Sábado, 10 Novembro 2012 13:00

Raio-x

Escrito por

Deputados – Um fator que dominou as disputas em segundo turno, foi a presença de deputados: Ratinho Jr. Em Curitiba, Péricles e Rangel, em Ponta Grossa, Professor lemos, em Cascavel e Enio Verri, em Maringá e de dois ex-deputados: Edgar Bueno, em Cascavel e Gustavo Fruet, em Curitiba. Dos que estão na ativa, apenas o deputado Marcelo Rangel teve sucesso e os dois ex-deputados, Fruet e Edgar também foram elevados nas disputas. No geral, a disputa para os representantes da Assembleia Legislativa não foi muito boa. Foram derrotados: Waldyr Pugliesi (Arapongas), Doutor Batista (Maringá), Luís Eduardo Cheida (Londrina) todos no primeiro turno. Péricles Mello (Ponta Grossa), Professor Lemos (Cascavel) e Ênio Verri (Maringá), que disputaram o segundo turno. Dos concorrentes, foram eleitos: César Silvestri Filho (Guarapuava) e Reni Pereira (Foz do Iguaçu) e Augustinho Zuchi (Pato Branco) eleitos no primeiro turno e Marcelo Rangel (Ponta Grossa), no segundo turno.

Deputados 1 - O partido que teve mais prejuízos na disputa, com deputados, foi o PT, derrotado nas três disputas diretas do segundo turno (Maringá, Ponta Grossa e Cascavel), o PMDB que perdeu nas disputas de Arapongas e Londrina e PMN, que ficou fora em Maringá. Dos eleitos dois são do PPS (Marcelo e Silvestre), um do PSB (Reni) e um do PDT (Zucchi).

Equilíbrio – Se desenha uma disputa para o Governo do Estado, em 2014, entre o governador Beto Richa (PSDB) que vai tentar a reeleição e a petista Gleisi Hoffmann que é senadora licenciada para ocupar a Casa Civil. Gleisi deixará o governo nestes dias, pois Dilma precisa agasalhar no Planalto, o PSB e o PSD, na tentativa de desarticular Aécio Neves (PSDB) na corrida à Presidência. O governador Beto Richa (PSDB) sai das eleições de 2012 sem eleger seus candidatos nos dois maiores colégios eleitorais do estado: Curitiba e Londrina. Juntas, as duas cidades representam 1,46 milhão de eleitores – cerca de 19% do eleitorado total do estado. Depois de ver Luciano Ducci (PSB) ser eliminado da disputa no primeiro turno em Curitiba, Richa não conseguiu eleger Marcelo Belinati (PP), sobrinho do ex-prefeito Antonio Belinati, que perdeu para Alexandre Kireeff (PSD) em Londrina. O PT, por sua vez, que ganhou pontos com o apoio ao prefeito eleito em Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), não obteve sucesso com a candidatura própria no segundo turno em Maringá, Cascavel e Ponta Grossa. Nessas cidades, venceram os candidatos apoiados por Richa. Com o resultado final das eleições, o novo mapa político do estado, segundo analistas, mostra uma polarização entre Curitiba e o interior. A capital passa a ser dominada pela oposição, com a aliança entre PDT e o PT. No interior, o grupo de Richa prevalece, sendo liderado pelo PSDB, que conseguiu fazer o maior número de prefeituras – um total de 76 contra 42 na eleição passada. Tradicionalmente, o partido do governo, impulsionado pela máquina pública, consegue eleger mais prefeituras. Foi assim com o PDT e depois o PFL de Jaime Lerner, como PMDB de Roberto Requião e agora o PSDB de Beto Richa. Mas apesar do avanço no interior, Richa perdeu pontos importantes na disputa para 2014. Curitiba é estratégica para qualquer eleição e perder na capital é sempre ruim. Richa sai dessas eleições mais fraco do que entrou.

Positivo - O presidente em exercício do PSDB, Valdir Rossoni, faz leitura diferente. Na avaliação dele, o balanço das urnas é positivo para os tucanos. “Nós não podemos esconder que perdemos a capital, mas 75% dos prefeitos dos municípios do Paraná são aliados nossos”, diz. Do lado oposto, o secretário de comunicação do PT Nacional e deputado federal, André Vargas (PR), diz que o partido vai se apresentar com uma candidatura de oposição ao atual governador, independente de quem dispute. “Pode ser a ministra Gleisi Hoffmann, o ministro Paulo Bernardo ou podemos apoiar o PDT com o Osmar Dias”, afirma. Mas se por um lado a vitória de Fruet pode pavimentar uma eventual candidatura petista ao governo, por outro ainda pairam dúvidas sobre a capacidade do novo prefeito transferir votos para um candidato petista. Há uma parcela do eleitorado de Curitiba que tem forte resistência ao PT. Tudo vai depender de como Fruet se sairá na prefeitura e de como Richa vai se colocar nos próximos anos.

Riscado – Há ainda, uma análise que não é digerida pela oposição do Governador Beto Richa. A maior parte do PMDB está na base do Governador Beto Richa. O PSB está também com ele, e de quebra, o riscado político pode ter mais uma novidade. É que Beto Richa foi decisivo nas eleições de Augustinho Zucchi, em Pato Branco, de Edgar Bueno, em Cascavel e Moacir Silva, em Umuarama, levando o PSDB a integrar a chapa destes prefeitos eleitos. Isso segundo, fontes analistas mais atentos, é uma clara aproximação de Beto com o partido brizolista para angariar apoios na eleição de 2014. Se confirmado, o PT perderá uma importante parcela na futura aliança que pretende desenvolver no Estado. PDT, PMDB e PSB tem grande amizade com Richa.

Péssimo – No interior, o PT perdeu as três cidades em que disputava o segundo turno. Enio Verri perdeu para Pupin (PP) em Maringá. Professor Lemos foi derrotado por Edgar Bueno (PDT) em Cascavel. E Péricles perdeu para Marcelo Rangel (PPS) em Ponta Grossa. O partido terá mesmo que se agarrar em Gustavo Fruet em Curitiba, única grande prefeitura onde deverá ter influência no Paraná.


Fortalecidos - No balanço final da eleição de 2012, o PT e o PSB foram os partidos que mais ampliaram o número de prefeituras conquistadas e o contingente de eleitores a governar em relação a 2008, em todo o País. O PSD, em sua primeira disputa, obteve um lugar entre os maiores partidos, mas terá pouca influência nas cidades grandes. O PMDB encolheu tanto em número de prefeituras quanto de eleitores. O PSDB elegeu menos prefeitos, mas praticamente manteve sua fatia do eleitorado. E o DEM manteve sua tendência de definhamento.

Concentração - Principal vencedor da eleição, o PT conquistou prefeituras que, somadas, concentram 20% do eleitorado. Em 2008, as cidades petistas abrigavam 16% dos eleitores do País. Sem o triunfo em São Paulo, o partido teria até recuado no quesito eleitorado governado - sozinha, a capital paulista abriga pouco mais de 6% dos brasileiros com direito a voto. Primeiros colocados no ranking do eleitorado, os petistas ficaram em terceiro no número de prefeitos eleitos, com 633. O fato revela que o PT ainda tem dificuldades para conquistar as pequenas cidades, seara na qual o PMDB é a legenda mais forte. O PT elegeu quatro prefeitos de capitais neste ano, menos do que em 2008 (seis) e 2004 (nove), mas ampliou seu espaço no conjunto dos 83 municípios com mais de 200 mil eleitores, o chamado clube do 2º turno. Nesse grupo, os petistas vão governar 30% do eleitorado - porcentual acima de sua média nacional.

Recuo - Não se pode dizer que o PMDB teve um resultado ruim nesta eleição - afinal, manteve o primeiro lugar no ranking dos prefeitos eleitos, com 1.025, e só ficou atrás do PT no do eleitorado a governar (17%). Mas o partido se saiu pior do que há quatro anos. O principal recuo dos peemedebistas ocorreu no clube do 2º turno. Em 2008, no grupo das cidades com mais de 200 mil eleitores, a legenda venceu em municípios que abrigavam 26% do eleitorado nacional. Agora, sua participação vai cair para 14%. Mas a capilaridade do PMDB no interior impulsionará a legenda daqui a dois anos, quando serão eleitos os novos integrantes da Câmara dos Deputados. Há correlação direta entre o número de prefeitos e o de deputados eleitos, especialmente se as vitórias nos municípios não se concentrarem em poucos Estados. O PMDB elegeu prefeitos em todas as unidades da federação onde houve disputa, façanha só repetida pelo PT.
Salto - Destaque no 1º turno, com a conquista de duas capitais de grande peso político - Belo Horizonte e Recife -, o PSB chega ao final da disputa com saldo positivo sob todos os aspectos, principalmente no número de eleitores a governar. O partido presidido pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos - já citado como possível candidato a presidente em 2014 -, deve governar cerca de 11% do eleitorado a partir da posse dos novos prefeitos, em 2013. É um salto em relação ao porcentual obtido em 2008: 6%. Em número de prefeitos, o PSB avançou de 310 para 439.

Quase nanicos - Em termos comparativos, o DEM terá neste ano o pior desempenho de sua história. Vai eleger prefeitos que comandarão 5% do eleitorado, menos da metade que obteve há quatro anos. Mas 2008 foi um ano atípico para o DEM - o partido conquistou na época a capital paulista, com a reeleição de Gilberto Kassab. O mesmo Kassab desestruturou as bases municipais do DEM ao criar o PSD, no ano passado, e atrair centenas de políticos de seu antigo partido. A nova legenda elegeu 496 prefeitos e governará 6% do eleitorado. No grupo das 83 maiores cidades, porém, sua influência será menor: governará apenas 3% dos eleitores.

Creches – Os Municípios e Distrito Federal tinham até quarta-feira (ontem - 31/10) para pedir recursos para creches. O MDS repassará R$ 238,4 milhões para manutenção de crianças de até 4 anos que sejam beneficiárias do Bolsa Família em estabelecimentos públicos ou conveniados nos
Municípios e o Distrito Federal. Os municípios tinham que informar o número de crianças beneficiárias do Bolsa Família, com até 4 anos, matriculadas em creches públicas ou conveniadas. Neste ano, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) vai repassar recurso adicional de 25% do valor do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) por criança registrada no Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle (Simec), do Ministério da Educação. A partir de 2013, este valor vai a 50%.

IPI reduzido - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que a nova prorrogação do Imposto sobre Produtos Industrializado (IPI) reduzido para automóveis ocorreu para que a indústria continue “vendendo bem e fazendo investimentos”. “Nós tivemos uma boa reação da última desoneração, que vigorou nos últimos dois meses (setembro e outubro). Queremos que isto se mantenha até o final do ano”, argumentou. A prorrogação do imposto menor foi anunciada pela presidenta Dilma Rousseff, dia 24/10, durante a cerimônia de abertura do 27º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo. A desoneração para veículos encerraria no final de outubro, mas agora seguirá até o dia 31de dezembro. Para os prefeitos é mais um baque no caixa municipal. As empresas revendedoras de veículos seminovos e usados estão se definhando com a política protecionista às montadoras e concessionárias de veículos novos. O consumidor, agradece.

Fim do voto secreto - Projeto do Líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias, que impõe que o voto aberto nas cassações de mandato de parlamentares, segundo o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), deve ser aprovado ainda este ano. A PEC que acaba com o voto secreto na votação de cassação de mandatos, emenda do senador Alvaro Dias (PSDB-PR), será colocada em votação pelo presidente da CCJ, deputado Ricardo Berzoini (PT-SP), ainda este mês.

Confirmação – Os prefeitos atuais e eleitos, que circularam por Brasília na semana passada, retornaram com uma certeza. Gleisi Hoffmann está se despedindo da Chefia da Casa Civil. O retorno para o Senado pode ocorrer ainda nesta semana. Também  deixa o posto, Carlos Carboni, ex-vice-prefeito de Capanema que ocupava a chefia de gabinete da Casa Civil. A lamentar, é que Gleisi prometeu empenho, enquanto ministra, para fortalecer com recursos, as prefeituras. Agora, é torcer, para que os parlamentares garantam os recursos necessários. Se bem que, alguns prefeitos disseram que com Gleisi ou sem Gleisi, não fará diferença, pois as dificuldades eram as mesmas.

Sexta, 26 Outubro 2012 15:17

Raio-x

Escrito por

Justiça, justa!? – O Supremo Tribunal Federal (STF) chegou a 25 réus condenados no processo do mensalão pelos crimes de formação de quadrilha, gestão fraudulenta de instituição financeira, corrupção ativa, corrupção passiva, peculato, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. O julgamento histórico (infelizmente) abre caminho para a crença no judiciário. Ninguém fala abertamente, todos os brasileiros tem medo de se pronunciar sobre isso, mas muito poucos acreditavam que o julgamento do Mensalão ganharia o desfecho que teve, pois sempre foi contado de que ia para a cadeia, ou era condenado, somente ladrão de galinha. O Judiciário está de parabéns??? Acho que é o seu papel. É para isso que existe e é isso que os brasileiros esperam. É como o centro-avante, está para fazer gol. O judiciário está para fazer justiça.

Justiça, justa!? 1 – Com o fim do julgamento do mensalão está encerrada a missão do judiciário? Não. É apenas o começo. Tem muita coisa que o Brasil precisa conhecer e ter o devido julgamento. Aliás, conhecer, se conhece, porém, faltou o devido julgamento. Independentemente de partido, credo, cor ou religião. Acho que o judiciário poderia aproveitar o momento, especialmente do apoio da sociedade, e colocar mais água e sabão sobre muita sujeira.

Justiça, justa!? 2 - Somando as fatias do julgamento, foram condenados, do núcleo político, os ex-membros da cúpula do PT (Partido dos Trabalhadores) José Dirceu (ex-ministro da Casa Civil), José Genoino (ex-presidente do partido) e Delúbio Soares (ex-tesoureiro da sigla). Do núcleo financeiro, foram condenados os dirigentes do Banco Rural Kátia Rabello, ex-presidente do banco, Vinicius Samarane, atual vice-presidente da instituição, e José Roberto Salgado, ex-vice-presidente operacional. A maior soma de condenações vem do núcleo publicitário, em que foram considerados culpados o publicitário Marcos Valério, seus ex-sócios Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, sua ex-funcionária Simone Vasconcelos e seu advogado Rogério Tolentino. Entre parlamentares e ex-parlamentares, foram condenados os deputados João Paulo Cunha (PT-SP), Valdemar da Costa Neto (PR-SP) e Pedro Henry (PP-MT). Os ex-parlamentares condenados são o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), delator do esquema, Carlos Alberto Rodrigues (PL-RJ), Pedro Corrêa (PP-PE), José Borba (ex-PMDB-PR), Romeu Queiroz (PTB-MG). Dos réus ligados aos parlamentares, foram considerados culpados Jacinto Lamas, ex-tesoureiro do PL, João Cláudio Genú, ex-assessor do PP na Câmara e Emerson Palmieri, ex-tesoureiro do PTB. Outros réus que também deverão receber sanções penais são Henrique Pizzolato, ex-diretor do Banco do Brasil, Enivaldo Quadrado, ex-sócio da corretora Bônus-Banval, Breno Fischberg, ex-sócio da Bônus-Banval.

Alerta – Os candidatos que participaram do primeiro turno das eleições municipais no último dia 7 de outubro precisam ficar atentos para não perder o último prazo para prestar contas na Justiça Eleitoral. Os que concorreram nas eleições, mesmo os que disputaram cargos de vice ou que ficaram como suplentes de vereador precisam apresentar suas contas até o próximo dia 6 de novembro. O aviso vale também para os comitês financeiros e os diretórios do partido. As prestações de contas são referentes apenas ao primeiro turno. O procedimento está previsto na Lei nº 9.504/97, artigo 29, incisos III e IV.

Pé na estrada - O prefeito de Salto do Lontra e Presidente da Amsop, Luiz Carlos Gotardi e o prefeito e vice eleitos, Maurício Bau e Fernando Cadore cumpriram agenda nesta semana, em Curitiba e Brasília. A viagem fez parte da transição de governo e serve para que os futuros administradores do município possam ficar a par dos projetos que já foram encaminhados nas esferas, estadual e federal, além de entregar novos projetos aos governos do Estado e da União. Acompanhados da deputada Rose Litro, os lontrenses foram recebidos pelo Governador Beto Richa.

Alimentação - O apoio à aprovação do projeto de lei que garante o fornecimento de produtos orgânicos à alimentação escolar foi uma das propostas finais do 1º Simpósio de Segurança Alimentar e Nutricional realizado no dia 16 de outubro, Dia Mundial da Alimentação, reuniu mais de 500 participantes no auditório da Assembleia Legislativa de Santa Catarina e contou a participação de especialistas, pesquisadores, representantes de movimentos sociais e de entidades ligadas à produção orgânica e alimentação saudável, um grande passo para a promoção e construção de políticas públicas que promovam a alimentação saudável e a produção sustentável de alimentos.

Alimentação do brasileiro - Estudo divulgado pelo Ministério da Saúde indica que a população brasileira se alimenta de forma inadequada e consome gordura saturada em excesso. Dados revelados pela presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Maria Emília, mostraram que a obesidade é um problema crescente no país. Segundo o IBGE, 50,1% dos homens brasileiros com mais de 20 anos estão acima do peso. Entre as mulheres, o índice é de 48%. Dados mostram o elevado índice de obesidade na adolescência, com taxas que praticamente igualam-se às do México e dos Estados Unidos. Os biscoitos e refrigerantes são grandes vilões. Infelizmente, o brasileiro opta pelo consumo de alimentos pobres em nutrientes e prejudiciais à saúde.

Propaganda de alimentos - Dados apresentados pela pesquisadora Renata Alves Monteiro, da Universidade de Brasília (UnB), mostram que a publicidade dos alimentos precisa de uma regulamentação mais adequada para evitar abusos. “A TV virou a babá das crianças. Elas ficam expostas, em média, cinco horas por dia na frente da televisão e 97% da propaganda de alimentos TV apresentam produtos não-saudáveis. Há uma indústria bilionária que sabe disso e investe pesadamente no desenvolvimento de estratégias de publicidade para que as crianças sejam doutrinadas a pedir, de forma persistente, aos seus pais, que comprem determinado alimento”, disse a pesquisadora. A criança não tem condição de avaliar o que é certo, ou se o valor passado pela propaganda é correto. A publicidade explora isso e transforma a vida dos pais num pesadelo. “Nas gôndolas dos supermercados, as guloseimas, biscoitos recheados, balas, etc. são colocadas na altura das mãos das crianças. Por que não fazem isso com as frutas? Os pais têm responsabilidade para impor os limites, mas a indústria também tem a sua responsabilidade”, argumentou Renata.

Agrotóxicos - O Brasil é hoje o maior mercado doméstico de agrotóxicos do mundo e usa cerca de 20% do veneno produzido. Cada brasileiro consome em média 5,2 quilos de agrotóxicos por ano, conforme os dados revelados no simpósio. O Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional discute um plano de redução do uso de agrotóxicos propondo a suspensão da pulverização aérea do veneno, o banimento de produtos que já estão proibidos em outros países e a retirada das subvenções concedidas aos produtores de agrotóxicos.

Terça, 02 Outubro 2012 17:00

Raio-x

Escrito por

Ferrovia – Muita especulação sobre o traçado da ferrovia que ligará o Paraná ao sul do Brasil, passando pelo sudoeste. Uns afirmam que o traçado passará por Capitão Leônidas Marques, Capanema (passando pela barragem da usina Hidrelétrica do Baixo Iguaçu – Usina de Capanema), Barracão e Dionísio Cerqueira até Chapecó.

Sexta, 21 Setembro 2012 18:00

Raio - x

Escrito por

Inverno quente – Hoje acaba o inverno e começa o outono. Nos últimos dez anos, este foi o inverno mais quente, no Paraná com temperaturas batendo a casa dos 30 graus, com frequência. Na semana passada, os termômetros chegaram a registrar 37 graus aqui no sudoeste, uma das regiões mais frias do Estado. Para o verão, possivelmente, teremos com frequência, os registros de temperaturas superiores a 40 graus.

Sexta, 14 Setembro 2012 14:55

Raio - x

Escrito por

Erramos – Na tabela populacional divulgada semana passada, ficou de fora o município de Vitorino que com os seus 6.548 habitantes, coloca o sudoeste com mais de 600 mil habitantes.

Sábado, 01 Setembro 2012 17:00

Raio-X

Escrito por

R$ 1 trilhão de impostos - O Brasil atingiu quarta-feira (29), a marca de R$ 1 trilhão de impostos federais, estaduais e municipais pagos desde o primeiro dia deste ano, revelam dados do Impostômetro da ACSP (Associação Comercial de São Paulo). Neste ano, a marca foi atingida 15 dia antes do que no ano passado, o que comprova o crescimento da arrecadação tributária. Quando considerado somente o montante pago pelos moradores da cidade de São Paulo, desde o primeiro dia de 2012, a quantia soma R$ 21 bilhões de impostos municipais, estaduais e federais. “O momento é de conscientizar e mobilizar a população. O Impostômetro alcançou R$ 1 trilhão com 15 dias de antecedência em relação ao ano passado, o que mostra que a arrecadação não para de crescer. Somos pagadores de impostos e temos que saber para onde vai o nosso dinheiro. É preciso exigir o bom uso do dinheiro público”, disse o presidente da ACSP e da Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo), Rogério Amato.

Segunda, 30 Julho 2012 14:58

Raio - X

Escrito por

Entrevistas – Começam hoje as entrevistas com os candidatos a prefeitos dos municípios em que o Jornal novo Tempo circula. Esta semana, são os candidatos únicos. Na próxima semana, são os candidatos mulheres e nas demais semanas, conforme cronograma divulgado na edição passada. O candidato úinico de Marmeleiro, Luiz Bandiera, estava em viagem e será entrevistado para a edição da próxima semana.

Sexta, 06 Julho 2012 14:15

Raio - X

Escrito por

Credibilidade – Estivemos neste final de semana, no Costão do Santinho Resort Golf SPA, em Florianópolis, participando do 2º Encontro Nacional de Jornais e 40º Encontro Estadual da Adjori/SC. Presenças de Santa Catarina, do Paraná, do Sergipe, de São Paulo, de Rondônia, do Rio de Janeiro e do Mato Grosso reforçaram a credibilidade dos jornais brasileiros. Os jornais locais são a força das comunidades e isso ficou enaltecido pelo Governador de Santa Catarina, por federações da Indústria, do Comércio, da Agricultura e pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República e de Santa Catarina. Santa catarian é o Estado Brasileiro mais bem organizado com seus jornais. O Paraná vem a seguir, pois encontramos na Adjori catarinense oapoio necessário para desenvolver o associativismo paranaense. Para o Paraná e para o jornal Novo Tempo é uma honra, pois o diretor deste jornal, Sérgio Jonikaites, é o vice-presidente da Adjori-Brasil e está sendo preparado para daqui há dois anos, assumir a presidência da entidade para um mandato de três anos. No Paraná, onde Sérgio foi por 5 anos presidente da Adjori/PR e mais dois anos como tesoureiro, no momento, o Jornal Novo Tempo, ocupa a vice-presidência.

Missão – O diretor do Jornal Novo Tempo recebeu mais uma missão. Conduzir o processo de criação da Cooperativa de Jornais e da Rede Estadual de Jornais. Em 60 dias, deve ser apresentado o esboço do Estatudo e toda a documentação necessária para efetivar o empreendimento que vai dar uma nova cara para a informação no Estado do Paraná. Além da Cooperativa de Jornais, Sérgio conduzirá a criação de um Jornal Estadual com tiragem de 100 mil exemplares e a aquisição de um parque gráfico. Inicialmente, 20 jornais do Estado estão se propondo a participar da Cooperativa e dos novos empreendimentos.

Interessados - Fazer a diferença no país. É assim que a maioria dos jovens pensa quando decide se filiar a um partido e seguir carreira política. O número de interessados em crescer nessa área não é baixo. Um levantamento realizado em 2011 pela Retrato Pesquisa e Opinião mostrou que 41% dos jovens brasileiros aceitariam se candidatar a algum cargo.

Cartilha
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, Regional Sul II, lançou semana passada a “Cartilha de Orientação Política – Eleições 2012: Bons ou maus governantes é a gente que escolhe”, elaborada pelo Padre Mário Spaki, Mestre em Teologia Dogmática pela Universidade Gregoriana de Roma e Secretário Executivo da CNBB Regional Sul II, sob a supervisão jurídica de Rogério Carlos Born, Mestrando em Direitos Fundamentais e Democracia, Professor de Direito Eleitoral da Faculdade Cenecista de Campo Largo, Escola Superior da Advocacia da OAB e do IESDE e membro da Comissão de Direito Internacional da OAB-PR, com a capa de Ednelson Cordeiro. A Cartilha é dirigida aos sacerdotes e membros de comissões paroquiais com instruções de prevenção contra a atuação políticos que se aproveitam dos eventos religiosos para promoção pessoal, bem como traz dicas para escolha de candidatos pelos católicos. Os temas apresentados são a corrupção eleitoral, a compra de votos, a “Ficha Limpa”; o papel dos prefeitos e vereadores; o perfil do bom candidato e do bom eleitor; os dez mandamentos do eleitor e a responsabilidade cristã na política. Um dos conselhos trazidos pela cartilha é de que “não se faça troca de favores, nem se aceite doações para a Igreja, quaisquer que sejam, em tempos de campanha. Não existe doação inocente nestes períodos, a menos que absolutamente anônima”.

Não deu – O bispo dom José Peruzzo tentou de todas as formas, fazer valer a disciplina. Como ele citou nas entrevistas, eram seis padres que pretendiam ser candidatos. Quatro aceitaram cumprir as normas da Igreja e se desligaram da ideia de disputar as eleições. Dois, porém, preferiram a desobediência e não ouviram o clamor do bispo e da Igreja e vão disputar as eleições em Santa Izabel do Oeste e Renascença. O ensinamento do bispo é que os católicos não votem em padres e se votarem em padres, não precisam de pároco, vigário ou sacerdotes. Assim está aplicado em Renascença. O município passou a ser capela de Marmeleiro. Santa Izabel do Oeste mantece o padre César como vigário e ganhou o bispo dom José, como pároco. Agora, o bispo espera a resposta do povo. Uma garantia ele já deu: Votar contra o padre se o povo preferir o Projeto do Santuário, que reúne milhares de romeiros no dia 12 de outubro e centenas de fiéis todos os domingos, nas missas celebradas no Santuário, e preferir ser paróquia. Agora, é com o povo.

Realeza – É a eleição mais concorrida. A do Conselho Tutelar que recebeu a inscrição de 32 candidatos. A eleição está marcada para o dia 15 de setembro e os cinco mais votados assumirão as vagas titulares. Um detalhe: o voto não é obrigatório.

Golpinho – Sob o argumento de limpar o nome, os endividados caíram em mais uma desgraça. Uma empresa limpou cerca de R$ 500 mil e vazou da região. Um casal que se passava por comerciante e prestador de serviço em Pato Branco pode ter lesado diversas empresas e pessoas com cheques sem fundo e dívidas que se arrastam por vários meses. O marido, Tonis Ferreira de Araújo, 39 anos, foi preso por ser foragido da Justiça de São Paulo acusado de integrar um grupo de bandidos conhecido como quadrilha do Rolex. Por ser funcionário de um cemitério na capital paulista, o acusado informava outros integrantes da quadrilha quando alguém era enterrado com joias. Com isso, o grupo violava os túmulos para levar os pertences, principalmente relógios Rolex de alto valor no mercado. O casal era proprietário de uma empresa de limpeza e conservação de cemitérios e tinha sala alugada no Shopping Uno. Nesse período, já foram emitidos cheques sem fundo e muitas empresas, principalmente de móveis e de mídia, ficaram no prejuízo. Há cerca de quatro meses o casal fechou a empresa e mudou de sala, saindo do segundo piso do shopping para uma sala no térreo, bem na entrada. Nesse espaço, Nádia Dorr Stolaski, que se passa por advogada, abriu escritório para ajudar pessoas que têm o nome sujo justamente por falta de pagamento. A farsa começou a ser desvendada quando pessoas do comércio registraram queixa na delegacia por não conseguirem receber dos acusados e por suspeita de estelionato. A partir das investigações, foi constatado que o casal tinha várias situações pendentes com a polícia, incluindo acusações de falsidade ideológica e estelionato.
Capanema – O vereador Marcelino Ampessan (PP) apresentaou projeto que concede título de Cidadão Honorário de Capanema ao presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Luiz Campagnolo. A honraria se justifica pela capacidade que Campagnolo apresenta ao gerir negócios, inteligência e capacidade de empreender. Nascido em Francisco Beltrão, Edson é casado com Sueli Roveda Campagnolo e são pais de Thiago e Matheus. Em Capanema, desde 1990, Edson empreendeu e fundou a empresa Rocamp e hoje é proprietário também da empresa Logic, contando com mais de 300 colaboradores, que são responsáveis pela produção de 30 mil peças de vestuário por mês. Campagnolo foi presidente da Acec de Capanema, presidente da Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Sudoeste, vice-presidente da Faciap, secretário de Indústria e Comércio da prefeitura de Capanema, presidente do Sinvespar, vice-presidente da Fiep e atual presidente.

Cooper Farbom - Bom Jesus do Sul comemorou 12 anos de atividades da Cooper Farbom, dia 20 de junho e realizou uma reunião festiva com os assocaidos para um almoço de confraternização e o sorteio de três novilhas de raça. A Farbom produz queijos de excelente qualidade com a transformação de 1.800 litros de leite, por dia.

Sabatina – O Jornal Novo Tempo estará sabatinando todos os candidatos a prefeito dos municípios de: Santa Izabel do Oeste, Realeza, Ampére, Capanema, Bela Vista da Caroba, Pérola D’Oeste, Planalto, Pranchita, Pinhal de São Bento, Santo Antônio do Sudoeste, Bom Jesus do Sul, Barracão, Flor da Serra do Sul, Salgado Filho, Manfrinópolis, Francisco Beltrão, Nova Esperança do Sudoeste, Salto do Lontra, Nova Prata do Iguaçu, São Jorge D’Oeste, Cruzeiro do Iguaçu, Boa Esperança do Iguaçu e Dois Vizinhos. As entrevistas começam na edição de 20 de julho e seguem até a edição de 28 de setembro. Além das perguntas pertinentes a questões locais, o candidato também será sabatinado sobre projetos de desenvolvimento regional. O citério para ordem de entrevistas será definido por sorteio. Na próxima semana, você conchecerá aordem dos sorteados.

É pra valer – A partir de hoje, está liberada a propaganda eleitoral. Os candidatos, devidamente registrados na Justiça Eleitoral podem se apresentar para os eleitores. Boa sorte para todos.

Página 8 de 25
Top