Observo uma crescente preocupação, particularmente de nossos meios de comunicação, em questionar se o planeta tem recursos e capacidade para alimentar sua população, que cresce ano após ano.

Ademar Traiano
Melhorar a segurança pública do Paraná é uma obsessão do governador Beto Richa, como escrevi no meu último artigo. O foco nessa questão - que representa um clamor da maioria dos paranaenses - é demonstrado no dia a dia com ações do governo do Estado.

Bruno Peron
Aproximadamente 5 mil haitianos entraram no Brasil desde a tragédia do terremoto que sacudiu a ilha caribenha em 12 de janeiro de 2010.

Se por algum motivo, você recebesse hoje, a notícia de seu desligamento da empresa onde trabalha, o que faria? Recebi a ligação de um amigo, que por mudanças organizacionais, foi demitido da empresa onde trabalhou durante 5 anos. Fiquei feliz, pois o objetivo do contato comigo, era para eu fazer a ponte, com outro empresário que conheço, para entregar seu currículo.

Ademar Traiano
O governo Beto Richa deu um passo fundamental para atender uma importante reivindicação do setor produtivo paranaense e dar início a uma verdadeira revolução na nossa produção agropecuária. Trata-se da criação da Agência de Defesa Agrocupeuária do Paraná (Adapar).

Bruno Peron Loureiro
Um dos grandes desafios de países de porte grande é o de integrar seus territórios, tornando próximo o distante, a fim de ter fluidez nos transportes.

Pagando Mico!

Quantas vezes você já não pagou o seu? E às vezes até porque foi induzido a ele. Como aquele atrapalhado locutor de rádio que em plenos anos noventa, anunciava solenemente a assinatura do acordo de paz para o fim da segunda guerra mundial.

Ademar Traiano
A economia paranaense ganhou uma forte dinâmica e um renovado vigor nos últimos tempos. Acaba de ser divulgado um novo levantamento do Caged – Cadastro Geral de Empregados e desempregados – do Ministério do Trabalho.

Falta energia

Mario Eugenio Saturno
É surpreendente como algumas coisas não funcionam no Brasil. Quando ainda jovem, nos anos 1980, soube que as usinas de álcool queriam vender energia elétrica (cogerada) usando um combustível barato, na verdade um problema para as usinas, o bagaço da cana. Foi preciso o “apagão” de dez anos atrás para obrigar o governo a aproveitar esse gigantesco potencial energético até então desperdiçado.

Mario Eugenio Saturno
Passei as últimas semanas praticando a língua grega da Bíblia. Minha dificuldade levou-me a refletir sobre a capacidade que temos para interpretar textos. Ou melhor, na incapacidade, minha no caso, com as Escrituras originais, ou seja, em grego. Veja se não estou certo, uma pessoa que não saiba interpretar o texto, vai interpretá-lo errado. Assim, para as Escrituras em grego, aceitarei as interpretações de alguém mais sábio que eu. No caso, os bispos e padres teólogos, filósofos, linguistas.

Página 7 de 36
Top