Cães e gatos podem comer o mesmo alimento ?

Quando se tem um cão e um gato, às vezes nos parece mais prático alimentá-los da mesma maneira. Mas isso é desaconselhável, pois o gato é um carnívoro mais estrito que o cão. Ele exige mais quantidade e qualidade de proteína na sua dieta.


Além da grande exigência em proteínas, os gatos necessitam de um acréscimo de taurina, um aminoácido, cuja carência prolongada favorece o aparecimento de cegueira e problemas cardíacos. Esta suplementação não é necessária para os cães.
Os gatos também têm uma capacidade mais limitada que os cães de se adaptar a uma dieta rica em amido, fonte de energia para os animais. O excesso deste nutriente na sua alimentação pode provocar problemas digestivos, como diarréia. Portanto, a utilização de cereais deve ser mais limitada para gatos do que para cães.
A fonte de energia mais empregada na ração do gato é a gordura, que ele digere melhor que os cães. Os gatos necessitam de alguns ácidos-graxos de origem animal, em particular o ácido araquidônico, encontrado no ovo e na carne. Ao contrário dos cães, eles são incapazes de sintetizá-lo.
Podemos, então, concluir que a ração fabricada para cães não supre as necessidades dos gatos. Por outo lado, eventualmente, o cão pode receber ração para gatos que, no entanto, são mais caras.
Fique atento, como a ração de gato contém mais gorduras, ela é contra-indicada para cães com tendência a desenvolver problemas de pele e obesidade. Além disso, os alimentos industrializados para gatos são acidificados para evitar a formação de cálculos nas vias urinárias. Nos cães em crescimento, o alimento acidificado pode perturbar a mineralização dos ossos.
(Méd. Vet.. Claudemir Dal Molin - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.).

Ler 729 vezes
Entre para postar comentários
Top