São Paulo aboliu a Lei

Mario Eugenio Saturno
Em Atos dos Apóstolos, vemos a incrível capacidade de Lucas expressar-se na língua grega.

No capítulo 15, vemos: Alguns homens, descendo da Judéia, puseram-se a ensinar aos irmãos o seguinte: Se não vos circuncidais, segundo o rito de Moisés, não podeis ser salvos (o leitor conhece cristãos assim?). Originou-se então grande discussão de Paulo e Barnabé com eles, e resolveu-se que estes dois, com alguns outros irmãos (Tito, conforme Gálatas 2,1), fossem tratar desta questão com os apóstolos e os anciãos em Jerusalém. Chegando lá, foram recebidos pela comunidade, pelos apóstolos e anciãos, a quem contaram tudo o que Deus tinha feito com eles. Mas levantaram-se alguns que antes de ter abraçado a fé eram da seita dos fariseus, dizendo que era necessário circuncidar os pagãos e impor-lhes a observância da Lei de Moisés.
Reuniram-se para tratar desta questão. Ao fim de uma grande discussão, Pedro disse: Irmãos, vós sabeis que já há muito tempo Deus me escolheu dentre vós, para que da minha boca os pagãos ouvissem a palavra do Evangelho e cressem. Ora, Deus, que conhece os corações, testemunhou a seu respeito, dando-lhes o Espírito Santo, da mesma forma que a nós. Nem fez distinção alguma entre nós e eles, purificando pela fé os seus corações. Por que, pois, provocais agora a Deus, impondo aos discípulos um jugo que nem nossos pais nem nós pudemos suportar? - Se nem os apóstolos podem suportar, por que alguns cristãos de hoje querem impor esse jugo? Pense! Leitor, pense! Se o Deus entregou o Espírito Santo aos gentios, a Igreja Católica também aceita isso em “dogma” (cf. Lumen Gentium 15), se até mesmo em evangélicos ávidos  por dinheiro, por que alguns evangélicos não aceitam isso nos católicos? Que o leitor pense em seu cora=
 7ão-.
Paulo vencera a disputa, conforme atesta Lucas nos Atos: então pareceu bem aos apóstolos e aos anciãos com toda a comunidade escolher Judas Barsabás, e Silas, para enviar a seguinte carta: "Os apóstolos e os anciãos aos irmãos de origem pagã, em Antioquia, na Síria e Cilícia, saúde! Temos ouvido que alguns dentre nós vos têm perturbado com palavras, transtornando os vossos espíritos, sem lhes termos dado semelhante incumbência. Com efeito, pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não vos impor outro peso além do seguinte: que vos abstenhais das carnes sacrificadas aos ídolos, do sangue, da carne sufocada (cabe aqui reafirmar: destinadas aos ídolos, o objeto da contenda) e da impureza (no original grego, pornéia, por isso também traduzido como casamentos ilícitos). Adeus!
Se os apóstolos e ancião tiveram a iluminação e inteligência para abolir a Lei, por que não há outros cristão que insistem em impor esse jugo que ninguém suporta? Por que não priorizam a vida e busquem a união para defendê-la? Que o leitor reflita!
Mario Eugenio Saturno, de Bariloche - Argentina, é Tecnologista Sênior do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), professor universitário e congregado mariano. (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

Ler 465 vezes
Entre para postar comentários
Top