorar sua propriedade, organizando, principalmente a horta, pomar e jardim, além do saneamento básico. A tarde de campo foi realizada na propriedade do agricultor Cassimiro Sartori, comunidade de São Domingos, reunindo familiares dos agricultores que estão sendo beneficiados com o Programa de moradias. O Programa de habitação é coordenado pela COOPERHAF - Cooperativa de habitação dos Agricultores Familiares e Sindicato dos Trabalhadores Rurais, contando com a parceria da prefeitura municipal no serviço de terraplenagem. No município de Salto do Lontra o Caprichando a Morada está proporcionando a construção de 41 casas, e a reforma de outras 29. Segundo o coordenador Odemar Fachi, a soma dos recursos liberados pelo Governo Federal através do FGTS, a contra partida do agricultor e os financiamentos individuais mostra um montante R$ 580 mil de investimentos que estão movimentando o município e garantindo assim a reforma e a construção de novas moradias. O agricultor Cassimiro Sartori que reside em São Domingos, há 45 anos, construiu uma casa mista com 52 m². Ele se mostrou muito feliz em ter conseguido uma casa nova, já que se não tivesse recebido esta ajuda dificilmente teria condições de construir, e agradeceu o Sindicato, a Cooperativa e Prefeitura que proporcionaram a ele e sua família a construção de uma nova moradia. Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores, Tiburcio José dos Santos, as parcerias foram importantes especialmente para execução deste programa de habitação. O coordenador estadual de habitação, João Fortuna disse que para cada pessoa viver feliz e com auto-estima para o trabalho, é necessário que ele se sinta bem em casa, e este projeto segundo esta proporcionando esta nova realidade.
Ler 572 vezes
Entre para postar comentários
Top