Nacional vence e conquista o tetracampeonato
Uma belíssima tarde esportiva marcou a decisão do Campeonato Regional de Futebol Amador promovido pela LBF – Liga Beltronense de Futebol, presidida por Valdir de Souza. A diretoria do Nacional promoveu uma belíssima festa lembrando as raízes do time e recebendo com todas as honras as equipes, torcidas e imprensa regional.
http://www.jornalnovotempo.com.br/images/fotos/esportes200582481628.jpg Na preliminar, atletas veteranos relembraram a história futebolística do município e a fusão que originou a equipe do Nacional. Brasil e Guarani se enfrentaram e desfilaram atletas muito conhecidos do público esportivo santoantoniense e do sudoeste do Paraná a exemplo de: Ilma, Diabo Loiro, Tiasseca, . Depois de duelarem sob forte calor e apoio da torcida que chegava ao Estádio Eloy Alves dos Anjos, o jogo festivo terminou em 1x1. Daí veio a merecida homenagem da equipe do Nacional e do Departamento Municipal de Esportes e que contou com a presença do prefeito Zelírio Ferrari. Todos os atletas históricos receberam um certificado e que com muito orgulho ostentavam para os fotógrafos e para seus familiares. Na seqüência, a diretoria do Nacional e a administração municipal de Santo Antônio do Sudoeste homenagearam a imprensa regional e representantes dos jornais e emissoras de rádio receberam uma lembrança como forma de agradecimento pela cobertura jornalística do Campeonato Regional de Futebol Amador e Sub-17. Com muita festa, as duas equipes entraram juntas no Estádio esse apresentaram para as suas torcidas. A equipe do Nacional conquistaria o título com um simples empate, já para a equipe do Real somente a vitória interessava, pois não havia feito o dever de casa e na partida de ida, perdeu por 1x0 no Estádio da Colina Norte. O primeiro tempo foi equilibrado com boas oportunidades de gols para as duas equipes, porém, com maior domínio do Real que reclamou a não anotação de um pênalti pelo árbitro Valdir de Souza. No segundo tempo, o Real veio com a determinação de fazer o gol para conquistar a vitória no tempo normal e levar a decisão para a prorrogação. O Nacional explorou bem o contra-ataque com o artilheiro da equipe e do campeonato regional, Márcio. Aconteceu o que o Real não esperava: gol para o Nacional. Nem bem se recompôs do golpe sofrido e o Nacional ampliou para 2x0. Precisando agora de três gols, o Real mexeu suas peças e foi para o ataque e descontou através de penalidade. Quando mais pressionava e acreditava fazer o vira-vira, o Nacional marcou o terceiro e decretou o marcador e o resultado para a conquista do título regional muito festejado por sua torcida. Todos os presentes ao Estádio Eloy Alves dos Anjos foram unânimes: Tinham acompanhado uma grande partida de futebol disputado na bola e na raça. As duas equipes se empenharam ao máximo e brindaram o grande público com um grande espetáculo fazendo jus à decisão regional. Logo após a partida, a LBF fez a entrega dos prêmios de Campeão para a equipe do Nacional, vice-campeão para a equipe do Real e aos destaques do campeonato, o goleiro do Real, Ciro como o menos vazado e ao atacante Márcio, do Nacional como artilheiro. A diretoria do Nacional homenageou o presidente da LBF – Valdir de Souza e seu quadro de árbitros e mesários com um troféu. O Nacional conquistou o título com 9 vitórias, 5 empates e duas derrotas, anotando 38 gols e sofrendo 14 gols. O goleiro Ciro do Real foi o goleiro menos vazado do Campeonato sofrendo 12 gols. O atacante Márcio do Nacional de Santo Antônio do Sudoeste foi o artilheiro do Campeonato com 16 gols. O presidente da LBF, Valdir de Souza recebe troféu oferecido pela equipe do Nacional e pela administração municipal
Ler 655 vezes
Entre para postar comentários
Top