Deputado Estadual Pedro Lupion
O governo Beto Richa está em vias de completar seu 16.° mês desde a posse, período curto para que sua marca na gestão dos destinos do Paraná se consolide. Há exatamente 10 meses atrás um diagnóstico da situação do Estado apontava um déficit de R$ 4,5 bilhões nas contas públicas, o que pouca gente se lembra, e que consumiu vultosos recursos humanos e financeiros para que fossem equalizados. Ainda assim, já é possível afirmar categoricamente que o Paraná experimenta um novo ciclo de expansão de sua economia, graças à liderança de um governador que respeita a lei, as pessoas e a ordem.

Mario Eugenio Saturno
O dramático enredo desempenhado pelo etanol de cana-de-açúcar não é exceção no cenário nacional. O Plano do governo federal parece tímido demais para um país das dimensões do Brasil. A julgar pelos fatos, o governo abandonou as usinas de álcool à própria sorte, endividadas, são vendidas a preço de banana, para o capital estrangeiro. Já cansei de defender que o investimento estrangeiro deveria ser para novos projetos, sejam usinas ou plantações. Esperava mais de um governo que acusou o anterior de privatista, pior é entregar ao estrangeiro!

Ademar Traiano
A ambição de qualquer administrador público é ter a rapidez de resultados que se espera encontrar na iniciativa privada, mantendo a visão social que deve ser uma das características principais da administração pública.

Quando começou a onda de lutas por democracia nos países árabes, mereceu enaltecimento a resistência dos egípcios. Multiplique-se por dez e essa será a média de tempo da luta dos sírios.

Jesus é Deus?

*Mario Eugenio Saturno
Já tive a oportunidade de comentar minha dificuldade com a língua grega da Bíblia e a incapacidade que temos para interpretar os textos originais. Incluo aqui a Septuaginta, que era usada pelos apóstolos como mostram as mais de 300 citações do Novo Testamento.

Bruno Peron Loureiro
As desigualdades e as relações de poder entre países "centrais" e "periféricos", "ricos" e "pobres", "desenvolvidos" e "subdesenvolvidos" convidam-nos a avaliar passagens históricas que estruturaram o mundo do jeito que é. O primeiro alerta é de que não se concebe a "centralidade" se não houver "periferia", não há "riqueza" sem "pobreza", tampouco o "desenvolvimento" é inteligível sem o "subdesenvolvimento".

Dalmir Sant'Anna

"A capacidade de aprender e a coragem de desenvolver habilidades, serão estratégias fundamentais para profissionais que desejam obter êxito de seus planos e objetivos." Dalmir Sant'Anna

Mario Eugenio Saturno
Que o Brasil apresente algumas dificuldades econômicas, isso é fato. Que o governo ainda não conseguiu elaborar um plano estratégico para crescer mais, mantendo a inflação controlada como aconteceu nos últimos 20 anos, mais evidente impossível. Governo fragilizado por ministros acusados de envolvimento em corrupção. Fraco a ponto de ceder ao “lobby” das bebidas alcoólicas nos estádios de futebol por ocasião da Copa (Que bebam cerveja sem álcool, uai!). E, ainda, resolve cortar no orçamento os recursos da Ciência e Educação.

Mario Eugenio Saturno
Que o Brasil apresente algumas dificuldades econômicas, isso é fato. Que o governo ainda não conseguiu elaborar um plano estratégico para crescer mais, mantendo a inflação controlada como aconteceu nos últimos 20 anos, mais evidente impossível.

Pedras...

E mais pedras... Pedras... Pedradas... Avalanches... Tropeços... Fortuna. Vamos falar só de pedras? E porque não? E falar o quê?

Página 8 de 36
Top