Educação - Jornal Novo Tempo

Os alunos que ingressam nas escolas particulares chegam à primeira série já com larga vantagem em relação às crianças de escolas públicas. E essa desigualdade nas médias pouco se altera até o final da quarta série do ensino fundamental.

Estudantes de jornalismo da Faculdade Assis Gurgacz, de Cascavel realizaram em Salto do Lontra, dia 14 de novembro, o workshop "Comunicação e Novas Mídias" para o Conselho da Mulher Empresária e Executiva.

Tania Santor/Juliana Cherubini

O que mudou com o EJA?

"Pra mim foi ótimo, não sabia nem escrever o meu nome, aprendi a ler, agora só me falta agradecer a quem correu atrás dessa oportunidade. Hoje não consigo fazer mais porque sou doente e a minha idade não ajuda. A professora é conhecida, pois foi de todos meus filhos e agora é minha. Eu já escrevi carta para o governo agradeci a ele pela oportunidade de pelo menos saber escrever meu nome, a escola me distrai aqui eu converso com meus amigos".

Maria Noeli Mendes - Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida - Linha Sede União

 

"È muito importante. Aprendi a ler e a escrever e sou muito feliz com isso, já faz dois anos e no começo foi bem difícil, mas nesse último ano é que eu realmente aprendi, a chance nós ganhamos basta aproveitar. Antigamente eu não tive oportunidade e agora eu estou lutando para aprender. Me sinto uma criança vitoriosa, os colegas e as professoras são maravilhosos. Aquele que ainda não veio para escola, venha, porque a chance é única e fascinante e os velhos também precisam estudar".

Helena Klan Binillo - Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida - Linha Sede União

 

Já faz três anos que eu estou no EJA, é uma aula boa. Eu era analfabeto e já ajudo nas leituras do culto da comunidade. A gente tem a oportunidade de sair, se encontrar com os amigos, quem trouxe essa educação para nós foi o prefeito Jaime e a Nilse. A professora ta feliz e o meu sonho é ainda um dia ser professora. Eu tenho 68 anos.

Noralia Batista - Escola Municipal Zacarias de Góes de Vasconcelos - Linha Pedregulho

 

"São 625 alunos na rede municipal de ensino, todos esses resultados só puderam ser alcançados pela administração competente que existe no município, uma administração que pensa no intelectual das pessoas, porque isso é pensar em qualidade de vida. A visão da população em relação a educação mudou muito, democratizar a educação dando oportunidade independente de idade".

Lenir Hank - Secretária municipal de Educação

Educação, princípio de um povo. No mundo globalizado a era digital tomou conta de um mundo onde as pessoas não se desligam do telefone ou da internet, mas apesar de sermos tão globalizados, se esquecemos de muito, ou melhor muitos. Nem todas as pessoas tiveram acesso a uma boa escola, basta olharmos para o lado para perceber o quanto isso é comum. Nossos pais, tios, avós, alguém que não teve o privilégio de mudar essa história.

Santa Izabel do Oeste foi palco nos dias 01 e 02 de dezembro, do IV Festival Regional Nossa Arte e reuniu APAES de dez municípios da região, cujos alunos das Escolas Especializadas apresentaram seus talentos. O evento que aconteceu no Clube Saniza, trouxe para a platéia, apresentações de danças folclóricas, músicas, teatros além de amostra de artes e artesanatos tudo feito pelos alunos das APAES.

No dia 26 de novembro, a APAE de Salto do Lontra, mantenedora da Escola de Educação Especial Arco-Iris, promoveu o 2º Matibaile das APAES da região de Dois Vizinhos nas dependências Clube SERJL, com a presença de 07 municípios.

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) está até o dia 15 de janeiro de 2010, com inscrições abertas para o teste seletivo de alunos. Podem participar os estudantes que fizeram o Enem. São 2.160 vagas par aos 42 cursos oferecidos nos campi de Chapecó (SC), Erechim (RS), Laranjeiras do Sul (PR) e Realeza (PR).

De acordo com um projeto enviado pelo Ministério da Educação ao Congresso, só as crianças que completarem seis anos até o início do ano letivo poderão ser matriculadas no 1º ano do ensino fundamental, tanto em escolas públicas quanto particulares.

A iniciativa visa padronizar o critério de admissão que é diferente em cada Estado, que em determinados casos aceitam crianças de cinco anos. A divergência teria sido criada com a ampliação do ensino fundamental, de oito para nove anos, que passará a valer em 2010.

A parceria entre Departamento de meio Ambiente e Escolas do município de Nova Esperança do Sudoeste continua mostrando resultados. Em novembro o departamento de meio ambiente juntamente a Escola Estadual de Nova Esperança do Sudoeste plantaram mais 450 mudas de arvores nativas cedidas pelo IAP nas margens do Rio Lontra, também no dia 3 de dezembro com alunos da Escola Estadual do Rio Gavião foram plantadas mais 450 mudas.

O Departamento Municipal de Educação de Santa Izabel do Oeste realização a eleição, em cumprimento a Lei Municipal, para a escolha dos novos diretores das escolas municipais para o biênio de 2010/2011.

No dia 26/11, no pavilhão da igreja católica Santo Antão em Bela Vista da Caroba, as 4º séries da Escola Municipal Bom Jesus realizaram a formatura de 106 alunos do PROERD receberam o certificado de participação do curso ministrado por Genoir Behl, Instrutor PROERD com duração de um bimestre.

Página 80 de 81
Top