Opção Para lazer e trabalho
Elas são práticas para uso urbano e lazer, robustas para o trabalho e até permitem incursões leves em trilhas. Estamos falando das picapes leves nacionais, modelos derivados de automóveis compactos, que são um sucesso no Brasil. E uma curiosidade. Elas quase são um fenômeno do país, pois são raríssimas lá fora. Os europeus, por exemplo, preferem os furgões e os norte-americanos, veículos maiores com chassi próprio.
No Brasil, quatro modelos são oferecidos: Fiat Strada, Chevrolet Montana, Ford Courier e Volkswagen Saveiro. Segundo gerentes de concessionárias de Curitiba, a maioria dos clientes procura as picapes leves para o trabalho. "São pequenos empresários, autônomos, empresas e frotistas que utilizam esses veículos para o transporte de pequenas cargas", salienta Ricardo Kennedy, gerente de novos da Servopa, revenda Volkswagen na capital. Alex Finimundo, gerente de novos da Metropolitana, concessionária Ford, confirma que a maioria dos clientes opta por estes modelos para uso comercial, mas acrescenta que há clientes que preferem usá-las no lazer. "Muitos jovens optam por uma picape leve para levar pranchas de surfe e outros equipamentos", justifica. Mix Entre as quatro picapes leves comercializadas no país, a que possui maior número de versões é a Fiat Strada. Ela também detém o título de mais barata do segmento. O modelo tem opções de motorização 1.4 e 1.8 bicombustíveis, sendo que a versão com menos cilindrada ainda é vendida com a carroceria antiga. Com preços variando entre R$ 27,5 mil (1.4 Flex cabine simples) e R$ 46 mil (1.8 Flex Adventure), na concessionária Barigüi, o veículo é o único da categoria a ter opção de cabine estendida (as demais são apenas simples). Outra picape leve com bom mix de versões é a Volkswagen Saveiro. O veículo é comercializado com propulsores 1.6 e 1.8 Total Flex e seus preços variam entre R$ 28,9 mil (1.6 básica) a R$ 42 mil (1.8 Crossover completa). Para quem estiver pensando em comprar o modelo, vale lembrar que até o fim deste mês a picape leve deve receber retoques visuais, como os que serão empregados no Gol Geração IV. Por outro lado, o título de modelo com maior capacidade de carga no segmento é da Ford Courier. A picape leve pode carregar até 750 quilos (apenas a versão de entrada). Mas a Courier, que custa a partir de R$ 28,4 mil, na revenda Metropolitana, tem um ponto fraco: é a única a ser vendida apenas com motor exclusivamente a gasolina (1.6). Já a representante da Chevrolet neste segmento é a Montana. Com visual moderno, a picape leve só tem uma opção de motorização (1.8 Flexpower). É comercializada, na concessionária Metrosul, a partir de R$ 29,9 mil (na versão básica), podendo chegar a R$ 44 mil (versão Off-Road completa). Seguro Quem for comprar uma picape leve deve estar preparado para uma surpresa na hora de fazer o seguro, principalmente, se for para uso comercial. As companhias seguradoras cobram um valor mais alto para fazer a apólice destes modelos, até 30% mais caro. Dependendo do perfil do comprador (o preço sobe ainda mais se o veículo for utilizado por mais de uma pessoa) e se for para trabalho, o seguro de uma picape leve pode chegar a R$ 3,5 mil.
Ler 826 vezes
Entre para postar comentários
Top